Companhias aéreas nacionais

Companhias aéreas nacionais

As alianças entre empresas aéreas e investimentos entre companhias são muito presentes no atual cenário da aviação. No Brasil, há um teto de participação de companhias estrangeiras nas nacionais de 20%, que pode mudar para 49% se aprovado no Congresso o projeto de ampliação.

As principais companhias aéreas brasileiras, Gol, Tam, Azul e Avianca Brasil já contam com alianças com aéreas estrangeiras, e a ampliação do teto proporcionará mais opções para os clientes das companhias. De acordo com a análise da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), e da Secretaria de Aviação Civil (SAC), a ampliação da participação estrangeira não afeta o controle regulatório e segue uma tendência mundial.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), “De uns dois anos para cá é que passamos a ter um mercado efetivamente competitivo, com quatro empresas operando voos internacionais. É um novo patamar“. O especialista em transporte aéreo, Elton Fernandes, professor da Coppe/UFRJ, defende “a aviação brasileira não pode ficar de fora do resto do mundo, onde se vê consolidações entre grandes grupos”. Um dos efeitos da ampliação seria, por exemplo, a maior facilidade da viabilização da compra de parte da TAP (Portugal) pela Azul.

Entre as alianças já formadas entre companhias aéreas brasileiras e internacionais, estão a união da Tam e Lan, formando o grupo Latan, em 2010, a sociedade entre a Gol e a Delta e a Gol e a Air France/KLM, a aliança da Avianca Brasil com a AVIANCA Colômbia, e, no caso da Azul, sua criação pelo fundador da americana Jet Blue.

Source: http://www.aeroportoguarulhos.net/noticias/companhias-aereas/teto-de-participacao-de-aereas-estrangeiras-nas-companhias-nacionais-tende-a-aumentar-para-49


*****

Companhias aéreas nacionais

Companhias Aéreas Nacionais

Linha aérea, companhia aérea ou empresa aérea, é uma empresa que presta serviços de transporte aéreo de passageiros, mercadorias ou mala postal, de caráter regular ou não. As aeronaves utilizadas para esse fim são comumente conhecidas como aviões de carreira. Várias empresas se unem em alianças aéreas para aumentar sua competitividade com a redução de custos e compartilhamento de vôos.

Estas empresas necessitam da concessão de rotas ou linhas aéreas por parte dos governos dos países nos quais seus aviões sobrevoem.

As empresas aéreas podem ser classificadas como: internacionais, nacionais, regionais, domésticas, de baixo custo (low cost), de vôos regulares ou vôos fretados (vôos charter), dependendo da metodologia escolhida.

Source: http://www.comissarioalfa.com/2013/05/companhias-aereas-nacionais.html


*****

Companhias aéreas nacionais

Por Renato Rostás | Valor

SÃO PAULO - Uma mistura de demanda mais fraca — em parte por conta da Copa do Mundo e também da economia enfraquecida —, falta de habilidade para reajustar passagens e custos em alta vai segurar a melhora de rentabilidade das companhias aéreas brasileiras neste segundo semestre, prevê a agência de classificação de risco Fitch, em relatório.

A entidade, por outro lado, elogia a contínua tentativa, especialmente da Gol Linhas Aéreas e da TAM, de aumentar a eficiência da sua frota ao equilibrar a oferta de assentos de acordo com a demanda por viagens. Se em 2013 a oferta caiu 2,9%, nas contas da agência, até maio deste ano teve leve aumento de 0,6%.

A Fitch lembra que o torneio mundial de futebol realizado no Brasil reduziu o turismo de negócio e derrubou o tráfego em 2014. Esse tipo de viagem corresponde a quase 70% do total do transporte doméstico de passageiros, diz a instituição. O que pode ajudar a salvar o resultado acumulado é que a taxa de ocupação antes da Copa era de 79,3%, índice considerado alto.

O relatório também mostra que a competição para as aéreas brasileiras se acirrou nos últimos tempos. Se TAM e Gol controlam 60% dos voos nos oito maiores aeroportos do país, Azul Linhas Aéreas e Avianca Brasil avançam sobre as líderes e já respondem por 16,6% e 7,5% da oferta nacional, respectivamente.

Por fim, a agência aponta para a alta nos preços do petróleo — o combustível é uma das maiores fontes de custos para as companhias do setor — e a desvalorização média do real ante o dólar em um ano durante o primeiro semestre. “O aumento de custos continua sendo um grande desafio para a indústria”, afirma a Fitch.

A entidade informa que o yield, taxa que relaciona o valor pago por um passageiro a cada quilômetro viajado, demonstrou queda no último trimestre. Isso mostra o quanto as aéreas estão encontrando dificuldade em reajustar os preços das passagens.

Source: http://www.valor.com.br/empresas/3629064/fitch-preve-semestre-complicado-para-rentabilidade-de-aereas-nacionais

22.05.2018

New

31 2015 mar

Pacotes da azul

Pacotes da azul Pacotes da Azul Viagens permitirão o acúmulo e o resgate de pontos do TudoAzul quinta-feira, março 20, 2014Tripulantes em VooNo comments Os...

02 2015 abr

Azul linhas aereas

Azul linhas aereas Passagens: Orlando Com 4 anos de existência, a Azul vem-se consolidando no mercado de aviação brasileiro e hoje...

21 2014 feb

Pasasgens aereas

Pasasgens aereas Dica imperdível para quem gosta de economizar com suas viagens! A dica de hoje é um blog! O...

Popular on-line

Bilhete de avião tem iva

Bilhete de avião tem ivaTransfer e EstacionamentoCampanha de PublicidadeComo posso obter um recibo para o meu voo?O seu ... Saber mais...

Voos baratos de madrugada

Voos baratos de madrugadaHome / Passagens Aéreas Promocionais / Viajar de Madrugada é Alternativa para Vôos BaratosQuer viajar ... Saber mais...

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas a ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros