Gravidas viagem de aviao

Gravidas viagem de aviao

Para férias ou por necessidade, viajar ou não de avião? A prudência nunca é demais.

Quer seja uma viagem de trabalho ou um agradável fim de semana com o futuro pai, se a gestação é normal, pode voar tranquilamente, seguindo algumas regras.

· Está no primeiro trimestre, e sente-se em plena forma com a sua “pequena grande novidade”? Nenhuma contraindicação a viajar de avião.

· O segundo trimestre é ideal, é o período melhor. antes que a barriga fique demasiado grande e a data do parto demasiado próxima.

· A partir da 36a semana de gestação (32a no caso de gémeos), as companhias aéreas pedem um certificado médico, para atestar a boa saúde com a indicação da data prevista para o parto. Portanto, é aconselhável informar-se na agência de viagens.

Em todo o caso, antes de reservar o voo, sobretudo no caso de longos percursos, consulte o seu ginecologista.

Não tema o metal detector, quando embarca, ou a pressurização, no interior no avião, são completamente inócuos para o bebé. O metal detector funciona com ondas eletromagnéticas de baixa frequência; a pressione na cabina é mantida a um nível standard, somente a sua frequência cardíaca poderá acelerar, para lhe permitir uma melhor oxigenação.

Como estar confortável durante o voo. O lugar ideal para viajar mais tranquilamente é a meio do avião, por cima das asas, ou num banco na primeira fila para poder esticar as pernas. É preferível um lugar no corredor, para se poder levantar facilmente e fazer um pouco de movimento. O ideal é esticar e fletir os pés e as pernas de 30 em 30 minutos, mesmo se estiver sentada.

Mantenha o cinto de segurança apertado, por baixo da barriga, sobre as ancas. Beba muitos líquidos, principalmente água e vista roupa confortável. Visto que é provável que os pés inchem, é aconselhável calçar sapatos com atacadores ou velcro para poderem ser regulados e collants de compressão graduada .

O ideal é escolher para férias, destinos que não comportem viagens de duração superior a 3-4 horas e quando chegar ao destino ter o contacto de um ginecologista ou de uma obstétrica local, levando consigo uma cópia da sua ficha clínica.

Source: http://www.prenatal.pt/content/prenatal/pt/articles/13/gravidez/aviao.html


*****

Gravidas viagem de aviao

Estou grávida de 4 meses e sonho com uma semana de férias: uma semana de descanso, numa praia paradisíaca. N entanto, há uma questão que me preocupa: Será prudente, para a minha saúde e para a do meu bebé, viajar de avião?

Gravidez e Viagens

A gravidez não é uma doença! Salvo recomendação contrária do seu médico, pode continuar a viajar. A única condição evidentemente é adotar algumas precauções antes da partida, durante a viagem e no seu destino.

Quais são as contraindicações médicas?

O seu médico pode aconselhá-la a não viajar nos seguintes casos:

    Se está à espera de gémeos.
    Se tem uma gravidez de "risco": antecedentes de aborto espontâneo, risco de parto prematuro, hipertensão, diabetes, etc.

De forma geral, é preferível não viajar para grandes distâncias durante o primeiro trimestre (risco de aborto espontâneo, cansaço) e no terceiro trimestre (risco de parto prematuro, hipertensão).

Que meios de transporte devo escolher?

Nem todos os meios de transporte são iguais: alguns são mais cansativos, enquanto outros implicam choques e vibrações …

    Carro. Não há inconvenientes que a impeçam de guiar, mas deve ter presente que a sua capacidade de atenção poderá ser afetada pelo cansaço. Também é possível que corre o risco de se sentir apertada atrás do volante! Quer vá a guiar ou não, deve fazer paragens regularmente. No que respeita ao cinto de segurança, este continua a ser obrigatório: passe-o por debaixo da sua barriga para maior conforto.
    Transportes públicos. Não hesite em pedir um lugar sentado: as suas necessidades são prioritárias! A partir do terceiro trimestre deve evitar este tipo de transporte sempre que possível, pelo menos durante as horas de ponta.

Source: http://www.nestlebebe.pt/gravidez/a-minha-gravidez-saudavel/de-aviao-carro-ou-comboio-eu-viajo-em-seguranca


*****

Gravidas viagem de aviao

1 Seja uma viagem curta ou longa, faça o possível para se sentir confortável. Use roupas largas e leves e opte por sapatos rasos e cómodos. Poderá usar uma meia-calça elástica própria para grávidas, de modo a prevenir a ocorrência de varizes (vista-a antes de se levantar da cama, logo de manhã, e mantenha-a ao longo de todo o dia).

2 Aconselhe-se junto do seu médico. Pergunte-lhe a opinião acerca da viagem e siga o seu conselho. Garanta a recomendação de um hospital e de um médico da sua confiança no destino para onde se dirige, em caso de necessidade.

3 Lembre-se de que muitos países se encontram expostos a doenças que não existem em Portugal. Assim, deverá informar-se acerca da eventual toma de vacinas. Saiba que o melhor será vacinar-se antes da gravidez e que mais vale adiar a viagem do que comprometer a saúde do bebé.

4 Não se esqueça de levar consigo todo o historial clínico que tem vindo a construir desde o início da gravidez.

5 Tente perceber se, a nível de saúde, terá direito a um plano de cobertura na cidade para onde está a viajar e se o mesmo se aplica ao seu bebé, caso o parto se verifique antes da data prevista.

O primeiro e o segundo trimestres

Viajar de avião ao longo do primeiro trimestre de gravidez (até às 14 semanas) pode revelar-se incómodo, pois é durante este período que ocorrem os enjoos. É também nesta altura que as futuras mães tendem a sentir-se mais fracas e cansadas.

O segundo trimestre (das 14 às 27 semanas) é, de longe, o melhor período para empreender a sua viagem. Nesta fase, os riscos de ocorrência de um aborto espontâneo são muito menores e aquela sensação de falta de energia já terá desaparecido por completo.

A partir da 36.ª semana.

Quando uma gravidez decorre sem complicações, não há pelo que evitar viajar até à chegada da 36.ª semana, altura em que se desaconselha que o faça. Muitas companhias aéreas exigem atestado médico a partir desta data e, após a 38.ª semana, só poderá viajar em casos especiais e se acompanhada pelo médico.

Caso haja gémeos, as viagens de longo curso são interditas a partir das 32 semanas. Recomenda-se que, a partir das 28 semanas, a grávida se faça acompanhar por uma declaração médica atestando o estado de saúde, e a data prevista do parto.

A TAP permite viagens até às 36 semanas, desde que a gravidez decorra normalmente, sem exigir mais do que esta declaração de concordância do médico da grávida. Após as 36 semanas, uma mulher grávida só poderá viajar com a TAP depois de obter uma autorização junto dos serviços de saúde da companhia ou de um médico que a mesma indique à futura mamã.

Em pleno voo

1 Para se sentir mais confortável, coma algumas bolachas ou qualquer coisa simples antes do embarque. Estará a prevenir enjoos no decorrer do percurso.

2 Reserve os lugares situados mais à frente no avião ou junto das portas de emergência, que são os que dispõem de mais espaço. Assim terá maior facilidade em movimentar-se e acesso mais rápido às casas de banho.

3 Quando colocar o cinto de segurança faça-o abaixo da barriga e nunca sobre ela.

4 Ao longo do voo levante-se várias vezes e caminhe. Há que estimular a circulação sanguínea e que evitar a ocorrência de cãibras. Se ficar sentada durante muito tempo os tornozelos e os pés podem inchar. Tente descalçar-se e pousar os pés a um nível um pouco mais elevado.

5 Faça exercícios durante a viagem para estimular a circulação. (Estique a perna até à ponta dos dedos do pé, rode os tornozelos e repita com a outra perna).

6 Opte por fazer refeições pequenas para evitar ficar enjoada.

7 Dê muita prioridade aos líquidos (especialmente à água), tente beber um litro em cada duas horas de voo. Evite café e chá, bem como as bebidas gasosas. Deste modo equilibra a baixa humidade das cabinas dos aviões e hidrata-se.

8 Para ir descansando o mais possível, solicite um travesseiro e coloque-o na cintura, de modo a evitar a ocorrência de dores nas costas.

Mitos e factos

O medo de andar de avião pode aumentar durante a gravidez, mas a maior parte dos receios não têm qualquer fundamento

Posso passar pelas máquinas de detecção de objectos sem prejudicar o meu bebé?

Sim. Os detectores de metais, que recorrem a um campo electromagnético de baixa frequência, não são considerados perigosos, nem para a futura mãe, nem para o bebé.

A pressão da cabina do avião prejudicial?

Os aviões comerciais obedecem a padrões estandardizados relativamente aos valores de pressão presentes na cabina do avião. Se for uma pessoa saudável, o seu bebé não deverá ressentir-se das condições apresentadas. Se, no entanto, sofrer de uma grande anemia ou se tiver qualquer problema de saúde, é possível que tenha dificuldade em adaptar-se ao voo, pelo que deverá considerar evitar a viagem.

As mudanças de altitude agravam o enjoo matinal?

Possivelmente. Se se dirige para regiões onde as temperaturas são extremas ou onde se verifica uma grande diferença de altitude relativamente ao ponto de onde parte, é possível que se sinta mais afectada. No entanto, assim que o corpo se adapta, tudo regressa ao normal.

Os passageiros dos aviões estão expostos a radiação?

De facto encontramo-nos expostos a radiação, proveniente do Sol e das estrelas, tanto na terra como no ar. Em terra estamos protegidos pela atmosfera, enquanto que, a grandes altitudes, a radiação é mais elevada, mas não o suficiente para prejudicar a saúde humana.

Source: http://www.rotas.xl.pt/1007/100.shtml


*****

Gravidas viagem de aviao

Thinkstock

Segundo o profissional, a recomendação para as gestantes que querem viajar de avião é sentar nas poltronas do corredor, já que as idas ao banheiro são muito mais frequentes. Além disso, em caso de viagens muitos longas, é importante caminhar pelo corredor a cada uma hora para melhorar a circulação sanguínea. “A imobilização prolongada aumenta o risco de trombose nas pernas”, alerta.

Vale lembrar também que algumas companhias aéreas exigem autorização médica para grávidas viajarem. especialmente a partir do sétimo mês de gestação. Por isso é importante programar-se com atencedência.

Thinkstock

Para viagens na estrada, o ideal é fazer uma pausa a cada uma ou duas horas para caminhar e ir ao banheiro.

Source: http://www.bolsademulher.com/bebe/8466/ate-quantos-meses-gravida-pode-viajar-de-carro-aviao-e-mais

13.11.2018

New

31 2015 mar

Passagens para rio de janeiro

Passagens para rio de janeiro Passagem de фnibus no Rio de Janeiro Encontre aqui as passagem de фnibus no Rio de Janeiro com...

02 2015 abr

Pacotes de viagens para disney world

Pacotes de viagens para disney world Para duas pessoas: Eu, com 14 ou 15 anos, e minha...

21 2014 feb

Voos sata

Voos sata SATA International O Serviço Açoriano de Transporte Aéreos EP(SATA) é uma empresa aérea dos Açores que engloba as empresas SATA Air Açores...

Popular on-line

Contato trip linhas aereas

Contato trip linhas aereasUma das principais companhias aéreas do Brasil, a TRIP Linhas Aéreas foi fundada em 1998, conta com 87 destinos em todas ... Saber mais...

Voos baratos de madrugada

Voos baratos de madrugadaHome / Passagens Aéreas Promocionais / Viajar de Madrugada é Alternativa para Vôos BaratosQuer viajar de avião, mas acha que os ... Saber mais...

Rap10 passagens aereas

Rap10 passagens aereasA internet tem facilitado à vida das pessoas nas diferentes áreas do comercio e uma das facilidades que ela disponibiliza é a ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros