Horas de viagem de avião

Horas de viagem de avião

Skylon: avião deve voar a mais de cinco vezes a velocidade do som

São Paulo – Uma empresa britânica está desenvolvendo uma nova tecnologia que promete revolucionar as viagens aéreas (principalmente as espaciais). De acordo com a Reaction Engines. seus aviões serão capazes de viajar a qualquer lugar do mundo em apenas quatro horas. Além disso, a empresa afirma que com a tecnologia será possível fazer voos espaciais com custo mais baixo do que é possível hoje.

Isso será graças a uma tecnologia que a Reaction Engines batizou de Sabre em suas turbinas. Com ela,  aviões deve ser capaz de atingir velocidade Mach 5,5, ou seja, viajará a mais de cinco vezes a velocidade do som – o equivalente a 6,7 mil quilômetros por hora.

Em um vídeo (no final deste texto, em inglês), o engenheiro chefe da empresa, Alan Bond, explica o que permite o Skylon (o avião da empresa) atingir essa velocidade. Basicamente, o grande trunfo é a capacidade de resfriar o ar.

Mais de 1,250 toneladas de ar atmosférico são capturadas pelas turbinas do Skylon enquanto ele voa. Com a tecnologia "precooler", o ar dentro das turbinas é esfriado de uma temperatura de mil graus Celsius para -150 graus. Isso permite que o sistema funcione com um poder muito mais alto do que acontece hoje sem que a turbina sofra com altas temperaturas.

Com isso, uma velocidade muito mais alta pode ser alcançada. A empresa afirma que isso possibilitaria viajar entre pontos distantes do planeta em apenas quatro horas.

Inicialmente a empresa trabalha com a turbina em um avião não tripulado para transporte de cargas espaciais. Uma versão do avião para transporte de passageiros está em desenvolvimento.

Uma parceria com a Agência Espacial Europeia está trabalhando para deixar a tecnologia economicamente viável. Por enquanto, eles trabalham com um jato com capacidade para 300 passageiros. De acordo com a empresa, um número menor deixaria o projeto inviável por conta do preço por passageiro.

O Skylon e sua tecnologia ainda estão em desenvolvimento e testes. A previsão é que eles possam ser usados comercialmente a partir de 2019.

Veja um vídeo do engenheiro chefe explicando a tecnologia (em inglês):

Source: http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/conheca-o-aviao-que-viajara-a-qualquer-lugar-em-quatro-horas


*****

Horas de viagem de avião

23/12/2014 | 21h32

Passageiros se concentraram em frente ao balcão da companhia norte-americana após o retorno do avião Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

As reclamações de passageiros sobre o voo 203 da American Airlines que teve de voltar a Porto Alegre 45 minutos depois de decolar rumo a Miami (EUA), nesta terça-feira, começaram na viagem anterior, quando ele veio da Flórida para o Brasil. Durante 15 horas, os passageiros ficaram aguardando pela decolagem — marcada para as 9h45min de segunda-feira —, em meio a trocas de tripulantes da aeronave. A jornalista Viviane Bertol relatou a confusão:

— O avião estava na pista de decolagem e teve de voltar para o embarque duas vezes. O comandante do voo pediu para substituírem a aeronave e foi negado. Depois trocaram o piloto e novamente, antes de partirmos, houve outra troca de tripulação. No total, foram três pilotos até finalmente voarmos para Curitiba e depois para Porto Alegre. Foram horas de espera e medo. Teve gente chorando. Foi um pesadelo — contou por telefone, enquanto se deslocava do aeroporto Salgado Filho para a sua cidade, São Gabriel.

Primeiro voo direto entre Porto Alegre e Miami sai com atraso de 41 minutos

A partida de Miami atrasou e causou efeito cascata na rota para Curitiba e, na sequência, para Porto Alegre. A saída da capital paranaense era para ter ocorrido às 22h40min de segunda-feira, mas se deu somente ao meio-dia desta terça-feira. De Porto Alegre, originalmente sairia à 1h20min desta terça, mas, após várias remarcações de horário, decolou próximo das 15h para retornar às 15h50min ao Salgado Filho, devido a problemas de manutenção não detalhados pela companhia aérea.

Princípio de incêndio atinge loja da American Airlines no aeroporto de Porto Alegre

Um dos passageiros, o médico de Curitiba Maikel Comazzetto, disse que todo o planejamento de três meses da família se estragou. No final da tarde, eles ainda não haviam obtido informações da Infraero nem da American Airlines sobre se poderiam embarcar em um novo voo.

A encarregada de produção Juliana Garcia da Silva, 28 anos, viajaria para Miami com a irmã Vanessa, 14 anos. Seria uma viagem em comemoração aos 15 anos de Vanessa, que se completarão em fevereiro. Perderam o primeiro dia na cidade norte-americana, o que inclui R$ 600 em um hotel, um passeio no Magic Kingdom da Disney e um almoço no restaurante da Cinderela que valia R$ 300. Juliana contou o que sentiu dentro do avião quando ele aterrissou, carregado do combustível que gastaria ao longo do percurso e que pesou na hora da aterrissagem:

— A sensação na volta foi de que a velocidade era muito alta. Parecia que estávamos sendo sugados a vácuo, achamos que não ia parar nunca. Fomos até o fim da pista, e lá já estavam os caminhões de bombeiro tocando água no piso.

American Airlines é condenada por humilhar passageiro dentro de avião

Ariane Stahelin, 29 anos, viajaria com o marido, a filha de seis meses, o filho de cinco anos, dois irmãos e três sobrinhas. Passariam o Natal em Miami e depois seguiriam para Orlando para ficar até o Ano-Novo. A família recebeu um jantar improvisado na noite de segunda-feira, um café da manhã também de improviso nesta terça e não ganharam almoço.

— O que todo mundo passou, eu passei com um bebê no colo — lamentou Ariane, que reagendou o voo para Guarulhos (SP).

Ariane: "O que todo mundo passou, eu passei com um bebê no colo"

Foto: Bruna Scirea

Em nota, a empresa apontou ter havido um problema de manutenção em Porto Alegre, e não abordou as falhas ocorridas já em Miami. No início da noite desta terça-feira, a American Airlines garantiu hospedagem para alguns passageiros do voo 203. Outra parte conseguiu lugar no voo seguinte da companhia para Miami, no início da madrugada de quarta-feira. Por fim, a mudança de roteiro foi a alternativa para um terceiro grupo, que partiu em direção a São Paulo ou Argentina para, desses locais, tomar o rumo da Flórida.

Contatada por Zero Hora, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) respondeu por e-mail que "foi informada do ocorrido e está monitorando por meio de inspetores a assistência aos passageiros prestada pela empresa, além de acompanhar os relatórios sobre as manutenções realizadas na aeronave, para que ela volte às operações mantendo o padrão de segurança operacional internacional". Apesar de dizer que estava acompanhando a situação, por volta das 20h, a sala da Anac no aeroporto estava trancada, enquanto dezenas de passageiros ainda aguardavam pela resolução do impasse. Atendentes do balcão de informações da Infraero também tentaram contato com funcionários da agência, mas não tiveram resposta.

Quanto a "questões envolvendo a renovação da frota da empresa devem ser encaminhadas à própria empresa e à FAA", completou a Anac, referindo-se à Federal Aviation Administration (FAA), a agência reguladora dos EUA responsável pela certificação das companhias aéreas.

Os problemas no voo 203 repercutiram nas redes sociais, nas quais internautas relataram que as dificuldades são constantes na rota. Em janeiro deste ano, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, já havia postado reclamação semelhante no Twitter .

A American Airlines divulgou uma nota oficial sobre o ocorrido. Confira abaixo:

O voo American Airlines 203 de Porto Alegre para Miami, operado por um Boeing 767-300 com 185 passageiros e 11 tripulantes, retornou para Porto Alegre após a decolagem devido a um problema de manutenção. O voo pousou às 15h50 (horário local) e está sendo analisado pela equipe de manutenção. A companhia lamenta o ocorrido e os transtornos causados aos passageiros, mas a segurança é a nossa prioridade.

Leia as últimas notícias da Zero Hora

Avião da American Airlines na pista do Salgado Filho, minutos depois de tentar voar para Miami

Foto: Carlos Macedo

Source: http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2014/12/problemas-com-aviao-da-american-airlines-comecaram-ja-na-viagem-anterior-4669391.html


*****

Horas de viagem de avião

Postado por Juliana Puggina

Janeiro é mês de férias e muita gente vai aproveitar para viajar e passear. Por causa disso, algumas pessoas me perguntaram a respeito do risco de ter uma trombose durante as viagens de avião. Será que é possível morrer por conta de uma viagem mesmo que o avião não caia? Para responder essas dúvidas elaborei este post baseado nos principais artigos científicos disponíveis sobre o tema.

A crença de que as viagens de avião podem causar trombose venosa profunda, embolia pulmonar e até a morte é decorrente do fato de que em viagens de muitas horas, ficamos muito tempo sentados, sem mexer as pernas. Essa imobilidade prejudica o retorno do sangue venoso dos pés e pernas de volta para o coração. Como eu expliquei no artigo "Trombose venosa profunda: saiba como prevenir e tratar este problema ", quando a velocidade do sangue diminui dentro das veias pode haver a formação de um coágulo de sangue. Esse coágulo leva a um entupimento da veia. Esse entupimento é o que os médicos chamam de trombose.

A trombose causa inchaço, dor e endurecimento da perna afetada. Porém, o problema pode ir além da perna. Um fragmento desse coágulo formado pode se soltar e ir parar nos pulmões. Nesse caso, temos uma condição chamada embolia pulmonar, que pode levar desde uma discreta dor e dificuldade ao respirar até a morte súbita.

Mas será que as horas que passamos sentados na poltrona do avião são suficientes para a formação desses coágulos?

Um estudo realizado com 8755 funcionários de companhias aéreas que trabalhavam em aeronaves observou, após 8 semanas de seguimento correspondendo a 102.429 horas de vôo, apenas 22 casos de trombose foram diagnosticados. Essa frequência é muito próxima à encontrada em pessoas que não trabalham no ar. (saiba mais sobre esta pesquisa clicando aqui )

Um outro estudo que analisou os resultados de outras 25 pesquisas realizadas anteriormente mostrou que para pessoas normais, de baixo risco para trombose, a chance de ter um evento como este após uma viagem de avião é de 0,1 a 2,66 por milhão de viagens. Ou seja: o risco é muito baixo.

Porém, para as pessoas que tem fatores de risco para trombose, essa chance aumenta e muito: chega a 2,8% (1000 vezes maior), em vôos com duração de mais de 10 horas.

Esse estudo também observou que, quanto mais longa a viagem, maior o risco de ter trombose. O risco aumenta especialmente nas viagens acima de 8 horas. (leia o estudo na íntegra clicando aqui )

Mas quem são as pessoas que têm mais risco de ter trombose e devem tomar mais cuidado nas viagens longas?

- Pessoas que têm câncer (em tratamento ou não)

- Pessoas com mobilidade limitada: cadeirantes, deficientes físicos, idosos com demência

- Obesos

- Fumantes

- Gestantes e mulheres que acabaram de ter filhos (puérperas)

- Pessoas com varizes de grosso calibre

- Pessoas que realizaram cirurgia recentemente (principalmente se foi de grande porte)

- Pessoas com problemas nos fatores de coagulação (trombofilias)

Essas pessoas precisam ter atitudes durante as viagens longas para evitar que tenham uma trombose.

Aquele mesmo estudo que comentei acima, verificou que o uso de meias elásticas de compressão foi benéfico para a prevenção do problema. Em 1237 pessoas que utilizaram a meia elástica houve 2 casos de trombose (0,2%). Já nos outros 1.245 que não usaram nada, foram encontradas 46 tromboses venosas (3,7%).

Portanto, para quem tem algum dos fatores de risco que eu citei acima vale a pena agir para diminuir o risco de ter uma trombose durante uma viagem de avião.

Previna-se da trombose em viagens longas

- Use meias elásticas de compressão

- Hidrate-se: tome muita água e evite as bebidas alcoólicas durante a viagem

- Mexa-se, não permaneça muito tempo sentado: a cada 30 minutos levante-se, ande pelo corredor, vá ao banheiro.

- Faça exercícios com os pés enquanto tiver sentado: movimente o pé para cima e para baixo para movimentar os músculos da panturrilha e mandar o sangue de volta para o coração!

- Evite calmantes e medicamentos para dormir: eles podem fazer com que você fique imóvel por muito tempo!

Se voce já teve trombose, tromboembolismo pulmonar ou sabe que tem um problema da coagulação (trombofilia), converse com seu médico. Nesses casos há indicação de tomar medicação anticoagulante como prevenção a uma nova trombose (especialmente se a viagem é mais longa do que 8 horas).

Tudo isso que falei também vale para viagens longas de carro, ônibus, trem, barco e outros meios de transporte. Toda vez que ficamos muito tempo sentados e parados, o risco de ter uma trombose aumenta!

Source: http://www.pernaspraquetequero.com/2014/01/viagem-de-aviao-trombose.html

21.11.2018

New

31 2015 mar

Compania aerea azul

Compania aerea azul...

02 2015 abr

Companhias aeras

Companhias aeras Destinos populares em Portugal Aeroporto em Portugal Empresas de aluguer de automóveis 296 Rentacar Aluguer de Carro em Portugal Auto Turistica...

21 2014 feb

Passagema aerea

Passagema aerea Passagem de Aviгo para Chapecу Quer encontrar preзos de passagens para o Rio Grande do Sul? Dispomos de passagens aereas nacionais em promoзгo, saindo de...

Popular on-line

Voos baratos de madrugada

Voos baratos de madrugadaHome / Passagens Aéreas Promocionais / Viajar de Madrugada é Alternativa para Vôos ... Saber mais...

As melhores ofertas de voos baratos de todas as companhias aéreas e também low cost estão aqui

Actualmente para qualquer potencial viajante, passou a existir uma possibilidade de adquirir passagens aéreas para qualquer ... Saber mais...

Imprimir bilhete electronico tap

Imprimir bilhete electronico tapTAP e CP unem forças e oferecem descontos aos passageirosFoi baptizado de “Rail ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros