Empresas aereas rj

Empresas aereas rj

04/11/2013 - 20h11

Akemi Nitahara

Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Os valores das passagens aéreas para o período da Copa do Mundo de 2014 levaram o Procon do Rio de Janeiro a ingressar com uma ação coletiva na Justiça Federal contra as empresas TAM, Gol, Azul e Avianca/OceanAir por prática de preços abusivos, além da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) pela falta de fiscalização e coibir a cobrança. O assessor jurídico do Procon-RJ, Rafael Couto, explica que, por ser um serviço público concedido, as companhias não podem praticar preços de mercado conforme a demanda, como ocorre com as diárias de hotéis nos períodos de grande procura.

“Os hotéis são um setor privado, as companhias aéreas funcionam no mercado através de uma concessão, o transporte aéreo é um serviço público. Quem outorga a concessão é a agência reguladora, que seria a Anac, então um serviço público não pode ficar refém da lei da oferta e da demanda, não é assim que funciona para as concessões de serviços públicos”, alegou.

Na ação, o Procon-RJ pede a devolução do dinheiro pago para quem já comprou a passagem a preços abusivos e multa diária no valor de R$ 50 mil para a Anac, caso a agência reguladora não fiscalize as empresas ou deixe de aplicar multas em decorrência dos preços abusivos.

A Agência Brasil fez hoje (4) uma pesquisa de preços nos sites das empresas, citadas na ação, no trecho São Paulo (Aeroporto de Congonhas) para o Rio de Janeiro (Aeroporto Santos Dumont), no dia 10 de maio, um mês antes do início da Copa do Mundo 2014; e no 12 de julho, véspera da final da Copa.

Na companhia Gol, a passagem sai a partir de R$ 103,90, no dia 10 de maio, e sobe para R$ 816,90, no dia 12 de julho, ambas na tarifa básica. Na TAM, o valor varia de R$ 85 para R$ 845. Pela Avianca, o preço passa de R$ 83 para R$ 799. A Azul não opera o mesmo trecho, mas o valor para os mesmos dias saindo do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos - Governador André Franco Montoro, o valor passa de R$ 124,90, em maio, para R$ 959,90, em julho.

Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que as passagens aéreas subiram 131,5% (acima da inflação) de 2005 a 2012. Já a Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear) sustenta que o preço médio da passagem caiu de R$ 575,47 para R$ 294,83 no período analisado.

A Abear, que representa as companhias citadas na ação, informou, em nota, que na última quinta-feira (31), em Brasília, representantes do Ministério da Justiça, das companhias aéreas, da Secretaria de Aviação Civil e da Anac se reuniram para definir “procedimentos para ajustar a oferta de assentos à demanda por transporte aéreo para a Copa do Mundo de 2014.”

De acordo com a entidade, a oferta atual de passagens para o período do campeonato está com distorções, já que “a malha aérea desenhada para atender às necessidades dos passageiros durante o Mundial poderá ser definida a partir do sorteio dos grupos para a competição, no início de dezembro, e os bilhetes deverão estar disponíveis para aquisição a partir de janeiro do próximo ano”.

A Anac informou que ainda não foi notificada sobre a ação movida pelo Procon, e só irá se pronunciar após o recebimento da notificação. Em nota, a agência diz que está trabalhando com as empresas para adequar a malha aérea à oferta e à demanda prevista para as cidades-sede da Copa, o que só poderá ser definido após o sorteio dos grupos que jogarão em cada cidade. “A flexibilização da malha impacta em uma maior oferta de voos e, consequentemente, deve contribuir para conter a alta no preço das passagens ofertadas que tende a ocorrer em qualquer setor em períodos de alta demanda”, diz.

Segundo a agência, um comitê interministerial foi criado para “acompanhamento dos preços, tarifas e a qualidade dos serviços oferecidos por diversos segmentos durante a Copa” e que os preços das passagens para o evento serão monitorados pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), ligado ao Ministério da Justiça.

Edição: Carolina Pimentel

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil

Source: http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/agenciabrasil/noticia/2013-11-04/procon-rj-entra-com-acao-contra-empresas-aereas-por-precos-abusivos-na-copa

04.12.2021

New

31 2015 mar

Agencia de viagens submarino

Agencia de viagens submarino Sites são obrigados a prestar informações claras sobre tarifas, diz Ministério Público Ministério Público de SP quer que as...

02 2015 abr

Promoção de passagens aereas 2012

Promoção de passagens aereas 2012 Postado em 2 de setembro de 2014 por Viagem em Pauta em Novidades // 0 Comentários O órgão de promoção...

21 2014 feb

Um voo

Um voo Por: Redação / VC | 30 de Janeiro às 20:35 O piloto de um voo da...

Popular on-line

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas ... Saber mais...

Agencia de viagens tagus

Agencia de viagens tagusCompre as viagens da sua empresa com condições preferenciais.A agência de viagens Tagus, em parceria ... Saber mais...

Site com passagens baratas

Site com passagens baratasAqui na Europa existem várias companhias aéreas como a Gol no Brasil, elas são ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros