Pesquisar preços

Pesquisar preços

Cautelas que devem ser adotadas na realização de pesquisa de preços baseada em contratos de outros órgãos

Entre os obstáculos ao cumprimento do dever de efetuar ampla pesquisa de preços para realizar a contratação, a dificuldade de utilizar um método que seja seguro o suficiente para demonstrar o preço praticado pelo mercado é um dos mais recorrentes. Uma metodologia frequentemente utilizada é a observância de preços praticados por outros órgãos, a qual já é prevista no inc. V do art. 15 da Lei nº 8.666/93, in verbis :

Art. 15. As compras, sempre que possível, deverão:

Ainda que a técnica seja eficaz para a pesquisa, é imprescindível que sejam observados apenas preços praticados em datas recentes. uma vez que um grande lapso temporal impossibilita o cotejo em razão da inflação, da dinâmica de mercado, do contexto social e da evolução tecnológica, fatores estes que modificam consideravelmente os valores dos serviços e bens de consumo. Neste sentido, dispõe a Instrução Normativa 05/2014, da SLTI do MPOG, em seu artigo 2º, inciso III:

Source: http://www.zenite.blog.br/tag/pesquisa-de-precos/


*****

Pesquisar preços

Claro que todos queremos economizar na hora de comprar um produto, seja pela internet ou em uma loja física. E para isso você precisa colocar a mão na massa e pesquisar preços em diversos sites/lojas. Graças a demanda existem diversos sites que nos auxiliam nessa busca, comparando automaticamente os preços em centenas de lojas, e assim com apenas alguns cliques você descobrirá os melhores preços para determinado produto. Conheça essa lista compreensiva dos melhores comparadores de preço online:

Está em primeiro pois o Shop Mania não só compara os preços como também produtos. Uma funcionalidade muito rica que lhe permite comparar cada aspecto de determinado produto. Isso é fundamental para a decisão correta do seu produto certo para suas necessidades. Veja um exemplo comparando especificações técnicas do iPhone 4 e o iPhone 4S .

Com certeza um dos mais famosos sites de comparação de preço e mais antigo no mercado é o Buscapé. Iniciou suas atividades em 1999 e em 2005 se juntou ao seu maior competidor, Bondfaro. Com investimentos de grandes empresas se tornou o maior serviço de pesquisa de preços do Brasil.

Um ano depois do lançamento do Buscapé em 2000, surgiu o Zoom, também um serviço de comparação de preços lançado pelo Globo.com. Entre seus fundadores estão pessoas envolvidas na criação do Bondfaro e Buscapé. Hoje faz parte da Mosaico Internet, holding que controla diversos outros sites, inclusive o comparador de preços de passagens aéreas e hotéis, Mundi. Um diferencial quanto ao Buscapé são os “vídeos”, “análise” (review) e possibilidade de “comentários” na página do produto.

A gigante das busca com certeza não iria ficar de fora de um mercado tão disputado e conveniente, já que seu principal serviço é de ser um “buscador”. Lançado a pouco tempo no Brasil, o Google Shopping não cobra dos lojistas a inserção de produtos em sua base de dados, o que aumenta e muito a quantidade e variedade de produtos na pesquisa.

Criada 1 ano depois do Buscapé, em 2000 por dois irmãos com experiência de mercado. No começo de 2012 teve sua marca revitalizada. Não conta com nenhuma funcionalidade diferente de outros sites de comparação de preços, porém sua equipe firma parcerias exclusivas com lojas para oferecer alguns produtos com um desconto muito maior que encontrados em outros sites. A empresa por trás, DND, também lançou o site de namoro online TeProcurando. um dos maiores do Brasil.

Empresa surgiu em 2005, mas somente em 2006 com um aporte financeiro, iniciou suas atividades. Em 2007 foi vendida para Ideiasnet, uma empresa de capital aberto que possui diversos investimentos em sites grandes como iMusica (venda de mp3 online), MoIP (pagamentos online), NetMovies (locadora filmes online), entre outras.

Já consolidada nos EUA pelo nome de PriceGrabber.com desde 1999, entrou no mercado brasileiro a pouco tempo. Talvez possa ser considerado um dos maiores sites de pesquisa de preço do mundo, mas sua versão brasileira ainda peca por não possuir muitas lojas nacionais e misturar resultados em inglês nos resultados de pesquisa.

Existem diversos outros comparadores de preços no mercado. Porém nos preocupamos em trazer informações dos melhores.

Por favor deixe nos comentários suas opiniões dos que você tem usado ou uma dica com outro site que vale a pena estar nessa lista.

Buscas de dicas:

  • sites de pesquisa de preços
  • sites de busca de precos
  • site de pesquisa de preços
  • sites de comparação de preços
  • yhs-001
  • sites com melhores precos no mundo
  • site de pqsquisa preço
  • site de comparação de preços estados unidos
  • melhor sites EUA de busca de Hoteis
  • sites de pesquisa de prwçis

Source: http://www.dicazine.com.br/comparacao-de-precos-melhores-sites-pesquisa


*****

Pesquisar preços

Pesquisa de preços de acordo com a orientação do TCU

As contratações públicas, sejam decorrentes de procedimento licitatório ou de contratação direta, devem ser precedidas de pesquisa de preços. Tanto a Lei nº 8.666/93 (art. 7º, § 2º, inc. II e 40, § 2º, inc. II) quanto a Lei nº 10.520/02 (art. 3º, inc. III) exigem a elaboração do orçamento estimado para a identificação precisa dos valores praticados no mercado para objeto similar ao pretendido pela Administração.

Todavia, nenhum desses diplomas legais determina como deve ser realizada essa estimativa, razão pela qual, a Administração, habitualmente, se vale de três orçamentos solicitados a fornecedores que atuam no ramo da contratação. Essa prática decorre da praxe administrativa e da orientação consolidada por alguns órgãos de controle.

Inclusive, o TCU, em diversas oportunidades, defendeu a utilização da cotação junto ao mercado como forma preferencial de pesquisa destinada à definir o orçamento estimado, conforme se denota do Acórdão nº 3.026/2010 – Plenário, cujo Voto consignou que “a jurisprudência do TCU é no sentido de que antes da fase externa da licitação há que se fazer pesquisa de preço para que se obtenha, no mínimo, três orçamentos de fornecedores distintos (Acórdão nº 4.013/2008-TCU-Plenário, Acórdão nº 1.547/2007-TCU-Plenário)”. [1]

Todavia, em 2013, a orientação da Corte de Contas federal pareceu seguir outro rumo. No Acórdão nº 868/2013 – Plenário[2]. o min. relator concluiu que “para a estimativa do preço a ser contratado, é necessário consultar as fontes de pesquisa que sejam capazes de representar o mercado.” Ou seja, o decisium reconheceu, em certa medida, a insuficiência da pesquisa de preços realizada, unicamente, com base nos orçamentos fornecidos pela iniciativa privada.

Na mesma ocasião, o relator indicou alguns exemplos de fontes alternativas de pesquisa, se valendo do Voto proferido no Acórdão nº 2.170/2007 – Plenário: “Esse conjunto de preços ao qual me referi como ‘cesta de preços aceitáveis’ pode ser oriundo, por exemplo, de pesquisas junto a fornecedores, valores adjudicados em licitações de órgãos públicos – inclusos aqueles constantes no Comprasnet -, valores registrados em atas de SRP, entre outras fontes disponíveis tanto para os gestores como para os órgãos de controle – a exemplo de compras/contratações realizadas por corporações privadas em condições idênticas ou semelhantes àquelas da Administração Pública -, desde que, com relação a qualquer das fontes utilizadas, sejam expurgados os valores que, manifestamente, não representem a realidade do mercado”.

Tal decisão demonstra a tendência da Corte de Contas em adotar posicionamento análogo ao defendido pela Zênite já há algum tempo, segundo o qual a análise da adequação dos valores considerados em vista da realidade de mercado e a ampliação/diversificação das fontes das informações coletadas são fatores imprescindíveis para a qualidade da pesquisa de preços.

Não é demais reforçar, a melhor forma de realizar a estimativa de preços por ocasião da instauração de procedimento licitatório é pela realização de pesquisa de mercado que priorize a qualidade e a diversidade das fontes. Ao que tudo indica, o TCU parece ter alcançado esse raciocínio.

Sobre o assunto, vale conferir outros posts divulgados aqui no Blog da Zênite:

[1] TCU, Acórdão nº 3.026/2010 – Plenário, Rel. Min. Raimundo Carreiro, j. em 10.11.2010.

Source: http://www.zenite.blog.br/pesquisa-de-precos-de-acordo-com-a-orientacao-do-tcu/


*****

Pesquisar preços

» Caso procure por motos ou caminhões, altere o combo de seleção veículo .

» Se seu intuito é encontrar exclusivamente anuncios com foto, selecione a opção Apenas carros com fotos .

» Se desejar pesquisar apenas carros 0km, marque a caixa Apenas carros novos. Os carros usados não serão exibidos no resultado da pesquisa.

» É possível encontrar veículos dentro de uma faixa de ano, ou ainda informar apenas o menor ou maior ano a ser pequisado. O mesmo procedimento pode ser utilizado para indicar a faixa de preço do veículo.

» Marca, combustível, faixa de cilindrada também podem ser informados, além da seleção de determinados acessórios.

» Caso procure por veículos com números no nome, e não encontre nenhum resultado, pesquise novamente com uma nova grafia (ex: L200 / L-200 / L 200; F1000 / F-1000/ F 1000).

» Para encontrar veículos com as características desejadas, preencha a maior quantidade de campos possíveis.

» Faça sua pesquisa utilizando nossas ferramentas de filtro, ordenação e favoritos, e escolha o veículo que deseja comprar. Porém, desconfie de preços muito abaixo da média do mercado.

» Após encontrar o veículo desejado, faça contato telefônico ou envie uma proposta para a loja no intuito de confirmar as características anunciadas e as formas de pagamento. Agende uma visita e guarde todos os registros da negociação.

» Escolha preferencialmente horários diurnos para avaliar o veículo, pois a maior luminosidade facilita a detecção de eventuais problemas. Se necessário, solicite auxílio a um mecânico de sua confiança durante a avaliação.

» Certifique-se junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) possíveis multas, alienação ou bloqueios administrativos. Antes de fechar negócio, verifique os comprovantes de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e de seguro obrigatório (DPVAT).

Source: http://www.meucarango.com/carro.asp?pg=pesquisa.asp

26.09.2020

New

31 2015 mar

As melhores viagens de finalistas!

Portal viagens Promoções As melhores viagens de finalistas! Procuras ideias e dicas para a tua viagem de finalistas. As Pousadas de Juventude têm a solução para o teu problema! Sair...

02 2015 abr

Oceanair passagens aereas

Oceanair passagens aereas A OceanAir está vendendo passagens aéreas com preços excelentes em muitos trechos e ainda está parcelando em 12 vezes sem juros...

21 2014 feb

Pacotes de viagem portugal

Pacotes de viagem portugal Buscar voo + hotel Passeie pelas ruas de pedra, escute as canções emocionantes dos músicos...

Popular on-line

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas a bordo. Os integrantes ... Saber mais...

Booking voos

Booking voosA companhia aérea low cost Ryanair e o portal de reservas de hotéis Booking.com acabam de anunciar uma grande campanha ... Saber mais...

Imprimir bilhete electronico tap

Imprimir bilhete electronico tapTAP e CP unem forças e oferecem descontos aos passageirosFoi baptizado de “Rail & Fly Portugal” e celebra ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros