Preços na suiça

Preços na suiça

Muita gente andou enviando emails pedindo, então aqui segue um postzinho, no estilo Rachel Verano. com os principais preços das coisas na Suíça – lembrando que 1 euro equivale a aproximadamente 1,40 francos suíços, simbolizados por CHF.

Garrafinha d´agua – CHF 2,50

Refri – CHF 4,50

Cerveja – CHF 4 a 7

Taça de vinho – CHF 7 a 10,00

Hamburguer no McDonalds – CHF 2,50

Fatia de quiche ou pizza em N locais -  CHF 5 a CHF 7

Um bom jantar no Carlton, em Zurique – CHF 50 (por pessoa)

Zurich Card  (transporte ilimitado, passeio de barco, entradas nos museus e outros descontos)  – CHF 19 (24h) ou 36 (72h)

Viagem avulsa em tram em Zurique – CHF 4,00

Passeio de barco avulso pelo lago em Zurique – CHF 8

Passagem de trem Zurique – Engelberg – CHF 34

Passagem de trem Zurique – Interlaken  – CHF 47 (via Lucerna) ou 66 (via Berna)

Passagem de trem Interlaken – Jungfraujoch – CHF 78

Passe de seis dias pela Jungfraujochbahn, com viagens ilimitadas – CHF 125

Passe de um dia no monte Titlis – CHF 82 (ou CHF 94 incluindo a Iceflier)

Excursão de um dia inteiro no Titlis, saindo de Zurique – CHF 150

Excursão de um dia inteiro em Jungfraujoch, saindo de Zurique – CHF 199

Source: http://viajeaqui.abril.com.br/blog/saia-pelo-mundo/2009/09/suica-o-preco-das-coisas/


*****

Preços na suiça

Preços e Custos de Vida: Salários

Este é o primeiro de alguns posts relacionados com o custo de vida na Suíça. Para tal, vamos começar pelos os salários e vamos utilizar o salário médio do país.

(consideremos uma taxa de conversão para euros de 0.6321)

1. Salário Médio Suíço (para um trabalho por conta de outrém):

Bruto anual: 70 000 CHF (44 267.4 Euros)

Bruto mensal: 5 833 CHF (3 689 Euros)

2. Bónus ou Décimo Terceiro Mês (valor bruto):

desde 3 500 CHF (2 212.35 Euros) até 7 000 CHF (4 424.7 Euros)

Pago em conjunto com o salário de Dezembro. O valor oscila em média dos 5% aos 10% do salário anual bruto e reflecte a avaliação anual do nosso trabalho. Atenção que o bónus não é obrigatório (cabe aos empregadores decidir se o querem pagar ou não, embora seja prática comum. Nos casos em que isso acontece, o direito ao bónus deve estar definido no contracto de emprego) e tal como o salário também está sujeito a descontos e impostos. O bónus não é considerado nos cálculos que se seguem.

3. Descontos, Impostos e Seguros:

3.1.Deduções para SEGUROS/IMPOSTOS OBRIGATóRIOS (para um trabalhor por conta de outrém):

3.1.1.Primeiro Pilar: contribuição total de 5.05 % -> 294.6 CHF/mês (186 Euros/mês)

Dentro do Primeiro Pilar existem três contribuições. São elas:

AVS - Desconto Federal para a pensão de velhice: 4.2 % -> 245 CHF/mês (155 Euros).

ADG - Desconto Federal para a pensão de sobrivência: 0.15 % -> 8.75 CHF (5.53 Euros)

(para o agregado familiar dependente do trabalhador, caso este faleça)

AI - Desconto Federal para pensão de invalidez: 0.7 % -> 40.8 CHF (25.8 Euros)

3.1.2. ALV - Desconto Federal para a pensão de Desemprego - 1% -> 58 CHF/mês (37 Euros/mês)

3.1.3. Segundo Pilar: >= 7% e desde 408 CHF/mês (258 euros/mês) até 1050 CHF/mês (664 Euros/mês)

BVG - Desconto para a Previdência profissional. É um seguro que abrange obrigatóriamente apenas as pessoas que trabalhem na Suíça e que possuem um rendimento anual mínimo de 19 350 chf. Este seguro é um seguro de risco contra morte ou invalidez e contribui ainda para a pensão de reforma do trabalhador. A contribuição está dependende da idade do trabalhador. Temos assim:

Idade: 25-34, Contribuição: 7% Valor (CHF): 408, Valor (Euros): 1050

Idade: 35-44, Contribuição: 10,0 % Valor (CHF): 583.3, Valor (Euros): 368.7

Idade: 45-54, Contribuição: 15,0 % Valor (CHF): 875, Valor (Euros): 553

Idade: 55-64, Contribuição: 18,0 % Valor (CHF): 1050, Valor (Euros): 664

3.1.4. Seguro Básico de Saúde (prémium standard): 300 CHF/mês (190 Euros/mês) para adultos e 0 para crianças.

Por lei, todas as pessoas que vivem na Suiça são obrigadas a ter um seguro de saúde e nenhuma companhia de seguros se pode recusar a aceitar o contracto de um seguro básico de saúde embora possam recusar contractos de seguros de saúde opcionais. Num ano e para o prémium standard estão cobertos pela seguradora os custos de consultas, exames, medicamentos e tratamentos hospitalares no cantão de residência do segurado após despesas de 1500 chf (948 Euros) pagos pelo mesmo. Em casos de urgência ou em casos em que os serviços de tratamento só estão disponíveis noutro cantão,os custos são "aceites" também pelo seguro. Os tratamentos e consultas dentárias não são cobertos pelo seguro básico de saúde.

3.1.5. Impostos Federais e do Cantão: oscilam entre um mínimo de 9% e um máximo de 21%. Consideremos a média de 15%.

Temos então: 875 CHF/mês (553 Euros/mês).

Estão dependentes do cantão onde se vive, do salário anual, se se é casado, se o conjugue também trabalha e se têm filhos ou pessoas dependentes.

3.1.6. Sumário das deduções obrigatórias: 33.2 %

Salário Bruto mensal. 5 833 CHF (3 689 Euros)

descontos 1. Pilar. -294.6

descontos 2. Pilar (25-34 anos). -408

descontos de Desemprego. -58

seguro básico de Saúde (1 pessoa): -300

impostos federais e cantonais. -875

TOTAL. 3 897 CHF (2 463 Euros)

3.2.Deduções para SEGUROS/IMPOSTOS OPCIONAIS:

3.2.1. Terceiro Pilar - Desconto para a pensão de reforma que é feito opcionalmente por cada trabalhador.

Esta contribbuição é isenta de impostos e tem um limite de 6300 CHF/ano. É comum a utilização do bónus anual para o Terceiro Pilar.

3.2.2. Impostos Religiosos: oscilam entre 1% e 2% dependendo do cantão de residência.

Consideremos a média: 1.5 % -> 87.4 CHF/mês (55 Euros/mês)

Quando uma pessoa se regista no cantão de residência, é-lhe perguntado se tem ou não religião e se sim, qual é. Isto quer dizer que só as pessoas que estão registadas como tendo uma determinada religião é que pagam mensalmente os impostos religiosos. Na Suíça as Igrejas subsistem com os impostos religiosos uma vez que todas as esmolas que recolhem são encaminhadas para instituições de caridade. Uma pessoa que decidir não pagar os impostos religiosos não é considerado ateu, mas "sem confissão". É uma pessoa que um dia que queira celebrar por exemplo um casamento, 1. comunhão, crisma ou funeral numa Igreja vai ter que pagar. Um serviço que é de graça para quem paga o imposto.

3.2.3. Seguro Dentário:

Uma pessoa só pode fazer um seguro dentário após haver a confirmação por um especialista da área de que a nossa dentição está em bom estado. Ou seja, ou já temos um seguro dentário desde que nascemos ou então há que tratar dos dentes primeiro e só depois é que se pode fazer um seguro.

É comum um tratamento dentário "normal" custar no mínimo entre os 1 000 CHF (632.1 Euros) e os 2 000 CHF (1 264.2 Euros). E enquanto não se tiver um seguro, há que pagar a conta por inteiro ou então fazer os tratamentos dentários em Portugal quando se vai de férias.

3.2.4. Seguros Extra de Saúde:

Todas as companhias de seguros possuem seguros extra de saúde que incluem pacotes que vão desde a medicina alternativa até a pacotes que cobrem o internamento hospitalar em todo o mundo. Dependendo de quantos pacotes são escolhidos e quais, uma pessoa pode pagar entre 150 CHF/mês (95 Euros) a 250 CHF/mês (158 Euros) ou até mais.

Edit (8/04/2008)

Esqueci-me de acrescentar algumas coisas em relação aos impostos.

- Num casal, quando ambos trabalham, os impostos são pagos em relação ao valor da soma total dos dois salários anuais e não taxados cada um por si. O que quer dizer que a não ser que se tenham filhos, esta situação é a que mais impostos paga. Daí que muitos casais aqui só optem pelo casamento quando a família cresce.

- Quem possui imóveis paga também um imposto. E este corresponde ao valor de arrendamento anual do imóvel que é calculado em conjunto pelo município (gemeinde) e pelo cantão. Ou seja, imaginemos que temos (o caso comum) um apartamento cuja renda está avaliada em 1 500 CHF/mês (1 264 Euros/mês). O imposto anual que temos a pagar então é de 18 000 CHF (11 378 Euros).

- Também se pagam impostos relativos à fortuna (capital líquido) de que dispomos. O imposto é cerca de 0.75% (por cada 1000 CHF).

Deduções Nos Impostos

Em geral, todas as despesas relacionadas com:

o trabalho (custos de alimentação e transporte), saúde, educação (quer dos filhos ou própria. Cursos de linguas, formação profissional, música, etc. ), hipotecas (podemos deduzir nos impostos os juros que se pagam das hipotecas, até um máximo de 50 mil CHF, adicionado a algum eventual rendimento que se possa estar a tirar da casa (por exemplo, se esta estiver alugada a alguém) e obras de restauro/melhoramento de imóveis que sejam nossos.

Source: http://swiss-cafe.blogspot.com/2008/03/preos-e-custos-de-vida.html


*****

Preços na suiça

GENEBRA - Os relógios e joias da Cartier vão ficar mais caros na zona do euro após a empresa decidir elevar os preços em 5% para limitar os danos às suas margens de lucro em função da valorização do franco suíço.

Veja Também

Empresas suíças alertaram para uma possível queda das exportações e receitas com turismo depois de o banco central do país ter cancelado o programa que determinava um piso para o câmbio entre o franco suíço e o euro. A medida, que evitava uma supervalorização da divisa local, estipulava um mínimo de 1,20 franco por euro. Com a suspensão, a moeda se valorizou 30%.

— Isso vai colocar pressão significativa nos nossos custos em francos suíços — disse um executivo-sênior do grupo Richemont.

Alguns analistas estimam que cerca de metade dos custos totais do grupo é feita na divisa da Suíça.

PREÇOS PODEM SOFRER MAIS REAJUSTES

A Cartier, marca líder de vendas mundiais de joias e relógios, corresponde a mais de 60% dos lucros do Richemont, do qual fazem parte marcas como a Piaget e a Montblanc.

— Nós vamos aumentar os preços em 5% na zona do euro. Isso se aplica tanto à joalheria quanto aos relógios, mas vamos manter os preços na Suíça estáveis — disse o diretor-executivo da Cartier Stanislas de Quercize durante uma feira de relógios em Genebra nesta terça-feira.

Executivos do Richemont presentes na feira disseram que as marcas de relógios e joias do grupo devem elevar os preços na zona do euro de 5% a 7%.

Source: http://oglobo.globo.com/economia/cartier-vai-aumentar-precos-na-zona-do-euro-apos-valorizacao-do-franco-suico-15103074

20.10.2020

New

31 2015 mar

Corujao passagens aereas

Corujao passagens aereas February 26, 2014 A GOL está preparando para esta noite o Corujão GOL. Das 20 horas desta quarta-feira (26/02) até as 08 horas de...

02 2015 abr

Promocao viagens aereas

Promocao viagens aereas A TAM agora permite que passagens compradas em grupo tenham Site trip TRIPS [ trade-related aspects of intellectual property rights ] News about the TRIPS Council and intellectual property in the WTO,ontos. Para isso disponibilizou um formulário em seu site. Assim,...

21 2014 feb

Site trip

desc...

Popular on-line

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas a bordo. Os integrantes ... Saber mais...

As melhores ofertas de voos baratos de todas as companhias aéreas e também low cost estão aqui

Actualmente para qualquer potencial viajante, passou a existir uma possibilidade de adquirir passagens aéreas para qualquer voo com condições muito atractivas, ... Saber mais...

Bilhete de avião tem iva

Bilhete de avião tem ivaTransfer e EstacionamentoCampanha de PublicidadeComo posso obter um recibo para o meu voo?O seu Itinerário de viagem ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros