Vendas de pacotes turisticos

Vendas de pacotes turisticos

A Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio Grande do Sul estima que a forte elevação do dólar nos últimos meses vai gerar reflexos na venda de pacotes de turismo. De acordo com o presidente da ABAV-RS, Danilo Martins, o aumento no preço ainda não foi calculado, pois as vendas de pacotes para os Estados Unidos, por exemplo, crescem a partir de março. No entanto, Martins acredita que as empresas de viagem sentirão a alteração.

“Começamos em março o período de venda para o verão e, a partir de agora, vamos começar a sentir a variação do câmbio. O pessoal vai ser mais seletivo e procurar melhor antes de fechar o pacote. Não temos dados concretos, mas vamos sentir esta mudança sim”, afirmou.

Conforme Martins, as agências têm aconselhado os interessados em mudar o destino para a Europa, por exemplo, aproveitando uma estabilidade maior do euro. O dólar chegou, nesta sexta-feira, cotado a R$ 3,05, maior patamar dos últimos 10 anos.

Para aqueles passageiros que já fizeram o pacote de viagem e agora precisam comprar a moeda para viajar, o aumento no valor preocupa. O economista da Fundação de Economia e Estatística (FEE) Guilherme Stein destaca que o dólar alto gera problemas para quem vai ou já foi viajar.

“Quem está preparando uma viagem para destinos que utilizam o dólar certamente vai ser prejudicado, pois a pessoa vai ter que refazer as contas. Quem já viajou, mas tem conta para pagar no cartão de crédito também vai ser prejudicado”, diz ele.

Os economistas atribuem a elevação da moeda americana em relação ao real a fatores internos dos Estados Unidos e também ao momento econômico do Brasil.

Source: http://www.radioguaiba.com.br/noticia/elevacao-do-dolar-deve-impactar-na-venda-de-pacotes-de-viagem-para-o-exterior-diz-abav-rs/


*****

Vendas de pacotes turisticos

Reprodução/BankNoteWorld

Viagens aos EUA ficam inviáveis com alta do dólar

Quem está com viagem programada para o exterior no fim do ano e começo de 2015 tem vivido fortes emoções com as altas diárias do preço do dólar, que passou de R$ 2,43 (em 17 de outubro) para R$ 2,60, um mês depois.

A procura neste momento por um pacote internacional ou passagem para o exterior precisa ser feita com mais atenção porque para vender os 30% restantes dessa temporada, segundo dados da Associação Nacional das Agências de Viagens (Abav Nacional), as empresas terão de se desdobrar para oferecer preços e condições atrativas em um cenário de alta da divisa norte-americana.

Com preço na lona, é hora de comprar ações da Petrobras?

“Com a alta do dólar fica impraticável tomar a decisão de ir para o exterior agora. As empresas podem afirmar que seguram o preço do dólar para o cliente, mas podem aumentam o valor do pacote. É preciso atenção redobrada, pois o consumidor não tem valor comparativo e pode, por exemplo, pagar US$ 1,7 mil em um pacote que estava US$ 1,5 mil, mas cuja agência informa que segura o valor do dólar baixo”, alerta Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abef).

O especialista estima que se gaste, em média, 50% a mais do que o planejado em viagens para o exterior, em decorrência da compra do dólar e do pagamento de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que incide sobre transações com cartão no exterior.

Reinaldo Domingos ensina que o primeiro passo é o viajante, a família ou o grupo que vai fazer a viagem colocar no papel quanto vai custar toda a viagem, não apenas passagem aérea e hotel, para evitar um rombo nas contas na volta. "O planejamento deve considerar os custos com alimentação, deslocamentos, entradas em parques, compras. Ainda tem de colocar no orçamento possíveis parcelamentos com vencimento depois da viagem", detalha.

Agências elegem opções para baraterar custos

Alípio Camanzano, diretor da agência online Decolar.com, destaca que nos destinos preferidos dos brasileiros, Santiago foi o único que apresentou queda no preço esse ano. "Já Buenos Aires manteve a média do ano passado. E Orlando, Miami e Nova York apresentaram um aumento médio de 10% em relação ao preço em 2013."

Com a alta dos preços, a Decolar.com volta suas ofertas para produtos nacionais, além de incentivar ainda mais a viagem em baixa temporada e viagens em cruzeiros marítimos, principalmente para a temporada de novembro a abril. "As apostas são destinos como Gramado (RS), Búzios (RJ), Florianópolis (SC) são sem dúvida uma ótima pedida para esse fim de ano. Além dos top destinos, que são Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Fortaleza e Recife", diz Camanzano.

A CVC informou que na sexta-feira (21) a cotação utilizava para conversão de boa parte de seus pacotes internacionais era de R$ 2,26. A justificativa da empresa para conseguir manter o câmbio baixo é fazer reservas em grandes volumes com fornecedores.

“Pelo grande volume negociado, a companhia também consegue manter seus preços estáveis e reverter promoções para o cliente, a exemplo de câmbio reduzido por períodos limitados, e que variam conforme o destino e a cotação de mercado”, informou a assessoria de comunicação da CVC.

Segundo o presidente da Associação Nacional das Agências de Viagens (Abav Nacional), Antonio Azevedo, cerca de 70% dos pacotes para a temporada já foram vendidos (65% nacionais e 35% internacionais), enquanto nessa mesma época em 2013 todos os pacotes já estavam vendidos.

“Neste ano tem ocorrido um certo atraso nas decisões de viagens na expectativa de melhores condições e ofertas, mas com a proximidade das férias as vendas estão melhorando”, afirma.

Azevedo estima que, se houver crescimento em relação ao ano passado, deve ficar em torno de 5%. Em 2013, houve crescimento de 4% na venda de pacotes turísticos para destinos internacionais e de 7% para destinos nacionais.

De acordo com a Abav, os destinos mais procurados no final do ano nacional são: Nordeste em geral, Rio de Janeiro, litoral catarinense (SC), Serras Gaúchas, Foz do Iguaçu (PR), cidades históricas de Minas Gerais. Já para as rotas internacionais, os mais concorridos são: Buenos Aires, Peru, México e Caribe, Nova York, Califórnia, Miami e Orlando (EUA), Europa (Londres, Paris, Roma, Lisboa e Madri) e Turquia.

Crie um antídoto para a alta do dólar

Em primeiro lugar, planeje a viagem e compre passagens e pacotes com antecedência de no mínimo quatro meses. Essa é a recomendação feita pelo educador financeiro Reinaldo Domingos. Mas para quem não conseguiu fazer isso ainda há como remediar.

Veja abaixo dicas do que fazer para evitar estrago no orçamento causado pela alta do dólar:

1) Caso vá viajar em família ou em grupo, eleja a pessoa mais racional para negociar e pesquisar avcotação do dólar entre bancos, casas de câmbios ou gerenciadores de cartões pré-pagos – há grande variação de preço;

2) Com a alta do dólar é preciso trocar destinos internacionais por nacionais para evitar descontrole financeiro;

3) Caso tenha opção de viajar por muitos dias e em grupo, trace um novo roteiro e vá de carro. O custo do deslocamento pode cair em até 100%. Se houver rateio por pessoa, pode ser irrisório perto do valor de uma passagem aérea na alta temporada;

4) Para quem vai viajar sozinho e tem tempo, prefira ônibus; há inúmeras opções de conforto e preços;

5) Desconfie de anúncios que dizem que mantêm o preço do dólar baixo. A solução do varejo repassar os custos pode ser elevar o preço dos pacotes, dos serviços e o consumidor não tem base de comparação;

6) Se puder adiar a viagem para um momento quando a moeda voltar a cair, é mais indicado.

Source: http://economia.ig.com.br/financas/meubolso/2014-11-22/dolar-em-alta-afeta-a-venda-de-pacotes-para-o-exterior-veja-como-aproveitar.html


*****

Vendas de pacotes turisticos

  • Feira da Abav em São Paulo Divulgação

O congresso da Associação Brasileira de Agências de Viagem (ABAV) ocorre entre os dias 24 a 26 de setembro, mas será aberto ao público nos dias 27 e 28 com promoções em pacotes de viagens; clique nas setas desta galeria de fotos para ver as ofertas

  • Mendoza produz quase 80% da produção de vinho da Argentina. A colheita da uva é celebrada com música e desfiles na Festa Nacional da Vindima, em março Thinkstock

    Argentina - Mendoza

    Inclui passagens aéreas de ida e volta; quatro noites de hospedagem no Hotel Alcor 3 com café da manhã; traslados regulares e tour às vinícolas: visita a duas vinícolas com degustação e a uma fábrica de azeite de oliva.

    Preço: US$ 499 por pessoa, em apartamento duplo

    África do Sul (na foto: Cidade do Cabo)

    O pacote inclui passagens aéreas de ida e volta, sete dias de hospedagem e transfer.

    Preço: US$ 400 (períodos out/nov/2014 e março/junho/2015)

    Para quem pretende viajar com tudo planejado nos mínimos detalhes, mas sem gastar rios de dinheiro, vem aí o Feirão ABAV. Neste fim de semana, 27 e 28 de setembro (sábado e domingo), estandes de agências e operadoras integrantes da Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV) recebem visitantes com promoções em pacotes turísticos para viagens nacionais e internacionais no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP).

    Esta será a primeira vez em que o evento - direcionado a profissionais do setor de turismo - será aberto ao público consumidor. A intenção é estimular nos viajantes o consumo de pacotes turísticos promovidos por agências. As ofertas dos pacotes serão exclusivas ao evento.

    E dá-lhe ofertas! O Feirão deve expor mais de 400 destinos nacionais e internacionais em estandes interativos: dentro do Anhembi, será possível andar de caiaque, surfar, praticar arvorismo e até fazer viagens virtuais para os destinos dos sonhos.

    Veja na galeria acima alguns pacotes com descontos que estarão disponíveis durante o evento.

    Feirão de Vendas da 42ª ABAV – Expo Internacional de Turismo

    Quando: 27 e 28 de setembro, das 14h às 20h.

    Onde: Pavilhão de Exposições do Anhembi (avenida Olavo Fontoura, 1.209 – São Paulo)

    Individual: R$ 18

    Até 2 pessoas: R$ 25

    Até 4 pessoas: R$ 35

    Source: http://viajeaqui.abril.com.br/materias/feira-de-turismo-em-sao-paulo-sp-tera-venda-de-pacotes-turisticos-promocionais


    *****

    Vendas de pacotes turisticos

    Ainda não há documentos separados para este tópico.

    TJ-MS - Apelacao Civel AC 15264 MS 2006.015264-4 (TJ-MS)

    Data de publicação: 01/12/2006

    Ementa: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE CRÉDITO E ANULAÇÃO DE TÍTULOS DE CRÉDITO C/C INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS - PRELIMINAR - PRESCRIÇÃO - O DIREITO DE PROMOVER AÇÃO PARA A RECLAMAÇÃO DO SERVIÇO MAL PRESTADO E RESTITUIÇÃO DOS VALORES PAGOS PRESCREVE EM TRINTA DIAS (ARTIGO 26 DO CDC ), MAS O DIREITO DE AÇÃO PARA A PRETENSÃO DE INDENIZAÇÃO PELOS DANOS CAUSADOS EM VIRTUDE DO SERVIÇO POSSUI PRAZO PRESCRICIONAL DE CINCO ANOS - PRELIMINAR AFASTADA - MÉRITO - CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE PACOTE TURÍSTICO PARA O REINO UNIDO - CONSUMIDORA QUE FOI IMPEDIDA DE ENTRAR NO PAÍS PELOS AGENTES ALFANDEGÁRIOS - INEXISTÊNCIA DE DEVER DE INDENIZAR DA EMPRESA DE TURISMO - FALTA DE DEMONSTRAÇÃO DO ATO OMISSIVO OU COMISSIVO DA PRESTADORA DE SERVIÇOS BEM COMO DO NEXO CAUSAL ENTRE O ATO E O DANO - CULPA EXCLUSIVA DA CONSUMIDORA QUE SE DESCUROU EM PROVIDENCIAR AS MEDIDAS NECESSÁRIAS PARA GARANTIR SUA ENTRADA NO PAÍS - EXISTÊNCIA DE EXPRESSA PREVISÃO CONTRATUAL NO SENTIDO DA IRRESPONSABILIDADE DA RECORRIDA - PREQUESTIONAMENTO - DESNECESSIDADE DE MANIFESTAÇÃO EXPRESSA DO ACÓRDÃO SOBRE OS DISPOSITIVOS LEGAIS E CONSTITUCIONAIS DISCUTIDOS - RECURSO CONHECIDO E IMPROVIDO.

    DJSE 17/04/2013 - Pág. 624 - Diário de Justiça do Estado de Sergipe

    RECURSO INOMINADO. CONTRATO DE COMPRA E VENDA. PACOTE TURÍSTICO INTERNACIONAL (TRECHO GUARULHOS-BUENOS. AIRES). AQUISIÇÃO EM SITE DE COMPRA COLETIVA. CANCELAMENTO UNILATERAL DO SERVIÇO POR PARTE DA PRESTADORA.

    DJSE 17/04/2013 - Pág. 631 - Diário de Justiça do Estado de Sergipe

    RECURSO INOMINADO. CONTRATO DE COMPRA E VENDA. PACOTE TURÍSTICO. CRUZEIRO. AQUISIÇÃO EM AGÊNCIA. 6049/SE EMENTA: CONTRATO DE EMPRÉSTIMO. PEDIDO DE EMISSÃO DE BOLETO PARA LIQUIDAÇÃO ANTECIPADA

    TJ-PR - Apelação Cível AC 5837981 PR 0583798-1 (TJ-PR)

    Data de publicação: 14/07/2011

    Ementa: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO, PELO RITO SUMÁRIO, COM PEDIDO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS E MORAIS - PACOTE TURÍSTICO - PAGAMENTO PARCELADO FINANCIADO POR INSTITUIÇÃO BANCÁRIA - INEXISTÊNCIA DE RELAÇÃO DE ACESSORIEDADE DO CONTRATO DE FINANCIAMENTO, ENTABULADO ENTRE O CLIENTE E O BANCO, COM O CONTRATO DE COMPRA E VENDA DO PACOTE TURÍSTICO, FIRMADO ENTRE O CLIENTE E A EMPRESA DE TURISMO - AUTONOMIA NAS RELAÇÕES OBRIGACIONAIS QUE CONFEREM À INSTITUIÇÃO FINANCEIRA A LIBERDADE PARA COBRAR EVENTUAL DÉBITO, NÃO ESTANDO SUJEITA À OPOSIÇÃO DE EXCEÇÕES ORIUNDAS DE EVENTUAL MÁ PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS DO OUTRO CONTRATO - ALTERAÇÃO UNILATERAL PROMOVIDA PELOS CONSUMIDORES, EM VÁRIOS MOMENTOS DA EXECUÇÃO DO CONTRATO, QUE CULMINARAM EM PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DIFERENTE DO CONTRATADO - EMPRESA RÉ CONDENADA A REPARAR OS DANOS MORAIS SOFRIDOS PELOS AUTORES, DECORRENTES DA FRUSTRAÇÃO DA EXPECTATIVA RELATIVA ÀS CONDIÇÕES DA VIAGEM (ÔNIBUS EXECUTIVO, E NÃO O LEITO QUE FORA CONTRATADO ), POR NÃO HAVER PROVA NO PROCESSO QUE DEMONSTRE, DE FORMA INEQUÍVOCA, TER A EMPRESA DE TURISMO INFORMADO OS CLIENTES QUE A ANTECIPAÇÃO DO TRASLADO POR ELES REQUERIDA, IMPORTARIA EM ALTERAÇÃO DAS CONDIÇÕES DA VIAGEM - CONDENAÇÃO MANTIDA, PELO DESCUMPRIMENTO DO DEVER DE INFORMAÇÃO, ART. 6º. III DO CDC - INEXISTÊNCIA DE NEXO CAUSAL ENTRE A VIAGEM DE ÔNIBUS E OS DANOS NO JOELHO DO AUTOR, NÃO OBSTANTE TENHAM SIDO DEMONSTRADOS INDÍCIOS DO REFERIDO PROBLEMA DE SAÚDE, O QUE NÃO FAZ PRESUMIR, EM ABSOLUTO, QUE TAL PROBLEMA OCORRERA OU MESMO SE AGRAVARA DURANTE A VIAGEM - PEDIDO IMPERTINENTE, INEXISTÊNCIA DE RESPONSABILIDADE - DEVOLUÇÃO DOS VALORES REFERENTES ÀS PASSAGENS TERRESTRES DEVOLVIDAS PELOS AUTORES/APELANTES, EM RAZÃO DE TEREM OPTADO, AINDA QUE DE ÚLTIMA HORA, FAZER O TRASLADO DO TRECHO PELA VIA AÉREA - NÃO UTILIZAÇÃO, DEVOLUÇÃO DEVIDA - CANCELAMENTO UNILATERAL PELOS CONSUMIDORES - DEVER DA EMPRESA DE TURISMO DE DEVOLVER OS VALORES JÁ DESPENDIDOS COM RESERVAS PRÉVIAS, SOMENTE ATÉ O LIMITE DAQUILO QUE EFETIVAMENTE CONSEGUIRAM RESGATAR DOS SEUS PARCEIROS COMERCIAIS - DIFICULDADE PARA A EMPRESA CANCELAR E SER RESTITUÍDA DE TODAS AS RESERVAS E DESPESAS FEITAS, EIS QUE A DESISTÊNCIA SE DEU NO CURSO DA EXECUÇÃO DO CONTRATO, REPENTINAMENTE - RAZOABILIDADE QUE DEVE PAUTAR A TENTATIVA DE ESTABELECER O STATUS QUO ANTE NA CASUÍSTICA, DIANTE DAS PECULIARIDADES DESSE TIPO DE CONTRATO, CUJA RESCISAO DE SUPETÃO, IMPLICA, INVARIAVELMENTE, EM PREJUÍZOS CERTOS - CONDENAÇÃO DOS AUTORES/APELANTES EM LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ POR TENTAREM, CLARAMENTE, DISTORCER FATOS CUJA PROVA INEQUÍVOCA SE ENCONTRA EM ELEMENTOS DOCUMENTAIS CONTIDOS NOS AUTOS - INCIDÊNCIA DO ART. 17. III DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - ABATIMENTO DA PENA IMPOSTA NO VALOR DEVIDO A TÍTULO DE DANOS MORAIS, PARA SIMPLIFICAR A COMPOSIÇÃO MATEMÁTICA DA CONDENAÇÃO. APELAÇÃO CÍVEL CONHECIDA E PARCIALMENTE PROVIDA. RECURSO ADESIVO CONHECIDO E PARCIALMENTE PROVIDO.

    STJ - Inteiro Teor. HABEAS CORPUS: HC 218042 SP 2011/0215135-2

    Data de publicação: 12/03/2013

    Decisão: de compra e venda de pacotes turísticos com cartões de crédito internacionais, que eram utilizados. as vendas de pacotes turísticos da YARAVILLE, narrando que ele contava com o concurso de seus irmãos. como sendo o responsável pela concessão de empréstimos a partir da simulação de compra e venda de pacotes.

    STJ - Relatório e Voto. HABEAS CORPUS: HC 218042 SP 2011/0215135-2

    Data de publicação: 12/03/2013

    DJSP 07/11/2012 - Pág. 902 - Judicial - 1ª Instância - Interior - Parte III - Diário de Justiça do Estado de São Paulo

    DJSP 22/03/2013 - Pág. 2454 - Judicial - 1ª Instância - Interior - Parte III - Diário de Justiça do Estado de São Paulo

    DJPR 09/08/2011 - Pág. 171 - Diário de Justiça do Estado do Paraná

    COM O CONTRATO DE COMPRA E VENDA DO PACOTE TURÍSTICO. FIRMADO ENTRE O CLIENTE E A EMPRESA DE TURISMO AUTONOMIA. E MORAIS PACOTE TURÍSTICO PAGAMENTO PARCELADO FINANCIADO POR INSTITUIÇÃO BANCÁRIA.

    TJ-MS - Inteiro Teor. Apelação Cível AC 15310 MS 2008.015310-9 (TJMS)

    Source: http://www.jusbrasil.com.br/topicos/2643723/contrato-de-compra-e-venda-de-pacote-turistico

    20.09.2019
  • New

    31 2015 mar

    Executive Class

    Airportugal About Tap Air Portugal TAP Portugal is the national airline of Portugal. Founded in 1945, TAP provides service to more than 75 destinations in more...

    02 2015 abr

    Busca de preços

    Busca de preços LEIAM 0 NÃO LEIAM Dois sites de busca e comparação de preços e a empresa que hospedava um site...

    21 2014 feb

    Passagens mais baratas para o brasil

    Passagens mais baratas para o brasil A GOL Linhas Aéreas Inteligentes, companhia aérea brasileira de baixo custo, baixa...

    Popular on-line

    Pacotes de viagem para 2 pessoas

    Pacotes de viagem para 2 pessoasBem-vindo ao clube de oportunidades mais desejado do Brasil. Uma curadoria ... Saber mais...

    Aviao da gol

    Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 ... Saber mais...

    Voos baratos de madrugada

    Voos baratos de madrugadaHome / Passagens Aéreas Promocionais / Viajar de Madrugada é Alternativa para Vôos ... Saber mais...

    Testimonials

    Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

    equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

    Os nossos parceiros