Preços low cost

Preços low cost

A actual conjuntura económica que o país e o mundo atravessam leva à necessidade de, mais do que nunca, conseguirmos poupar algum dinheiro para que o nosso dia-a-dia seja o mais confortável possível.

Com o advento da crise económica crescem também as lojas lowcost ou os chamados outlets. Estas lojas, dedicadas à comercialização de produtos a baixo preço, surgem-nos de vários tipos. Lojas de compra e venda de material usado, lojas de venda de produtos de fim de colecção, lojas de venda de produtos de exposição ou até mesmo lojas que vendam de tudo isto um pouco.

A juntar aos habituais saldos e às habituais promoções sazonais, são inúmeras as possibilidades de poupança sem que para isso deixamos de comprar o que queremos, o que precisamos e o que gostamos.

O montra.me nasce da necessidade de criar um portal que procure agregar todas estas possibilidades de poupança.

No montra.me pode encontrar uma lista dos outlets e lojas lowcost existentes no país. Pode também manter-se actualizado com as promoções efectuadas por um variado leque de lojas de todos os tipos. Poderá encontrar actualizações diárias de promoções. A nossa lista de lojas outlet não pára de crescer.

O montra.me é o local para se manter actualizado. Adira à nossa página no facebook, adira aos nossos feeds e à nossa newsletter.

Estamos cá para o manter actualizado. Para que possa poupar, comprando.

Source: http://montra.me/lowcost/sobre-nos/


*****

Preços low cost

A Dioper, empresa que actua no comércio de perfumarias, tem em curso a implementação da “Selectivo Low Cost”, uma estratégia que dá às marcas de perfumaria low cost mais espaço, visibilidade e stocks nos pontos de venda.

Num contexto de crise a empresa, sediada na Maia, tem vindo a ajustar o seu portefólio de marcas de perfumaria, com o objectivo de liderar o segmento inferior do mercado selectivo. Plano que tem procurado seguir, seja através da conquista de novas marcas ou pela redução de preços em marcas existentes, conseguida pela redução ou eliminação do budget de publicidade. United Colors of Benetton, Café Café, Salvador Dali, Sergio Tacchini e Ducati são as marcas que integram já o portefólio da Dioper.

De acordo com a estratégia da empresa, o posicionamento de preço de perfumes neste segmento deverá ser de um máximo de 20 euros, para perfumes com 30 ml; um máximo de 30 euros, para perfumes com 50 ml; e de um máximo de 40 euros, para perfumes com 100 ml.

A Dioper acredita que as perfumarias não se encontram ainda sensibilizadas para a alteração do mercado, em que os consumidores passam a procurar produtos a um preço mais acessível, tornando-se adeptos de marcas mais massificadas, em detrimento das selectivas. A empresa destaca mesmo em comunicado que “99% do espaço em loja é dedicado às principais marcas, que concorrem entre si”. Ainda assim, foram já 100 os pontos de venda que aderiram à estratégia “Selectivo Low Cost” da companhia.

“Basta afectar apenas um linear a estes produtos, bem posicionado na loja e com uma comunicação que informe rapidamente o consumidor”, assevera a Dioper. Esta maior exposição permite mesmo “libertar as funcionárias da loja para venderem as marcas mais selectivas que, naturalmente, devem ser a prioridade de qualquer perfumaria”, conclui.

Source: http://marketeer.pt/2012/05/30/dioper-aposta-em-perfumaria-selectiva-a-precos-low-cost/


*****

Preços low cost

Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 10/03/2013

Quem já viajou de avião entre os países europeus está careca de saber que as empresas de aviação low cost tem preços que são difíceis de acreditar. Na Ásia este tipo de empresa que nos traz tanta alegria também já são bem comuns. Não raro o preço das passagens é mais barato que as taxas de embarque cobradas pelos aeroportos. Passagens por 30, 20, 10 e até 5 euros não são difíceis de encontrar. Claro que todo cuidado é pouco ao utilizar seus serviços, pois qualquer excesso de bagagem (ou mesmo o simples ato de despachar a bagagem), escolha de assento, serviço de bordo te custarão o olho da cara. Mas eu que já usei posso dizer: Usando bem, nenhum mal tem.

Low cost: muito além de preços baixos

Esperar que as companhias aéreas brasileiras pratiquem preços pelo menos parecidos é uma utopia, já que nas raras promoções das TAMs e Gols da vida os preços nem chegam perto dos 10 euros e quando você tenta comprar muitas vezes não consegue. Mas bem que as empresas brazucas poderiam disponibilizar alguns dos mesmos utilíssimos serviços que as low costs europeias oferecem e muitos brasileiros nem sonham existir. Para quem não conhece, apresento as ferramentas que qualquer viajante gostaria de ter. Para ser redirecionado aos links das ferramentas basta clicar na imagem.

Jet 2  – Low cost Reino Unido

Começamos com uma ferramenta simples mas que ajuda bastante. Mostrar as opções dos preços na rota escolhida durante todo o mês, com destaque para o dia mais barato. Muito comum entre todas as low cost europeias.

Wizzair  – Low cost da Hungria

Outra ferramenta que facilita muito minha vida é um mapa interativo com todas as rotas da companhia logo na página inicial do site. Assim você clica na cidade de origem e rapidamente fica sabendo se aquela empresa voa para seu destino final.

Norwegian  – Low cost da Noruega

Deixando de lado ferramentas simples mas que ainda não temos no Brasil como as duas logo acima, entramos serviços mais sofisticados. A Norwegian por exemplo oferece a facilidade de não usar papel para embarcar. Basta abrir seu SMS ticket em seu smartphone e mostrá-lo no portão de embarque. Rápido, simples e ecologicamente correto.

Vueling  – Low cost da Espanha

Os espanhóis da Vueling inventaram uma das ferramentas mais interessantes que conheci. Encontrou uma passagem super barata no site, mas não quer comprar agora porque antes quer verificar as data das férias da sua esposa (o), ou antes quer reservar o hotel. Mas e se você não comprar hoje e amanhã o preço mudar? Use a ferramenta “bloqueio de preço”. Você paga 2 euros e garante a tarifa encontrada por 24 horas. Fantástico.

Skyscanner  – Buscador de vôos

Não são só as low costs que facilitam nossa vida. O site de busca de vôos Skyscanner disponibiliza um serviço muito legal. Você escolhe o aeroporto de partida (pode ser qualquer um ao redor do mundo) e eles te mostram os vôos mais baratos disponíveis saindo do aeroporto escolhido.

Easyjet  – Low cost do Reino Unido

Esta é sem dúvida a ferramenta mais genial de todas as já inventadas. Não é Casas Bahia, mas poderia usar o mesmo jargão: “Quer pagar quanto?”. A empresa batizou a ferramenta de “Viajômetro”. Assim como na Skyscanner você escolhe o aeroporto de partida, mas aqui é ainda melhor. Você limita (movendo o cursor da barra a esquerda na tela) o valor máximo que está disposto a pagar pela passagem e o site te mostra no mapa todas as rotas e preços disponíveis dentro do seu limite. Simplesmente inacreditável. Isso é o que eu posso chamar de foco no cliente.

Tuifly  – Low cost da Alemanha

A alemã Tui criou o alarme de preços. Você escolhe um voo e clica em ativar alarme de preços. Toda vez que o preço deste voo mudar eles te enviam um email automaticamente. Agora só perde as ofertas quem quer.

Source: http://quatrocantosdomundo.wordpress.com/2013/03/10/quer-pagar-quanto-empresas-de-aviacao-low-cost/


*****

Preços low cost

Os chamados ginásios ‘low cost’ conseguem manter preços baixos porque o cliente apenas paga o que usufrui. Em alguns destes ginásios não é necessário pagar taxa de inscrição, nem existe a obrigatoriedade de fidelização. O Fitness Hut foi primeiro ginásio ‘low cost’ a chegar a Portugal e apresenta uma tabela de preços bastante competitiva, sobretudo quando comparada com o modelo mais tradicional dos ‘health clubs’. Aqui os clientes pagam os serviços deste ginásio à semana. “O nosso objetivo é oferecer todas as comodidades de um ginásio ‘premium’ a baixo custo” explica Sandra Santos, uma das responsáveis pelo espaço.

No Fitness Hut o preço semanal começa desde 4,40 euros (17,60 euros/mês). Sandra Santos explica como o ginásio consegue praticar estes preços: “Conseguimos poupar a diária do consumidor porque estamos focados somente no ‘fitness’, além disso existe um investimento inicial mais baixo. Os nossos clubes ocupam 50% a menos de espaço: não temos piscinas, spas, jacuzzi’s, restaurantes e outras áreas e serviços, que cerca de 10% a 15% dos sócios acaba por utilizar“. Ou seja, tudo isto são serviços que pesam muito no orçamento operacional de um clube.

Tendo em conta o atual contexto económico difícil, os ginásios com estas características têm conquistado cada vez mais clientes. No Fitness Hut. por exemplo, não têm sentido a crise. “O nosso produto está exatamente em contra-ciclo, ou seja, numa época em que as pessoas querem reduzir os seus gastos mensais a nossa aposta explica-se por estarmos a racionalizar o valor competitivo que queremos oferecer e emocionalmente queremos dar a oportunidade a todos de se mexerem, combaterem o stress, aspirando uma libertação de energia que lhe proporciona bem-estar físico e mental” explica Sandra Santos.

Outro exemplo é o Pump Fitness Spirit cujo ponto forte são as aulas. Com mais de cem aulas de treino por semana, aqui existe uma grande variedade de pacotes de treino, com mensalidades que começam nos 15 euros e vão até 39 euros. No Pump o cliente também só paga o que usufrui, as adesões são muito simples e não há contrato de fidelização, o que acaba por atrair novos alunos e garantir uma rotatividade saudável para este espaço comercial. O horário é outro factor diferenciador: como está aberto o dia todo, sete dias da semana, incluindo feriados, garante uma utilização e exploração contínua, factor que facilita a vida a quem faz exercício pois os clientes podem adaptar o ginásio às suas necessidades e horários. O Pump Fitness situa-se na Avenida da República e no Parque das Nações, em Lisboa.

O ‘EasyGym’ é do mesmo grupo da EasyJet. Não tem serviços de ‘personal trainers’, yoga, sauna, banho turco ou piscina e é desta forma que se consegue manter as tarifas reduzidas. Assim, grande parte do investimento aplica-se nas zonas de ‘fitness’, com salas de ginástica cardiovasculares, resistência e de musculação e estúdios de aulas. O EasyGym situa-se em Lisboa, em Campo de Ourique.

Na zona de Matosinhos, no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos, na Senhora da Hora, existe o Ms Fit com aulas de musculação, cardiofitness, step, zumba, yoga, atividade sénior, localizada, circuito de treino, e também as aulas mais populares: pump e pilates. Os preços mensais podem ir dos 16 euros aos 28 euros dependendo das atividades selecionadas.

Também a norte, na Maia, pode escolher o Mstudio, o primeiro ginásio ‘low cost’ exclusivo para mulheres. Body balance, pilates, ginástica localizada, dança do ventre, cardio e step fazem parte das mais de 250 aulas de grupo mensais que o Mstudio disponibiliza. Pode optar por ter acesso a todas as aulas de grupo, todos os dias, por 35 euros por mês.

O XL’s é outro ginásio só para mulheres, localizado em Santarém, na Rua Alexandre Herculano. Tem várias iniciativas e promoções ao longo do ano. No dia da mulher, por exemplo este ginásio ofereceu a inscrição a novas sócias. Além das aulas, tem conselhos de nutrição pensados para quem quer perder peso e gastar pouco dinheiro.

Raquel Abrantes Amaral

Source: http://saldopositivo.cgd.pt/ginasios-low-cost-como-fazer-exercicio-por-15-euros-por-mes/

27.11.2020

New

31 2015 mar

Horas de viagem de onibus

Horas de viagem de onibus Publicado por Felipe Magalhães - 11 meses atrás LEIAM 5 NÃO LEIAM A Agência Nacional de Transporte Terrestres...

02 2015 abr

Viagens baratas para portugal

Viagens baratas para portugal De Natura Sonora, ou, em mau Português, belíssima Sanfona de Sucatas Imagem do KAOS Vou tentar ser breve,...

21 2014 feb

Passagens de avião para bh

Passagens de avião para bh Conteúdo da Página Por Ricardo Freire Belo Horizonte está onde nunca esteve. No suplemento de viagens do New York Times, por exemplo:...

Popular on-line

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas a bordo. Os integrantes da ... Saber mais...

Qual é a diferença entre a classe turística e classe executiva?

Hoje em dia podemos encontrar bilhetes acessíveis  praticamente em qualquer companhia aérea do mundo. Por exemplo: para os estudantes ou reformados. Frequentemente ... Saber mais...

As melhores ofertas de voos baratos de todas as companhias aéreas e também low cost estão aqui

Actualmente para qualquer potencial viajante, passou a existir uma possibilidade de adquirir passagens aéreas para qualquer voo com condições muito atractivas, sem ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros