Passagem avião barata

Passagem avião barata

Como já dito anteriormente. o barato na Europa é viajar de avião. Aquele lance de passe de trem já era. Se vc é organizado e consegue montar o seu roteiro com antecedência, pode pegar uns preços inacreditáveis.

Eu cheguei a comprar uma passagen de Roma pra Barcelona por 0,01 euro. Isso mesmo. Claro que tem as taxas, mas o total deu a IMENSA fortuna de 9,99 euros. Imbatível! E isso não foi sorte não, por que fiz uma viagem pela Europa fazendo mais de 10 vôos internos e todos entre 9,99 e 30,00 euros.

A companhia que costuma ter os melhores preços é a Ryanair e depois a Easy Jet. mas existem outras também, que vez ou outras (aí sim) fazem promoções muito boas. O lance é comprar com uma certa antecedência e de preferência escolher datas qe sejam entre terça e quinta-feira, mas com sorte vc também consegue em outros dias – eu consegui.

A outra questão é a bagagem. Como a passagem é muiiiiiiiiiiiiiiiiito barata, eles tem que tirar dinheiro em outro lugar: a bagagem. Em geral as companhias low cost só liberam uma bagagem grátis e cobram pelos outros volumes e tem um peso reduzido, por exemplo, a Ryanair só deixa despachar 15kg e 10kg de bagagem de mão e a Easy Jet 20kg e 5kg, respectivamente. Qualquer quilo a mais – paga. Mesmo assim, continua saindo bem mais em conta. Vale à pena.

No aeroporto Porto – Portugal – indo pra Milão na Itália por 14,90 euros

Procurando por hotel. Então, pesquise no Booking.com . Você não paga pela reserva, cancela quando quiser e consegue os melhores preços.

Source: http://www.turistaprofissional.com/2008/09/28/passagem-aerea-barata-na-europa/


*****

Passagem avião barata

Debate na Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) aponta aumento da concorrência e queda do dólar como condições para passagem de avião barata

Os preços das passagens aéreas caíram muito nas últimas décadas, mas os senadores veem espaço para uma queda maior, especialmente nos voos regionais. O aumento da concorrência, a maior ocupação das aeronaves e a queda do dólar podem, de acordo com os debatedores da CDR, baratear as tarifas de transporte aéreo. No caso das viagens regionais, não se descarta a concessão de subsídios.

Os senadores Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) e Roberto Cavalcanti acham inexplicável um voo realizado em um mesmo estado ser mais caro que outro com mais de três horas de duração. Mozarildo conta que para ir de Manaus a Tabatinga (AM) se paga mais caro do que para viajar de Manaus a Brasília.

Roberto Cavalcanti narrou o que acontece em Pernambuco:

“O custo da tarifa [do voo] de Brasília a Recife é bem mais barato do que a tarifa [do voo] de Recife a Campina Grande (PE). Os passageiros, então, pegam o voo Brasília/Recife, via Campina Grande. Quando o avião chega a Campina Grande, abandonam o avião com bagagem de mão para garantir essa tarifa.”

Os dois senadores pediram aos especialistas ­sugestões para tornar as passagens mais populares.

“Venho da iniciativa privada e sou favorável à liberação total do mercado. Mas cabe acompanhar o abuso de algumas companhias nas tarifas praticadas”, afirmou Roberto Cavalcanti.

Solange Vieira, diretora-presidente da Anac, destacou que a agência não tem autoridade para intervir no preço das passagens, mas que a agência trabalha para incentivar a concorrência e, assim, conseguir a redução das tarifas. Ela destacou que, em 2009, houve redução de cerca de 25% no preço médio da passagem aérea.

Nesse sentido, o estudo do BNDES e da McKinsey sobre o setor recomendou, em janeiro de 2010, que o órgão revisasse periodicamente as tarifas cobradas, com o objetivo de transferir os ganhos de produtividade para o passageiro, sem comprometer investimentos futuros.

Para a aviação regional, porém, especialmente nas cidades que têm menor demanda e, por isso, são servidas por apenas uma empresa aérea, sem concorrência, Solange disse que “a forma de atuar nos preços é por meio de projetos, como o do senador Mozarildo, que criam subsídios públicos para linhas essenciais”.

O diretor do Departamento de Política de Aviação Civil do Ministério da Defesa, Fernando Soares, admite que o Brasil tem poucas empresas aéreas, sendo que duas delas detêm 85% do mercado.

“É lógico que os preços [na atual conjuntura] serão elevados. Na medida em que houver condições regulatórias para entrada de novas empresas, os preços poderão cair. Falta competição, há uma limitação ao investimento no setor. É preciso alterar a legislação”, sugere Soares.

O consultor legislativo do Senado Victor Carvalho Pinto avalia que a lei que criou a Anac liberalizou o setor apenas parcialmente, havendo leis em vigor, como o Código Brasileiro de Aeronáutica, que ainda desestimulam a entrada de novas empresas no mercado e a liberdade na operação de rotas. Haveria, portanto, mais espaço para aumentar a concorrência.

Com isso, novos competidores poderiam continuar alterando a malha aérea para racionalizar a oferta, melhorar o aproveitamento das aeronaves e reduzir custos operacionais. Ou seja, a aposta é que o modelo gerencial privado, que busca incansavelmente a eficiência e a produtividade, traga ganhos para a indústria e para o consumidor.

Como representante das grandes companhias aéreas, Ronaldo Jenkins, do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea), reconhece que a diminuição dos preços vem ocorrendo não somente pela competição, mas também pela redução dos custos de insumos como o combustível, por conta da desvalorização do dólar. Jenkins esclareceu que o custo da tarifa depende, basicamente, da taxa média de ocupação da aeronave. Quanto maior a ocupação, mais rentável é a ligação aérea entre duas cidades.

“Às vezes, uma ligação maior é mais barata que uma menor, por conta da maior taxa de ocupação. Acelerando a redução do preço do combustível, dos impostos e do custo do leasing de importação de material aeronáutico – hoje temos que ter um estoque de peças e equipamentos enorme porque não podemos importar diretamente, nem que o avião esteja parado –, o custo irá baratear. Barateando custo, tenham certeza de que isso vai ser transferido para a tarifa”, garantiu Jenkins.

Compartilhe essa notícia

Source: http://www.senado.gov.br/noticias/Jornal/emdiscussao/revista-em-discussao-ediao-novembro-2010/materias/passagem-de-aviao-barata-depende-de-concorrncia-e-dolar.aspx


*****

Passagem avião barata

Como comprar uma passagem de avião de Lima para Cuzco

Quem deu a dica da TACA foi a Jackie (do Viaje sim! ) lá no Viaje na Viagem. Na simulação que fiz, o preço mais baixo encontrado foi US$ 218 . Atenção: antes de efetuar a compra, o site da TACA avisa que a tarifa promo é restrita a residentes no Peru. Caso você compre uma passagem da tarifa promo e não comprove ser residente, será cobrada uma multa (não especificam de quanto) no aeroporto. O resultado da simulação corresponde ao valor da tarifa access, a mais barata para não residentes no Peru.

Eu nunca comprei com a TACA, mas a Jackie não relatou nenhuma dificuldade.

Quando fui a Cuzco, comprei a passagem por meio de uma agência de turismo peruana. Porém, em julho/2011, estive em Arequipa e comprei a passagem Lima-Arequipa-Lima aqui no Brasil pelo site da Star Perú. Antes de explicar como proceder, vamos ao valor da passagem Lima-Cuzco-Lima da nossa simulação: US$ 124. Poderia ter saído um pouco mais barato, entretanto a tarifa básica estava esgotada. Esse é o valor da tarifa regular, a segunda mais barata.

Dicas para comprar com a Star Perú.

1) Você não precisa de um cartão de crédito do tipo Verified by Visa (emitido somente pelo Bradesco no Brasil ). Veja mais sobre os cartões do tipo Verified by Visa aqui. A Luciana lembrou de uma coisa importante nos comentários: é preciso habilitar o cartão de crédito para uso no exterior antes da compra!

2) Atualização (30/11/2012): o João Colares deixou um comentário dizendo que não tinha conseguido fazer a reserva da passagem, conforme eu descrevi abaixo, com um cartão que não tem Verified by Visa. Ele escreveu para a Star Perú e a resposta que deram para ele dizia que a compra só seria possível com um cartão Visa Verified by Visa ou Mastercard Secure Code. Achei estranho e escrevi para reservasweb@starperu.com pedindo esclarecimentos. Dessa vez, eles responderam que a compra pode ser feita com qualquer cartão, mesmo sem Verified by Visa ou Mastercard Secure Code, mas que o esquema da reserva não existe mais. Em caso de problemas, deve-se entra em contato com a Star Perú pelo email reservasweb@starperu.com ou pelo telefone 511-7059000

Vamos aguardar mais comentários para ver se a compra está transcorrrendo normalmente! Obrigada, João!

2) Se comprar com outro cartão de crédito, você não vai receber o e-ticket, mas uma mensagem com os dados da sua reserva. Por garantia, será cobrado um sinal (não é taxa extra!) de US$ 15 por trecho. No caso da nossa simulação, será cobrado US$ 30 no seu cartão de crédito.

3) Para pegar a sua passagem e fazer o pagamento final, basta se apresentar a uma agência da Star Perú. Eu peguei a minha passagem na agência de Miraflores, dois dias antes da viagem. A Star Perú diz que é possível pegar a passagem no ponto de venda do aeroporto 2 horas antes da viagem. Recomendo, porém que, caso você deixe para pegar a passagem no aeroporto, no dia do embarque, que você chegue mais cedo (3 a 4 horas antes). Pode haver algum atraso no atendimento e as filas do check-in lá costumam ser longas!

4) Por segurança leve uma cópia da mensagem que recebeu da Star Perú com seu código de reserva. Eu, 1 mês antes do embarque, escrevi para eles pedindo mais uma confirmação. Me responderam prontamente reconfirmando tudo.

5) Leve, também, o cartão de crédito com o qual você fez a compra.

6) Vale lembrar que existe uma agência em Rio Branco/Acre que vende passagens da Star Perú. Entretanto, quando entrei em contato com eles, o preço que me forneceram era bem maior que o preço do site. Como isso pode ter mudado, não custa nada fazer uma consulta.

Não importa com que empresa você comprar a passagem, leia com atenção as regras tarifárias. As tarifas mais em conta tem regras mais rígidas. Nos exemplos citados, não estão incluídas as taxas.

Este não é um post patrocinado!

Sou fã da LAN! Nunca viajei de TACA, mas me parece uma boa companhia. E, por fim, gostei de voar Star Perú.

Lembro, ainda, que a Star Perú voa de Lima para Andahuyalas, Arequipa, Ayacucho, Cuzco, Huanuco, Iquitos, Juliaca, Pullcalpa, Puerto Maldonado, Talara, Tarapoto e Tumbes

A TACA tem vôos de Lima para Arequipa, Chiclayo, Cuzco, Juliaca, Piura, Puerto Maldonado, Tarapoto e Trujillo.

Os posts das viagens ao Peru estão organizados aqui.

Source: http://www.dividindoabagagem.com/2012/02/como-comprar-uma-passagem-de-aviao-de.html

27.11.2020

New

31 2015 mar

Destinos de ferias baratos

Destinos de ferias baratos Chegou finalmente aquele momento de fazer as suas primeiras férias em que deixa os pais em casa? Se sim, então...

02 2015 abr

Posts relacionados

Compra de passagem pela gol Companhia remodela páginas de venda e diminui etapas para adquirir bilhetes São Paulo  - A TAM Linhas Aéreas...

21 2014 feb

Observações

Promoção relâmpago de passagens A companhia aérea US Airways acaba de lançar uma super promoção de passagens aéreas do Brasil para os...

Popular on-line

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas a bordo. Os integrantes da Forзa Aйrea ... Saber mais...

Qual é a diferença entre a classe turística e classe executiva?

Hoje em dia podemos encontrar bilhetes acessíveis  praticamente em qualquer companhia aérea do mundo. Por exemplo: para os estudantes ou reformados. Frequentemente as companhias ... Saber mais...

As melhores ofertas de voos baratos de todas as companhias aéreas e também low cost estão aqui

Actualmente para qualquer potencial viajante, passou a existir uma possibilidade de adquirir passagens aéreas para qualquer voo com condições muito atractivas, sem sequer precisar ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros