Passagem veneza

Passagem veneza

por Ricardo Freire @riqfreire Atualizado em 23.jul.2014

Nenhum visitante de primeira viagem está preparado para Veneza. A Serenissima requer uma estratégia específica de aproximação. Não existe jeito fácil: Veneza não pode ser ‘ticada’ do alto de um ônibus de dois andares ou num passeio de balão. Mas quem puser mãos (e sobretudo pés) à obra desvendará a cidade mais singular do Ocidente.

--> 1 | Evite o alto verão

Não se trata apenas do calor ou do mau cheiro: o maior problema são as multidões. Se puder, evite julho e sobretudo agosto. (Se quiser a cidade quase vazia, vá no inverno.)

--> 2 | Hospede-se em Veneza, não em Mestre

Sim, os hotéis em Mestre (no continente) são mais confortáveis e têm diárias em conta. Mas dormir num prédio multicentenário numa viela insalubre é parte indispensável da experiência veneziana. Quer uma Veneza limpinha e com valet parking? Você acha aqui .

--> 3 | Fique três noites

Veneza só se revela a quem não tem pressa. Não é uma cidade que se resolva num city-tour. Com três dias você vai se desencumbindo aos poucos dos lerês (Palácio Ducal. Basílica de São Marcos. Campanário da Praça São Marcos. museu Ca' Rezzonico. Galerias da Accademia , Coleção Peggy Guggenheim. Museu do Vidro em Murano, Bienal se houver) e ainda fica com tempo para ver o que realmente importa, que é a Veneza do lado de fora desses lugares todos Lá pelo terceiro dia, a cidade começa a fazer algum sentido. A primeira vez que você acerta um caminho em Veneza é incrível.

--> 4 | Pegue instruções de chegada com o seu hotel

Só se chega a um endereço em Veneza com manual de instruções. Os hotéis têm prontos os itinerários desde o aeroporto, a estação de trem e o ponto de ônibus da Piazzale Roma. Se não estiver no site, peça por email.

--> 5 | Deixe a mala na estação

As pontes em Veneza têm escadas: rodinhas não adiantam. Organize o que vai precisar numa bolsa ou mochila e deixe a mala principal no guarda-volumes da estação de trem. O depósito é operado por funcionários e abre das 6h às 23h. Cada volume vai custar € 13,50 por dia. (A alternativa é contratar o serviço de transporte de bagagem da cooperativa Trasbagagli ou um carregador avulso.)

--> 6 | Não siga o fluxo

Da estação até a Piazza San Marco as vielas principais são um mar de gente comparável ao da saída de estádio de futebol. Escape. Saindo à esquerda, você chega aos canais atrás do Canareggio e também ao Gueto. Atravesse pontes. Saindo à direita, você dá em San Polo, Santa Croce e Dorsoduro, onde a densidade demográfica é menor e o que sobrou da Veneza de verdade dá as caras. (E em algum momento você vai dar no Campo Santa Margherita, a praça mais animada da cidade.) Enfim, perca-se. Quem não se perde em Veneza acaba perdendo Veneza.

--> 7 | Não tenha medo da acqua alta

Só acontece nas marés mais altas, no pico máximo da maré, durante menos de duas horas de cada vez. A cidade está preparada (seu hotel avisará e você poderá se precaver com calçados impermeáveis) e as passarelas são montadas e desmontadas rapidamente. Um espetáculo.

--> 8 | Compre o passe do vaporetto

Uma viagem avulsa de vaporetto custa 6,50 euros. Um passe de 72 horas sai 35 euros e se paga em seis viagens.

--> 9 | Descubra seus ‘bacari’

Bácaro é o botequim de Veneza. Vende “ombra” (vinho em copo), “cicchetti” (canapés tipo tapas) e spritz (que em Veneza é preparado Aperol ou Campari -- você decide -- e leva azeitona ). Aparece nos caminhos mais obscuros.

--> 10 | Se não estiver na Itália, voe

Vindo de Milão, Florença ou Roma, chegue de trem. De qualquer outro ponto da Europa, vá de avião: Veneza está longe demais das capitais. Na minha opinião, Veneza é um ótimo ponto final de um tour pela Itália; dá para programar o vôo de volta ao Brasil saindo de lá.

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email

173 comentários

Oi Suzana,

tbm farei um roteiro de 10 dias pela Itália agora em setembro, a diferença é que no meu roteiro eu não inclui Nápoli. Se vc puder cortar Nápoli do seu roteiro, eu sugeriria, 3 dias em Veneza, 3 em Firenze e 4 em Roma (talvez com bate-volta pra Napoli, como sugestão).

01/09 - Vôo SP-Veneza

02/09 - Chegada em Veneza pela manhã, passeio em Veneza pela tarde

03/09 - Passeios básicos em Veneza: piazza San Marco, ponte rialto, talvez passeio de gôndola

04/09 - Se perder em Veneza, ou aproveitar a Bienal de Veneza

Source: http://www.viajenaviagem.com/2014/02/10-dicas-veneza/


*****

Passagem veneza

Re: Viagem Roma, Florença e Veneza - dias

Tudo vai depender do que vc quer ver e quanto tempo vc vai dedicar em ver estas coisas.

Por exemplo. vc consegue ver os principais pontos turisticos de Veneza em 1 dia apenas, mas digamos 2 dias para que vc faça com calma, ande ao invez de usar voadeiras(que na minha opinião é perda de tempo usa-las, já que Veneza é uma cidade para ser conhecida a pé).

O Marcos usou a voadeira, mas ele tinha um objetivo para isto. Como eu não tinha, usei apenas as solas do tenis.

Em Veneza eu fiquei no hotel Arlecchino, que fica bem perto da entrada de Veneza, e fica +- 1,5Km da ponte Rialto. Não foi barato, custou 100 euros a diária, mas isso pq eu escolhi um quarto com vista para o canal, banheiro privativo, e tinha até uma mini banheira. kkkkkkkkkkk

Eu fiquei apenas 2 dias em Veneza. Vi tudo o que queria ver e até um pouco mais. Infelizmente a chuva da uma atrapalhada e a gondola foi pelo ralo, mas ainda assim eu fiquei um pouco chateado por não poder ficar mais um dia e me perder pelas ruelas de Veneza, pq uma coisa eu posso te garantir. As atrações de Veneza não se resumem em Ponte do Rialto e San Marco, entre outras. A cidade inteira em si é uma atração. Cada beco, cada piazza, chiesa. enfim. A cidade não tem nada demais, mas é simplesmente encantadora.

Em Roma, cada estação de metrô da linha vermelha tem algo para ver. então sugiro o Roma Pass e pare em todas as estações da linha vermelha. O Circo Massimo não tem nada para ver, hoje não passa de um descampado onde os Romanos fazem cooper, levam os seus cachorros e talz.

Acho que 3 dias está de bom tamanho.

Florença é um problema. pq é caminho para quase todo lugar da Toscana. No centro de informações turisticas, eles dizem que os principais pontos SEM ENTRAR vc faz em 2:30 de caminhada, mas vc vai querer entrar, então vai te tomar 1 dia inteiro sem contar, por exemplo, a Galeria do Ufizzi(que para mim foi perda de tempo e dinheiro. Quadros são um pé no saco, e esculturas que não estão ao ar livre, perdem o charme, mas cada um é cada um).

Eu diria que San Gimignano é parada obrigatórias, mas vc não tem muito tempo..

Re: Viagem Roma, Florença e Veneza - dias

Eu fui somente para Florença e Roma, e tem muita coisa mesmo para ver. Em Florença fiquei 4 dias inteiros. Com 1 dia inteiro você consegue andar por toda a parte principal da cidade, mas se quiser entrar em algum museu vai levar mais tempo. Eu fui no Ufizzi e gostei, mas se você quiser ir, como está com o tempo apertado, sugiro comprar os ingressos pela internet. Entao, 4 dias em Florença foram bons porque conheci os arredores, entao eu tb sugiro ficar mais 1 dia em florença, ai você pode decidir quais arredores conhecer. Como já foi sugerido você pode ir a Pisa facilmente de trem, e eu fiz um passeio por agência de viagens local para Siena/SanGiminiano/Chianti. Em florença fiquei no Archi Rossi Hostel. O pessoal não é muito simpático, e o hostel não promovia muita integração, mas eh bem limpo e organizado, gostei tb da localização (bem próximo da estação de trem).

Em Roma com 4 dias você consegue ver bastante coisa, claro vai ter q se planejar bem para conhecer ao máximo. Você em um dia, acordando cedo, conseguiria ir ao Coliseu/Forum, e ainda sobra tempo, talvez esticar até Termas de Caracalla. Em outro dia seria possível fazer o Vaticano, com o Scavi (necrópoli abaixo da basílica) e o Museu. Ficaria bem corrido, mas reservando com uma boa antecedência (3 meses) é possível (por exemplo pegar o primeiro horário do scavi que é 9h se nao me engano, depois você sai dentro da Basilica, e a tarde vai no museu.) Caso você ache interessante outro passeio de 1 dia pode ser feito até Pompéia, um bate e volta um pouco cansativo, mas para mim valeu a pena. As principais praças e fontes você consegue conhecer com uma caminhada, ou as vezes acaba passando por elas entre as atrações.

Mas lembre ainda que você não terá dias inteiros nesses locais, precisa contar o tempo gasto em deslocamento. Entre Florença e Roma até que é rápido, 1h30. Talvez vale escolher qual das duas cidades você vai querer aproveitar mais, para escolher o horário do trem.

De qualquer forma como seu tempo é curto, o planejamento é essencial para aproveitar ao máximo o tempo e evitar perda de tempo com filas, deslocamentos.

Source: http://www.mochileiros.com/viagem-roma-florenca-e-veneza-dias-t80306.html

15.07.2024

New

31 2015 mar

Guia de viagens

Guia de viagens Encontre destinos dentro do Brasil Um país não se faz só de estereótipos, ou o Brasil seria...

02 2015 abr

Passagens aereas para idosos

Passagens aereas para idosos A viva in abriu as suas portas em 2008 após lhe ter sido concedido o estatuto de utilidade social, conferido...

21 2014 feb

Buscador de passagens aereas

Buscador de passagens aereas O Voopter é uma plataforma que não parece extremamente novo, mas seu CEO promete que sim, é....

Popular on-line

Site com passagens baratas

Site com passagens baratasAqui na Europa existem várias companhias aéreas como a Gol no Brasil, elas são chamadas de low ... Saber mais...

Voos porto geneve

Voos porto geneveA Swiss International Air Lines oferece aos seus clientes, a ligação do Porto para Genebra todo o ano.Domingo, ... Saber mais...

Passaje de aviao

Passaje de aviaoSito 4 septiembre 2008 12Crear un billete de avión personalizado —Eso es lo que puedes hacer en esta ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros