Qual é a melhor agencia de viagens

Qual é a melhor agencia de viagens

O Seguro Viagem Internacional não difere muito do seguro viagem contratado para cobrir viagens feitas aqui pelo Brasil, porém, pelo fato da viagem ser para um país com cultura diferente, cabe ao corretor de seguros, instruir o turista da melhor forma possível, para que ele escolha realmente um seguro que suprirá suas necessidades com base no destino escolhido. Como por exemplo, os países europeus pertencentes ao Tratado de Schengen. que exigem um seguro de viagem internacional com uma cobertura mínima de € 30.000(Trinta mil euros), e também agora recentemente Cuba está exigindo a aquisição do seguro para turistas.

Existem diversos itens a se observar em uma apólice de seguro viagem internacional. mas os itens que sempre frisamos ser de suma importância, e que antes de contratar precisam ser analisados são:

Apólice Seguro Viagem

- Qual cobertura está incluída;

- O valor exato das coberturas;

- As regras relativas às doenças pré-existentes;

- O procedimento a ser tomado em casos de urgência;

- O preço final .

Lembrando que o seguro viagem internacional tem por objetivo garantir o pagamento de uma indenização, reembolso ou prestação de serviço ao próprio segurado ou ao(s) seu(s) beneficiário(s), na ocorrência de um dos eventos cobertos pelas garantias contratadas, durante viagem internacional.

Sem esquecer que é de vital importância questionar o corretor sobre os números de telefone que atendem o segurado no exterior e se o atendimento será feito em português do início ao fim do processo.

Simplificando as coisas

Para sua comodidade, disponibilizamos aqui em nosso site, uma forma simples, pratica e eficiênte para que você faça sua cotação com as 10 melhores seguradoras do mercado brasileiro, ou seja, com uma simples cotação você terá os melhores preços das melhores seguradoras disponíveis.

E isso tudo de uma forma completamente segura, tendo em vista o sistema de cotação e compra de Seguro Viagem ser criptografado, garantindo assim, total segurança, conforto e privacidade para você fazer a cotação, consultar as coberturas disponíveis e fechar a compra.

E a proposito, caso precise de alguma ajuda, não excite em nos contatar, pois estamos aqui para ajudar.

Os preços de um Seguro Viagem Internacional pode variar por vários fatores:

    Tipo de cobertura; Extensão da viagem; Valor da indenização; Idade do contratante; etc… ,

Porém, cabe frisar que, apesar do preço ser importante, o que é vital compararmos são as coberturas, pois, conforme já dissemos, qualquer procedimento simples realizado no exterior é muito caro, portanto, dependendo da sua apólice, pode ser que o valor destinado a tal procedimento não seja suficiente.

Os preços também sofrem alterações devido à contratação de serviços adicionais, tais como coberturas para esportes de risco, cobertura para as compras efetuadas durante a viagem, cobertura para gestantes. entre outros.

E se você for um viajante frequente, vale muito a pena contratar um plano anual de seguro vigem, pois através dele, você estará coberto em todas as viagens que realizar ao exterior, pagando apenas um único valor. É mais vantajoso do que contratar seguros individuais para cada viagem e evita que em toda viagem você precise se preocupar em realizar cotações e verificar coberturas.

Clique no banner abaixo para fazer uma cotação com as melhores seguradoras do Brasil:

Existem centenas de empresas nacionais que oferecem o Seguro Viagem Internacional, porém existem também às empresas estrangeiras, que normalmente oferecem este seguro a um preço mais justo e, inclusive, com maiores coberturas. Contudo, existem alguns problemas que gostaríamos de levantar:

1º – A empresa estrangeira possui filial no Brasil? Se sim, um ponto para ela, se não, é interessante verificar onde ela possui representações, pois caso ocorra algum problema na prestação do serviço você precisará ter meios para acionar a justiça brasileira para resolver o empasse;

2º – Sendo uma empresa internacional será que o atendimento será feito em português? Caso seu inglês não seja bom, este será um problema.

Não estamos dizendo que você não deve fazer um Seguro Viagem Internacional com uma empresa estrangeira, principalmente por que eu mesmo só contrato meu Seguro Viagem com uma (Clique aqui para ver ) mas sim que você deve por na balança os prós e os contras e não decidir apenas pelo custo efetivo do seguro.

Seguro Viagem Internacional

Algumas empresas de cartão de crédito oferecem o seguro viagem internacional como uma vantagem em seus cartões internacionais caso o titular compre as passagens pelo cartão, ou seja, se você possuir um cartão internacional ligue para sua operadora para saber se você possui este bônus.

Assistência Médica Acidente e Doença 

Repatriação Médica

Repatriação Funerária

Assistência Farmacêutica

Assistência Odontológica

Assistência Médica para Doença Preexistente

Hospedagem Após Alta Hospitalar

Garantia de Viagem de Regresso

Envio de Acompanhante

Acompanhamento de Menores

Assistência Legal por Acidente de Trânsito

Transferência do Pagamento de Fiança

Auxílio na Localização de Bagagem

Orientação em caso Perda de Documentos

Seguro de Morte Acidental

Seguro de Cancelamento de Viagem (acidente ou falecimento)

Seguro de Despesas por Atraso de Bagagem

Seguro de Despesas por Atraso de Voo

Nunca é demais falar que é somente com o seguro viagem internacional que é possível recuperar um gasto com um atendimento médico e de emergência feito no exterior, que pode chegar a quantias extraordinariamente altas, portanto nunca viaje sem ele.

Espero que minhas dicas tenham te inspirado a adquirir um Seguro Viagem Internacional e que você tenha uma boa viagem.

Source: http://www.seuseguroviagem.com/seguro-viagem-internacional/


*****

Qual é a melhor agencia de viagens

Dei uma entrevista ao Guia da Semana sobre as vantagens de fazer um mochilão em vez de comprar uma viagem com agência. Não sabe ainda o que fazer no fim do ano? Confira a matéria e veja qual é a melhor opção para você!

Conhecer a Europa é o sonho de consumo para muitas pessoas ao redor do mundo, inclusive para os brasileiros. As infinitas atrações oferecidas por países como França, Inglaterra, Itália, Holanda e Espanha agradam a todas as idades, agregando desde baladas até museus.

Mas qual será a melhor maneira de curtir essa viagem? As histórias de mochileiros sempre trazem experiências incríveis e alguns momentos de aperto. Por outro lado, as agências de viagem podem tornar tudo mais fácil, mas vão prendê-lo um pouco mais.

Pensando em ajudar os indecisos, o Guia da Semana conversou com Bruna Caricati (dona do site Go To Gate e defensora do mochilão) e com Michael Barkoczy  (vice-presidente da Flytour Viagens  e defensor das agências de viagem). Dê uma conferida e tire as suas conclusões!

POR QUE IR DE MOCHILÃO?

Momentos de incerteza podem tornar a viagem ainda mais inesquecível. Por que não convidar aquele (a) amigo do peito e sair para o mundo com uma mochila nas costas? Isso vai te tornar um viajante profissional! Bruna Caricati comenta sobre isso:

“Optar por dormir em estações de trem, comer na rua e passear a pé pode parecer inviável para algumas pessoas, mas são justamente essas situações que te tornam um viajante experiente e conhecedor dos macetes. Se você está sozinho precisa ser 10x mais responsável e atento, pois ninguém fará por você. E tudo bem, isso é ótimo!”

E a segurança?

É claro que ir para outro país sem ter uma estrutura por trás da viagem oferece alguns riscos. Você tem que fazer a sua parte e chegar com o máximo de anotações e informações sobre o lugar. Elas serão úteis em algum momento.

“Eu vejo que ainda é um medo real, mas que deve ser combatido. Se você tem muito medo, comece com um mochilão pequeno. Argentina e Uruguai são boas opções. Tenha seguro saúde para viajar, pois qualquer acidente ou caso de doença, você terá um atendimento rápido garantido. Tenha na pasta de documentos telefones e endereços completos de pessoas que possam te ajudar ou que devem ser contatadas em caso de emergência.”

É muito mais barato

Chegamos a um dos pontos mais positivos de se fazer um mochilão: a economia. Se você não faz questão de esbanjar, é 100% viável curtir os lugares sem gastar muito. O melhor de tudo é que não é preciso se preocupar com datas e reservas de hotéis. Se estiver se divertindo, fique!

“O ideal é ficar, pelo menos, 4 dias em cada cidade para conhecer melhor. E a ideia do mochilão é justamente ser uma viagem econômica. Você leva o essencial em uma mochila e se dispõe a gastar o mínimo possível com passagens, comida, hospedagem e diversão.”

Pontos fortes do mochilão

  •  Liberdade para escolher os destinos durante a viagem e mudá-los repentinamente;
  •  Liberdade para acordar na hora que quiser e poder optar por passar a noite numa balada e sair do hostel só às 13h do dia seguinte sem ninguém te julgar;
  •  Conhecer muito mais destinos por menos;
  •  Possibilidade de fazer o seu roteiro na cidade, de acordo com seu estilo e disposição e, assim, também poder conhecer pessoas legais para a vida toda pelo caminho ou no hostel;
  •  Se aventurar em viagens de trem, avião, ônibus e caronas de uma vez só;
  •  Viver a cidade como um cidadão comum em vez de estar cheio de dinheiro para esbanjar em restaurantes e compras. Vivendo com menos dinheiro no lugar, você passa por problemas que os locais passam e aprende a se encaixar no estilo de vida deles.

POR QUE CONTRATAR UMA AGÊNCIA DE VIAGEM?

Quer ler sobre as vantagens de contratar uma agência? Continue lendo aqui.

Source: http://www.gotogate.com.br/mochilao-x-agencia-de-viagem-qual-melhor-maneira-de-viajar/


*****

Qual é a melhor agencia de viagens

Qual é a melhor estação do ano para se conhecer a Provença e o sul da França?

Uma das perguntas mais frequentes que recebo também é a dúvida de uma amiga com quem tive o prazer de trabalhar na TV Justiça em Brasília. Claudia está começando a organizar uma viagem para conhecer o sul da França  e por isso ela gostaria de saber qual é a melhor época para visitar a região. A resposta que dei a ela também pode ser útil para outras pessoas interessadas na Provence-Alpes-Côte d’Azur. Depois de oito anos morando em Aix posso dizer que começo a conhecer bem cada estação por aqui. Pessoalmente gosto muito da primavera, mas o meu coração bate mesmo é pelo outono. que considero extremamente agradável. Independente disso, vou tentar ser o mais neutra possível para lhe dar as vantagens e os inconvenientes de cada estação.

Primavera (em média, do dia 20 de março ao dia 21 de junho ): ainda muito próximos do inverno os primeiros dias da primavera são frios, curtos e quase sempre com muita chuva. Se vestir é uma tarefa ingrata e só para iniciados. Em maio o clima melhora e os dias ficam mais quentes, longos e ensolarados. Nessa época os festivais, as feiras e a vida nas cidades vão ficando mais intensos, os turistas aparecem, o banho de mar volta a ser uma opção de lazer, os jardins desabrocham em mil cores, as amendoeiras se cobrem de pequenas flores brancas e o jasmim-estrela perfuma casas e ruas. Mas se fizer questão de conhecer os famosos campos de lavanda compre a sua passagem para o fim da estação ou o começo do verão.

Verão (em médiado dia 21 de junho ao dia 23 de setembro ). é onde o bicho e o calor pegam pesado. Os dias de sol ficam muito longos e a noite só chega depois das 21h30. o que é excelente para descobrir as paisagens da Provence sem pressa só de bermudas e Havaianas. Aliás, a mala-com-roupas-leves-quase-vazia-para-voltar-cheia-de-coisas-gostosas é uma das vantagens da estação. Afinal, todo brasileiro tem o que precisa para ser usado no verão europeu. Mas, infelizmente, existem três problemas para se curtir essa estação. os seus inúmeros festivais e as praias deliciosas da Côte d’Azur. o calor sufocante – o clima de Aix. por exemplo, lembra o de Brasília é quente e seco – com temperaturas que chegam ou passam dos 38°, os preços da alta-estação e a multidão de gente do mundo todo. Museus, lojas, monumentos, bares, cafés, praças, enfim, tudo, tudo, tudo mesmo fica lotado. Achar um lugar para estacionar, uma mesa em um restaurante, visitar uma exposição ou passear, vira, como dizemos por aqui, le parcours du combattant. A tradução é simples: você vai suar para fazer qualquer coisa. Por isso desaconselho o verão para quem gosta de calma e tranquilidade. Se além disso você também não é fã de saladas e comidas leves pode desistir mesmo desta estação. Pratos quentes e pesados na França só combinam com o frio que volta devagarzinho no outono.

Outono. (em média, do dia 23 de setembro ao dia 21 de dezembro ). muito menos badalada a estação não atrai muita gente, além disso ela chega de mansinho como quem não quer nada trazendo um ar fresco e temperaturas amenas (como na começo da primavera o termômetro fica em torno dos 17°/19° ). Um casaquinho, jeans e meias quentes são suficientes para encarar a estação. O outono tem uma beleza diferente do colorido juvenil e explosivo da estação das flores. Já ouvi muitas vezes a mesma opinião sobre ele e da tristeza que desperta. O outono anuncia o fim do calor, da beleza e da luz. é verdade, mas convenhamos, a mensagem é “dita” com muita doçura. Talvez por isso o “caramelo” seja a cor preferida da estação. Mais claros ou escuros, dourados ou vermelhos, eles vão se espalhando pelas cidades, campos e vinhas onde começa a vendange . a colheita das uvas. O momento é o ideal para os admiradores do vinho. não que o vinho novo seja o melhor que existe, mas o período é de festa e todas as caves estão em efervecência (por volta do 15 novembro os novos vinhos chegam no comércio). Uma idéia simpática: conhecer a região tendo no roteiro os domaines ou châteaux produtores de vinhos. Depois, nos deliciamos com as maçãs e todas as outras frutas amantes do frio. Comer volta a ser um prazer. respiramos melhor e ainda podemos aproveitar os dias em feiras e eventos. A animação se prolonga até o fim de outubro quando o dourado das folhas não cobre mais as árvores, mas as estradas e ruas e o caminho fica aberto para os rigores do inverno.

Inverno (em média,  do dia 21 de dezembro de 2010 ao dia 20 de março ). sem dúvida nenhuma a estação à qual tive a maior dificuldade de adaptação. O inverno começa oficialmente em dezembro, mas os dias curtos (às 17h já é noite), a secura e as temperaturas baixas incomodam desde o começo de novembro. Roupas e sapatos pesados são obrigatórios, vitamina C, também. A diferença de temperatura entre o Brasil e a Europa já derrubaram vários amigos que vieram passar as férias por aqui nesse período. O frio não perdoa até mesmo os franceses que são bem adaptados ao clima. Aliás, o começo do inverno sempre gera uma preocupação extra com as crianças e os mais velhos, considerados mais frágeis. Para quem curte o frio a neve pode ser uma boa surpresa, isso se não for exagerada como neste ano quando 40cm cobriram toda a região bloqueando tudo (aeroportos, estradas) por dois dias. Os departamentos de Hautes-Alpes, Alpes-de-Haute-Provence e Alpes-Maritimes tem, juntos, 35 estações de esqui com pistas, dificuldades e preços bem variados. Preciso experimentar isso um dia… Voltando ao assunto, apesar de doloroso (quando o Mistral sopra forte o frio dói mesmo) e parado (a maioria dos museus e monumentos fecham parcialmente), a estação tem o seu charme, a sua poesia e cheiro de pinheiro cortado fresquinho para se transformar em árvore de Natal. Com a aproximação das festas a iluminação especial deixa as cidades coloridas, os mercados passam a funcionar. barraquinhas vendem churros (!) e maçãs do amor, carrosséis se instalam nas grandes avenidas e começa a procura pelo presente ideal. O calor do inverno é humano e enche as mesas de pratos que não lembram em nada a refinada cozinha francesa pela fartura e exuberância. Sopas, ensopados de carne. batatas, queijos e assados dividem as atenções com camarões na maionese, chocolate quente e muitas sobremesas.

Um último detalhe: a região mediterrânea conta com 300 dias de sol por ano. a mesma média de Natal, no Rio Grande do Norte. Ou seja, até no inverno o sol brilha por aqui. Não é um exagero. Agora se esqueci de algum detalhe, ou se você tem uma opinião diferente, não se acanhe e deixe aqui o seu recado.

Source: http://naprovence.com/turismo/tempo-em-aix-en-provence/

21.10.2018

New

31 2015 mar

Smiles passagens aereas

Smiles passagens aereas Eleito o melhor programa de milhas brasileiro entre os leitores do Melhores Destinos, o programa de fidelidade da GOL tem como...

02 2015 abr

Voo de volta

Voo de volta Na mais ousada declaração de um pontífice sobre homossexualismo, o papa Francisco disse que...

21 2014 feb

Horarios voos

Horarios voos Saiba qual é a hora de partida prevista do seu voo e planeie as suas próximas férias com até 18 meses de...

Popular on-line

Tempo de viagem de avião

Tempo de viagem de avião1 dezembro 2013Viva! Um dos meus sonhos tornou-se realidade: voar de Singapura para Nova York – a mais ... Saber mais...

Bilhetes de aviao a 1 euro

Bilhetes de aviao a 1 euroAs passagens aйreas - apenas de ida ou volta -, estгo а venda no site da companhia ... Saber mais...

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas a bordo. Os integrantes da ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros