Aviao voo

Aviao voo

ERGONOMIA -- As novas poltronas: estrutura maleável, com menos metal e mais fibra de carbono

De Carolina Melo. com colaboração de Renata Luchesi. publicado em edição impressa de VEJA

 COM JEITINHO, CABE MAIS UM

A mais recente diretriz das companhias aéreas para aumentar o número de passageiros nos voos é instalar poltronas menores e com encosto mais fino

A impressão dos passageiros da classe econômica de que é cada vez menor o espaço para acomodar os joelhos ao sentar na poltrona nada tem de ilusória. Desde o início dos anos 80, as companhias aéreas diminuíram em 7,6 centímetros, em média, a distância entre o encosto de um assento e as costas do assento à frente.

Fizeram isso para acomodar mais poltronas nas cabines, a fim de enfrentar um aumento do tráfego aéreo global da ordem de 260% entre 1980 e 2011. A mais recente medida das empresas aéreas para ampliar a quantidade de assentos nos aviões é substituir as poltronas convencionais por um modelo menor, mais fino e mais leve.

As novas poltronas utilizam menos metal e mais fibra de carbono, o que torna sua estrutura mais maleável. Dessa forma, o assento e o encosto não necessitam de uma camada tão grossa de acolchoamento, o que reduz a quantidade de espuma utilizada sem aumentar o desconforto do passageiro. Ao contrário, com a lateral do encosto mais estreita, ele ganha 4 centímetros de espaço para as pernas.

Para as companhias aéreas, as novas poltronas representam a possibilidade de instalar mais duas dezenas de assentos nos modelos de aeronaves mais utilizados em voos de curta e média distância, como o Boeing 737. Elas também são 30% mais leves do que as poltronas convencionais, o que resulta em economia de combustível.

A Lufthansa já instalou 2.000 poltronas adicionais em 168 aeronaves Airbus A320. Seria preciso comprar doze aparelhos novos para obter igual aumento na oferta de assentos nos aviões que já possuía.

O aperto nos aviões é maior. (CLIQUE PARA AUMENTAR)

. mas o espaço para as pernas aumentou (CLIQUE PARA AUMENTAR)

A mudança para as poltronas de carbono é feita principalmente pelas companhias aéreas de baixo custo. Disse a VEJA Mark Hiller, CEO da alemã Recaro, fabricante que já vendeu mais de 150.000 poltronas do novo modelo a uma dezena de companhias aéreas europeias, americanas e asiáticas: “Uma pesquisa com os passageiros mostrou que a maioria prefere as novas poltronas, pois elas são ergonômicas e oferecem mais espaço para as pernas”.

A americana Southwest está fazendo a substituição em toda a sua frota de Boeings 737. A companhia calcula que, com a inclusão de uma nova fileira de poltronas em cada avião, sua receita anual poderá crescer 200 milhões de dólares. A Qatar e a United também têm projetos de substituição.

No Brasil, a Gol receberá o primeiro aparelho equipado com as novas poltronas no mês que vem. É bom lembrar que poltronas com mais espaço para as pernas não se traduzem necessariamente em maior comodidade para os passageiros. Um avião mais cheio significa mais filas para entrar e sair e também para utilizar o banheiro.

Além disso, um número maior de passageiros resulta em mais disputa pelos compartimentos de bagagem de mão, já que esses continuam com o mesmo espaço de sempre.

A diferença está no material

VOO DO FUTURO -- O novo Airbus A350: mais leve e de manutenção mais barata

A mesma fibra de carbono que permite às novas poltronas instaladas nas aeronaves ser menores, porém confortáveis, é um dos principais trunfos tecnológicos do próximo modelo de grande porte a ser lançado pela indústria aeronáutica – o Airbus A350.

Com previsão de entrada em operação em 2014, o A350 tem 53% da fuselagem e das asas compostas de fibra de carbono, um material muito mais leve e resistente do que o alumínio, que em geral é usado na fabricação de aviões.

Em consequência disso, o A350 gasta menos combustível que os aviões de seu porte, suas turbinas são mais silenciosas e sua manutenção é mais fácil e barata, já que o material não sofre corrosões e apresenta menos fadiga.

Oferecido em três modelos, com capacidade para levar de 270 a 350 passageiros, o A350 foi criado para concorrer diretamente com o Boeing 787 Dreamliner, que entrou em operação no ano passado, também tem metade de sua estrutura feita de fibra de carbono e é um grande sucesso de vendas, com 838 encomendas – embora apenas 26 deles estejam em operação.

Os pedidos do A350 já somam 558 unidades. Segundo os especialistas em aviação, durante o desenvolvimento do Dreamliner, ainda na fase inicial de testes, sem que o modelo tivesse voado pela primeira vez, a Boeing enfrentou uma série de problemas com relação à utilização dos novos materiais.

O uso da fibra de carbono desafiava os cálculos matemáticos convencionais no projeto das asas da aeronave. No desenvolvimento de seu novo modelo, a Airbus pôde aprender com essas falhas da concorrência.

LEIAM TAMBÉM:

Source: http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/viagens-de-aviao-poltronas-menores-encostos-mais-finos-e-mais-gente-a-bordo/


*****

Aviao voo

Uns sentem menos, outros mais, mas o desconforto de estar a milhares de quilômetros de altura pode ser bem frequente nos voos. Algumas pessoas chegam a preferir outros meios de transporte que demoram mais e são menos confortáveis e mais caros. Se você é uma dessas pessoas que não consegue relaxar durante o trajeto, estamos aqui para te tranquilizar.

Primeiro porque o avião foi considerado o meio mais seguro do mundo. De acordo com estatísticas internacionais, viagens aéreas provocam apenas um óbito a cada um milhão de passageiros embarcados, diferente de ônibus e navios que provocam 200 e 5.3 mortes por milhão, respectivamente.

Mas se você está cansado de saber isso e mesmo assim se sente inseguro, vamos te ensinar técnicas ótimas para relaxar  e aproveitar sua viagem sem maiores problemas!

A chave está na respiração

Quando prestamos atenção na nossa respiração, temos mais facilidade de controlar os pensamentos ruins.  Uma das técnicas para se manter a ansiedade longe é fazer uma expiração alongada. É assim: inspire e conte até três. Depois expire deixando que o ar demore o dobro do tempo para sair. Espere alguns segundos e volte a repetir o procedimento até que esteja bem calmo. É importante pensar em imagens, pessoas e lugares que te deixem relaxado  enquanto aplica a técnica. Lembrando que a respiração deve ser feita usando a musculatura do diafragma, movimentando o abdômen e não o tórax.

Antes de embarcar, baixe um aplicativo

Já ouviu falar do Medo de Voar app? Se você tem medo de viagens longas, ele vai ser seu melhor amigo durante os voos. Autointitulado  ’terapeuta a bordo’, ele promete ajudá-lo com exercícios para reduzir o nível de estresse, com várias dicas e com um botão especial para o pânico. O dispositivo baseia-se em métodos terapêuticos de eficácia cientificamente comprovada, utilizados pela VALK Foundation, uma empresa britânica que estuda o medo de voar.  Ele traz também um mini curso de aviação, estatísticas e dicas para se sentir confortável durante o voo.

Acabou a bateria? Use o de papel

Se você não é fã de aplicativos e recursos tecnológicos ou não tem disponibilidade para usá-los, invista em jogos e desafios. Palavras cruzadas e jogos de raciocínio lógico são boas opções para manter sua mente focada e trabalhando.

O alimento certo

O que você come no avião também pode te ajudar a relaxar. Por exemplo, a banana tem um papel importante na produção de serotonina, hormônio que ajuda no relaxamento e que, portanto, pode levá-lo a um sono mais rápido. A linhaça também é uma boa pedida. Rica em ômega 3. ajuda na regulação dos neurotransmissores, melhora o sono, o humor, a irritabilidade, a ansiedade e a depressão.

Curtiu as dicas?

Então pare de se preocupar .

Mande um e-mail para atmais@atmais.com  e venha conferir os melhores pacotes.

Source: http://www.atbt.com.br/4-dicas-para-quem-tem-medo-de-aviao-2/


*****

Aviao voo

A influência do clima no voo

As modernas aeronaves de transporte são desenhadas para voar em praticamente qualquer tempo. Os instrumentos de bordo permitem que o voo seja feito durante o dia ou à noite, com o mesmo nível de segurança. A chuva ou o vento também não costumam ser um problema. O avião pode até mesmo ser atingido por um raio durante um voo, sem que isso represente risco aos passageiros ou à aeronave. Porém, como você deve saber, algumas condições meteorológicas são evitadas. O granizo, por exemplo, pode amassar a superfície da fuselagem, que geralmente é feita de uma liga de alumínio. Contudo, o radar meteorológico do avião consegue detectar esses tipos de nuvens, para que os pilotos possam efetuar desvios na rota.

Outra situação que pode ocorrer é a de uma chuva muito forte ou tempestade sobre um aeroporto, no momento do pouso ou da decolagem. Nessas situações, as decolagens podem ser suspensas temporariamente, e as aeronaves que pousariam nesse momento podem preferir fazer alguma espera em rota até que as condições tornem-se mais favoráveis. A segurança de voo é sempre a prioridade!

A turbulência, grande causador do medo que as pessoas têm

Como foi dito, e pode ser observado na prática, o avião voa imerso em um fluido, e, portanto, é suscetível ao movimento desse fluido. Assim como um barco balança em um mar agitado, o avião também balança em um ar agitado, ou seja, turbulento. Muitos fatores podem tornar o ar turbulento. Em localidades quentes, especialmente à tarde, o ar aquecido, mais leve, desprende-se do solo e sobe em grandes bolhas. Isso pode causar certa turbulência e desconforto em níveis baixos. A turbulência também pode ocorrer quando o vento sopra contra morros e montanhas, ou até mesmo em prédios altos. Esses obstáculos perturbam o fluxo do ar e causam turbulência.

Por fim, fatores atmosféricos, como frentes frias, nuvens de desenvolvimento vertical, variações de temperatura e correntes de jato (correntes de ar em alta velocidade, existentes em grandes altitudes) podem causar a turbulência. Os aviões atuais somente conseguem detectar em seus radares meteorológicos a turbulência associada a nuvens. Nesse caso, os pilotos podem efetuar desvios na rota, para maior conforto dos passageiros. Quando o ar turbulento encontra-se fora de nuvens, ocorre a chamada turbulência de ar claro. Essa turbulência não pode ser visualizada no radar. Nesses casos, os pilotos podem mudar o nível de voo, subindo ou descendo, na tentativa de encontrar condições climáticas mais tranquilas.

É importante comentar que a turbulência não representa risco ao avião. A estrutura da aeronave resiste facilmente, mesmo às turbulências severas, que são raras. O risco de ferimentos, apesar de remoto, existe quando algum passageiro está sem o cinto de segurança e bate alguma parte do corpo durante uma turbulência mais severa. Portanto, é importante que todos os passageiros permaneçam com os cintos afivelados sempre que estiverem sentados, independente dos avisos luminosos de atar os cintos.

Trecho extraído do livro Aviã0 – Viaje sem medo. Elvira Gross, SãoPaulo: Editora Alaúde, 2008

Source: http://editoraalaude.wordpress.com/2010/11/23/voar-de-aviao-e-perigoso-ou-nao-parte-23/


*****

Aviao voo

Se o medo de andar de avião está a ter implicações negativas na sua vida, é tempo de fazer alguma coisa para alterar a situação. A negação do medo só o faz piorar. Admitir o problema é o primeiro passo para ultrapassar o medo de voar.

Tem um voo marcado para breve e está com medo da viagem aérea? Não desista da viagem.

Contacte-nos e terá a ajuda que necessita para realizar a sua viagem sem preocupações ou ansiedade excessiva. A Voar Sem Medo oferece ajuda especializada para quem viajar de avião representa um problema.

Prepare-se em terra e tenha uma boa viagem!

Source: http://www.voarsemmedo.com/

24.08.2019

New

31 2015 mar

Primeira viagem avião

Primeira viagem avião Em novembro do ano passado o Arthur fez sua primeira viagem de avião. Na ocasião ele tinha apenas dois meses e meio,...

02 2015 abr

Voo mais barato de madrugada

Voo mais barato de madrugada receba ofertas exclusivas! *Tarifas postadas em 16/03/2015 às 10:31. Sujeitas à disponibilidade. A incluir taxas e encargos. Em nosso dia a...

21 2014 feb

Viagens turisticas

Viagens turisticas O número de viagens de âmbito turístico caíram 3,5% no primeiro trimestre face ao mesmo período de 2013. Esta redução deve-se ao...

Popular on-line

Voos baratos de madrugada

Voos baratos de madrugadaHome / Passagens Aéreas Promocionais / Viajar de Madrugada é Alternativa para Vôos BaratosQuer viajar de avião, mas acha que os preços das ... Saber mais...

Qual é a diferença entre a classe turística e classe executiva?

Hoje em dia podemos encontrar bilhetes acessíveis  praticamente em qualquer companhia aérea do mundo. Por exemplo: para os estudantes ou reformados. Frequentemente as companhias têm disponíveis ... Saber mais...

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas a bordo. Os integrantes da Forзa Aйrea Brasileira que ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros