Os baratos

Os baratos

Postado por Redação Blog do Android em March 13, 2012 – 13:06 72 comentários

Embora já se possa sentir a febre dos smartphones, ainda é uma parcela pequena da população que conta com um desses dispositivos. O motivo principal com certeza é o preço mais elevado dos aparelhos em relação aos celulares tradicionais.

Pensando nisso decidimos criar uma coluna trimestral onde vamos pesquisar e publicar uma lista com os celulares Android mais baratos pelo Brasil afora. Esse é a primeira edição, e a próxima vem em Junho, então fique ligado.

Samsumg Galaxy Y por R$399,00. A venda no site Americanas.com. O aparelho oferece um bom custo benefício, uma vez que já vem com GPS, rádio FM, câmera de 2MP e cartão de 2GB de memória. O sistema operacional é o Android 2.3. Se quiser ler reviews sobre ele postamos uma aqui e outra aqui .

ZTE V821 por R$349,00. A venda no site Extra.com. O celular tem câmera de 2MP, GPS, trabalha com dois chips e tem tocador MP3. É um celular barato para quem gosta de teclado físico, e já vem desbloqueado.

Samsung Galaxy 5 por R$326,00. A venda no site ShoppDigital.com.br. O aparelho vem desbloqueado rodando o Android 2.1. Possui câmera de 2MP, GPS, rádio FM e fone de ouvido. É um aparelho equivalente ao Galaxy Y, embora tenha um processador um pouco mais lento e venha com menos memória, por isso o fato de estar mais barato.

LG Optimus ME P350 por R$249. A venda no site ParcelaTudo.com.br. Nesse preço representa um ótimo custo benefício. Vem com o Android 2.2, GPS e câmera de 3MP. O aparelho já vem desbloqueado do vendedor.

A8000 por R$253,00. A venda no Mercado Livre. Atenção porém, este celular não é homologado pela Anatel, e provavelmente a qualidade da tela touch-screen e a velocidade do processador deixam a desejar. No lado positivo o celular tem 2 câmeras, GPS e conectividade 3G. Vem com o Android 2.2 e apps pré-instalados para acessar redes sociais. Não recomendamos, mas para deixar a matéria completa decidimos inclui-lo.

Se você souber de algum outro aparelho barato nos mande a dica e vamos inclui-lo na lista acima.

Source: http://www.blogdoandroid.com/2012/03/os-celulares-android-mais-baratos-do-brasil/


*****

Os baratos

A Multilaser acaba de lançar os smartphones dual-chip Trend e City e, com isso, segue com sua estratégia para conquistar o mercado brasileiro. Com preços que variam entre R$ 399 e R$ 599, eles rodam o Android nas versões 2.3 "Gingerbread" e 4.2 "Jelly Bean", respectivamente.

O mais simples deles, o Trend, tem tela de 4 polegadas HVGA (320 x 480 pixels), processador de 1 GHz, 256 de RAM e 512 MB para guardar arquivos, além de suporte para cartão microSD de até 32 GB. Completam as especificações Wi-Fi, 3G, Bluetooth, GPS, câmera traseira de 2 megapixels e frontal VGA – configurações bem básicas voltadas para pessoas que buscam seu primeiro smartphone. O aparelho ainda acompanha duas capas intercambiáveis, nas cores preto e azul ou branco e rosa.

Sua tela talvez seja o atrativo maior, medindo 4,7 polegadas. Apesar do tamanho, a baixa de 480 x 854 pixels deixa um pouco a desejar. Para somar aos pontos positivos do modelo, ele  conta com uma câmera traseira cujo sensor é de 8 megapixels, bem favorável para um celular de R$ 600; já a frontal tem captura imagens com resolução de 1,3 megapixels.

Source: http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2014/02/multilaser-lanca-os-smarts-trend-e-o-city-baratos-e-com-android-de-entrada.html


*****

Os baratos

Os smartphones Android  são alguns dos aparelhos mais populares e desejados do mundo, mas diante do preço elevado de alguns aparelhos, muita gente ainda não conseguiu trocar seu telefone comum por um celular inteligente com a plataforma do Google. Para mostrar que existem opções para todos os bolsos, então, o TechTudo fez uma seleção com alguns dos modelos de smartphones mais baratos e com sistema Android .

LG Optimus Me (Foto: Divulgação)

Este aparelho é bem simples, mas ideal para quem só busca ter um celular com capacidade de acessar a Internet e com aplicativos interessantes. Com sistema Android 2.2, o modelo custa em torno de R$ 347 no Brasil. O smartphone tem tela de 2,8 polegadas sensível ao toque e resolução de 240 x 320 pixels. Ele ainda possui uma câmera de 3 megapixels que tira fotos razoáveis.

A linha Xperia da Sony é conhecida pela sua qualidade em imagem e desempenho. Este modelo, o Mini, é o mais básico da familia, e também não decepciona. Ele conta com uma tela de 3 polegadas com 480 x 320 de resolução, e custa em torno de R$ 549. O grande destaque do modelo é a sua câmera, que possui 5 megapixels - bem alto para um smartphone de baixo custo.

Source: http://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/noticia/2012/09/os-smartphones-mais-baratos-com-android.html


*****

Os baratos

Reduza a fatura na farmácia comparando o custo dos medicamentos que precisa, entre cerca de 7 mil genéricos ou de marca. Caso não encontre o fármaco que procura, é porque não tem uma alternativa genérica equivalente.

Antes de comprar um fármaco, verifique se há alternativas a menor preço. Se tem receita, certifique-se de que esta autoriza a substituição e peça o mais barato na farmácia ou fale com o médico sobre as opções.

Apresentamos todos os medicamentos comparticipados que pertencem a grupos homogéneos, ou seja, os que incluem, pelo menos, um genérico. Caso não encontre o fármaco que procura, é porque não tem uma alternativa genérica equivalente.

Pode pesquisar pelo princípio ativo ou pela marca. Se procura uma alternativa para um produto específico, preencha todos os campos (forma farmacêutica, dosagem e quantidade). Obtém a lista, que inclui genéricos, a verde, e medicamentos de marca, a cinzento, por ordem crescente de preço.

Pode acontecer que, ao comprar um destes medicamentos na farmácia, o encontre a um preço diferente do indicado na nossa base de dados. Tal deve-se ao facto de a lei permitir um escoamento das embalagens, ou seja, que a farmácia venda os medicamentos em stock ao preço marcado na embalagem.

Caso pretenda ordenar a lista de resultados por outro critério, basta clicar no título da coluna correspondente.

  • O que é um genérico?

É um medicamento com a mesma substância ativa, na mesma dose e igual forma farmacêutica (comprimidos, cápsulas, xaropes, etc.) de um fármaco de marca, fabricado após expirar a patente deste.

Quando descobrem uma substância promissora, os laboratórios registam a sua patente para assegurar a exclusividade de venda durante 20 a 25 anos. Após este período, pode ser produzida e comercializada por outros fabricantes.
  • Como reconhecer? As embalagens incluem a sigla “MG”, que significa medicamento genérico. Em geral, não tem marca. É vendido com o nome da substância ativa (por exemplo, paracetamol), seguido do laboratório.
  • É tão eficaz como o medicamento original? Sim. Além de incluir a mesma substância ativa, na mesma quantidade e forma farmacêutica do original, o genérico tem de demonstrar que produz igual efeito terapêutico: na altura do registo, o fabricante é obrigado a apresentar estudos de bioequivalência a indicar que o princípio ativo é absorvido pelo organismo em quantidade e velocidade similares às do produto de referência, o que garante um efeito equivalente.
  • Ligeiras alterações na fórmula original podem ser perigosas? Não. Os genéricos devem incluir o princípio ativo do medicamento original, na mesma forma e quantidade, mas podem ter excipientes diferentes. Estes não têm atividade terapêutica e são adicionados, por exemplo, para dar consistência, cor ou sabor. Incluem substâncias como lactose e amido. Qualquer ingrediente de um medicamento pode causar alergias. Por isso, em situações raras, algumas pessoas toleram bem uma das versões (original ou genérico) e desenvolvem reações adversas a outra.
  • Quais as vantagens? As substâncias ativas dos genéricos são utilizadas há muitos anos, pelo que a eficácia e segurança estão bem estudadas. Apresentam a mesma qualidade dos medicamentos de referência e, quando entram no mercado, são mais baratos entre 20 e 35 por cento. Se um fabricante decidir produzir um genérico num grupo onde já existam, o preço deve ser 5% inferior ao genérico mais recente.
  • Por que é mais barato? Os genéricos não exigem investimento em pesquisa e em testes pré-clínicos e clínicos já realizados no medicamento de referência, para atestar a segurança e eficácia da substância ativa. Os laboratórios usam um princípio ativo com provas dadas. Com um investimento menor, o preço final também é mais baixo.
  • Como funciona o preço de referência? Corresponde ao custo médio dos 5 medicamentos mais baratos de um grupo homogéneo. O Estado calcula a comparticipação com base nesse valor e paga a mesma importância em todos os medicamentos desse grupo. Vejamos o exemplo de um medicamento do escalão A, o mais comparticipado: num grupo com preço de referência de € 100, a comparticipação é de € 95 no regime especial (95% do preço de referência) e € 90, no regime geral (90% do preço de referência) para todos os produtos. Se o medicamento custar € 200, o utente paga € 105 e € 110, respetivamente. Caso o produto custe € 80, não paga nada.
  • Existem genéricos para todos os princípios ativos? Não. Além dos medicamentos ainda protegidos pela patente, não há genérico, por exemplo, para substâncias com uma margem terapêutica muito estreita, ou seja, aquelas em que uma pequena variação na dosagem pode reduzir os efeitos ou aumentar a toxicidade. Alguns medicamentos usados há muito tempo não têm genérico, por serem muito baratos e terem pouco interesse económico para a indústria.
  • Posso exigir um medicamento similar ao médico ou na farmácia? Pode fazê-lo na farmácia, se o médico receitar o princípio ativo ou a marca e autoriza a substituição ou nada indica a este respeito. Caso o profissional não permita a troca, aborde a questão do preço e, se for o caso, mostre vontade de comprar o mais barato.
  • O genérico é sujeito ao mesmo controlo dos medicamentos de referência? Sim. As exigências para a entrada no mercado dos dois medicamentos são diferentes, mas, uma vez à venda, as autoridades controlam-nos da mesma forma.
  • Os genéricos travam a investigação?

    Não. As empresas farmacêuticas, ao saber que vão surgir genéricos quando expira a patente, são estimuladas a investir em pesquisa e apresentar novos produtos. Contudo, os “novos” produtos surgidos nos últimos anos são, na maioria dos casos, idênticos aos já existentes e criam distorções no mercado, que inibem a verdadeira inovação.

  • Podemos ajudar? 808 200 145 218 410 858 (dias úteis, das 9 às 13 e das 14 às 18 horas)

    Source: http://www.deco.proteste.pt/saude/medicamentos/simule-e-poupe/medicamentos-de-marca-ou-genericos-quais-os-mais-baratos

    21.10.2019

    New

    31 2015 mar

    Passagem para europa mais barata

    Passagem para europa mais barata julho 12, 2013. Publicado em Europa Comentários: O sistema ferroviário da Europa é um tanto complexo, e, com tantos...

    02 2015 abr

    Viagens próximas a sp

    Viagens próximas a sp Quinta dos Pinhais - Santo Antonio do Pinhal Foi a primeira pousada deste estilo que eu fui, mais ou menos há cinco anos. Me...

    21 2014 feb

    Passagem aerea mais barata para europa

    Passagem aerea mais barata para europa Se você ainda foi, agora vai! Com o tanto de promoção de passagens aéreas para a Europa,...

    Popular on-line

    Passagens para são paulo aereas

    Passagens para são paulo aereasVeja o que a Azul disponibiliza para você!Saindo de São Paulo para ... Saber mais...

    Qual é a diferença entre a classe turística e classe executiva?

    Hoje em dia podemos encontrar bilhetes acessíveis  praticamente em qualquer companhia aérea do mundo. Por exemplo: ... Saber mais...

    Trip linhas aereas

    Trip linhas aereasTrip Airlines is now available on the Alternative Airlines price and availability display with ... Saber mais...

    Testimonials

    Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

    equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

    Os nossos parceiros