Empresa de aviao

Empresa de aviao

AERONAVE DE PREFIXO PT-DRO que caiu no Piauí é 'falsa' e cercada por vários mistérios

O advogado da Marnanglo Empreendimentos e Participações S/C Ltda. Eduardo Diamantino, comunicou à imprensa que o avião bimotor de prefixo PT-DRO foi de fato clonado. Em nota, a empresa conta que foi surpreendida pela notícia da queda do avião, já que a aeronave de sua propriedade permanece estacionada e intacta no aeroporto do município de Jundiaí, em São Paulo.

A informação já havia sido confirmada pela aeronáutica no Piauí e o próprio 180 encontrou na web imagens do verdadeiro PT-DRO, que possui, como confirma a empresa, fuselagem pintada de marrom e bege, diferente do avião que caiu no Piauí, que é pintado com listras azuis.

O Rockwell Twin Commander 500-S que caiu no Piauí é de modelo semelhante ao verdadeiro PT-DRO, com algumas modificações, inclusive em seu interior, onde foram retirados os bancos dos passageiros. O grande mistério que persiste é a quem pertence o avião que caiu, e ainda mais, quem estava na aeronave no momento do acidente e o que tinha nas “malas” carregadas por eles.

A tripulação do avião sumiu, e populares relatam que homens com maletas desceram rapidamente do avião e seguiram para uma picape. A polícia agora tem duas suspeitas principais: envolvimento com crime eleitoral ou tráfico de drogas.

Na web, 180 localizou imagens da aeronave verdadeira. Na foto acima, ela é comparada com o avião clonado que caiu em Piracuruca

VEJA NOTA DA EMPRESA

Nota de esclarecimento

Com relação às notícias envolvendo o pouso forçado de um avião bimotor prefixo PT-DRO no município de Piracuruca, no Piauí, ocorrido dia 2/9/2014, a Marnanglo Empreendimentos e Participações S/C Ltda. vem a público esclarecer o seguinte:

Para nossa surpresa, fomos informados de que o avião acidentado dia 2/9/2014 tem o mesmo prefixo — PT-DRO — que a aeronave Twin Comander modelo 500-S, número de série 3102, pertencente à Marnanglo. Todavia, nossa aeronave se encontra intacta, no aeroporto do município de Jundiaí (SP).

Cabe, agora, esperar das autoridades ligadas à aviação civil brasileira e das autoridades policiais que investigam o acidente ocorrido em Piracuruca, o esclarecimento do que possibilitou a clonagem do nosso avião que, embora seja do mesmo modelo daquele que se acidentou, tem a fuselagem pintada de branco e bege, sendo, portanto, diferente do aparelho acidentado.

São Paulo, 03 de setembro de 2014.

Marnanglo Empreendimentos e Participações S/C Ltda

PP/ Eduardo Diamantino, advogado

SOBRE A QUEDA DO AVIÃO CLONADO

Nesta quarta-feira (03/09), uma equipe do CENIPA (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) fez uma vistoria no avião, que no momento da queda tinham dois ocupantes. Por volta de 15h30, quando o avião pousou na pista, os ocupantes desceram e se aproximaram de uma caminhonete F-250, que estava carregada com galões de combustível. Todo material foi colocado na aeronave.

Ao tentar novamente levantar voo, a aeronave apresentou falhas, obrigando os tripulantes a tentar retornar ao solo, momento em que o avião bateu em uma árvore e acabou caindo, perdendo parte da asa e um dos trens de pouso. Imediatamente os ocupantes, segundo testemunhas, desceram rapidamente com maletas na mão, que foram colocadas na carroceria da caminhonete, e todos seguiram em rumo desconhecido.

Ao portal Piracuruca Ao Vivo, um senhor de nome Lucas, informou que um dos homens que estava na caminhonete era deficiente, e possuía apenas uma das pernas. Os cabelos já eram brancos e ele andava com o auxilio de uma muleta. Diz ainda que o piloto da aeronave já havia pousado em outras aeronaves na mesma pista, trazendo pessoas de Teresina.

PRF vistoriou aeronave ainda na noite de ontem

Um dos ocupantes da aeronave chegou a dizer aos moradores do local que iriam procurar a delegacia para fazer um Boletim de Ocorrência, que até a manhã desta quarta-feira (03), nenhum procedimento foi registrado sobre o caso. Chegou à polícia ainda a informação de que no dia 1º de setembro, quatro pessoas estiveram na pista realizando medições no campo de pouso.

Na averiguação realizada pela Polícia Rodoviária Federal - quem primeiro chegou ao local - foram apreendidos 8 galões de combustível e o mais grave várias pontas de cigarro, formando uma combinação perigosa. Além das apreensões, verificou-se ainda que o interior da aeronave estava totalmente alterada, sem os bancos para passageiros.

Interior da aeronave foi completamente modificado e estavam sem os bancos para passageiros. Foto: Piracuruca Ao Vivo

PT-DRO ‘ORIGINAL’ É DE EMPRESA INVESTIGADA PELA PF

A reportagem do 180 fez a pesquisa na Agência de Aviação Civil e descobriu quem é o proprietário do avião. Ele está registrado no nome da empresa MARNANGLO EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA, sediada no município de Vassouras, no Rio de Janeiro. Só a Polícia e a Aeronáutica vão explicar o que esse avião foi fazer em Piracuruca e se estava a serviço de sua proprietária.

A empresa Marnanglo Empreendimentos já foi alvo de uma investigação da Polícia Federal na Operação Persona, deflagrada em 2007 e que acabou na condenação do auditor fiscal aposentado da Receita Federal, Ernani Bertino Maciel. A Marnanglo Empreendimentos seria uma das “empresas laranjas” do auditor. Segundo a Polícia Federal, o auditor comandou um esquema de sonegação fiscal que beneficiava a empresa americana de importação Cisco Systems e que teria gerado um prejuízo de R$ 3,3 bilhões aos cofres públicos.

A sentença da 1ª Vara Federal de São Paulo condenou Ernani Bertino ao pagamento de multa equivalente a três vezes ao seu acréscimo patrimonial, a perda da aposentadoria e à proibição de exercer cargos públicos por dez anos. A empresa dona do avião que fez o pouso forçado em Piracuruca era controlada por outra empresa de Ernani Bertino, a Olinda Participações, que era dono de um hotel luxuoso em Barra do Piraí (RJ), o Fazenda Ribeirão Hotel de Lazer.

COMBUSTÍVEL COMPRADO EM TERESINA

O combustível Avgas que foi apreendido dentro do avião teria sido comprado em Teresina. Pelo menos é o que informa uma fonte ao 180. que preferiu não se identificar. “Eu estive lá quando eles estavam comprando”, diz uma pessoa que conhece o motorista da caminhoneta e que também estava comprando combustível de avião, mas que não quis informar sua identidade.

Oito galões de combustível foram encontrados dentro do avião: Foto: Piracuruca Ao Vivo

Segundo esta testemunha, eram sete galões de 50 litros, e um oitavo com capacidade menor que seriam levados dentro do avião. A aeronave permite carregar até uma tonelada. A pessoa presente no momento da compra do combustível disse ainda que a F-250 cinza possuía uma “carroceria de madeira” e que a carroceria estava “coberta com uma lona azul”.

Apenas em dois lugares de Teresina se pode adquirir o combustível Avgas. Um é no aeroporto de Teresina e o outro lugar é no aeroporto de Fátima, localizado na região da Cacimba Velha. O aeroporto de Fátima é de propriedade privada. A fonte que repassou a informação não quis dizer onde foi realizada a compra para não “se comprometer”. O valor do litro é R$ 6,80.

“PAPELOTES” DE “PÓ BRANCO”

Já segundo outras testemunhas que conversaram com policiais da Força Tática presentes no local, dentro da aeronave foram encontrados dois “papelotes” com “filetes” de um “pó branco”.

Pontas de cigarro que estavam no avião; populares relataram ainda ter visto papelotes de pó branco: Foto: Piracuruca Ao Vivo

Source: http://180graus.com/noticias/empresa-confirma-clonagem-de-aviao-e-pede-investigacao


*****

Empresa de aviao

Por Julio Ribeiro – Enviado Especial

Certamente, vocк jб ouviu falar da Embraer. Mas, muito provavelmente, vocк nгo tem a dimensгo exata do que ela representa no mercado de aviaзгo mundial e, mesmo, na economia brasileira. Eu, tambйm, nгo tinha. Pelo menos, atй participar, no inicio de outubro de uma visita de dois dias а sua fбbrica em Sгo Josй dos Campos.

Ao desconhecimento inicial, seguiu-se surpresa e encantamento e, por fim, fez surgir uma ponta de orgulho dessa empresa brasileira, que jб й a terceira maior fabricante de aviхes comerciais do mundo, atrбs apenas das gigantes Boeing e Airbus. A Embraer й, tambйm, a terceira empresa nacional que mais exporta, tendo contribuнdo no ano passado com cerca de US$ 1,5 bilhхes para a nossa balanзa comercial.

No lastro da criaзгo, na dйcada de 50, do Centro Tйcnico Aeroespacial e do Instituto Tecnolуgico da Aeronбutica, a Embraer foi fundada em 19 de agosto de 1969, para viabilizar a fabricaзгo em sйrie e a comercializaзгo do aviгo Bandeirante, desenvolvido pelo CTA e pelo ITA, com o apoio e investimento do governo federal.

Nasceu, portanto, como uma estatal e assim permaneceu atй 1994, quando foi privatizada. Atй entгo, desenvolveu projetos interessantes, que atendiam a algumas demandas nacionais e que foram consolidando seu corpo tйcnico. Entre esses projetos, alйm do Bandeirante, teve o Xavante, um jato de treinamento militar; o Ipanema, uma aeronave agrнcola, e o Xingu, um aviгo pressurizado, de uso militar, com excelente aceitaзгo internacional. A Forзa Aйrea Francesa, por exemplo, estendeu o uso de Xingu no treinamento de pilotos atй 2025, o que farб do modelo um recordista em operaзгo contнnua: 42 anos de uso consecutivo.

Depois vieram projetos como o Tucano, para treinamento militar, o caзa bombardeiro subsфnico AMX e o Brasнlia, para vфos regionais. No entanto, o grande marco para a Embraer ocorreu em 7 de dezembro de 1994, dia em que ocorreu a sua privatizaзгo, palavra endemonizada por certos cнrculos polнticos – pelo menos, no discurso – mas que provou, na prбtica, ser a saнda, ou melhor, a entrada no mundo, para empresas estatais, em бreas de grande tecnologia.

Os nъmeros, os produtos, o desempenho, e os mercados atendidos, atualmente, pela Embraer, se constituem num dos melhores exemplos do que a privatizaзгo pode fazer em setores de ponta da economia. Vamos a alguns nъmeros. Apesar de todo o esforзo e qualidade de seu quadro tйcnico, atй 1994 a Embraer faturava menos de meio bilhгo de dуlares, com seus 6.087 funcionбrios. Passados 15 anos de controle privado, a empresa faturou US$ 5,4 bilhхes, em 2009. Dez vezes mais faturamento e 10.800 novos postos de trabalho. De uma mera desenvolvedora de projetos para o governo, a empresa passou a ser a terceira maior fabricante de aviхes comerciais do planeta. Jб produziu mais de 1.100 jatos, que atendem a 56 companhias aйreas, em 39 paнses. A cada 15 segundos, um aviгo Embraer levanta vфo, no mundo.

A empresa atua em trкs grandes mercados: aviaзгo comercial, aviaзгo executiva e mercado de defesa. Atй a sua privatizaзгo, era conhecida pelos seus aviхes militares, hoje, no entanto, alйm de empresas aйreas como KLM, Japan Air Lines, Blue Jet, Swissair, Delta, Continental e America Air Lines, o nome Embraer й conhecido e valorizado por milionбrios de todos os continentes, por conta de sua linha de jatos executivos. Vocк sabia, por exemplo, que a Embraer fabrica jatos luxuosos para atй 19 passageiros? Alguns sheiks бrabes sabem e se prontificam a pagar US$ 50 milhхes por um Lineage 1000, a estrela mais fulgurante do portfуlio da empresa, que jб detйm 15% desse mercado e tem como plano se transformar, nos prуximos cinco anos, na maior fabricante de jatos executivos do mundo.

Й mole ou quer mais? A Embraer tem sua sede na progressista e simpбtica Sгo Josй dos Campos, mas possui, ainda, fбbricas e escritуrios em mais quatro cidades do interior paulista, quatro unidades nos EUA, duas na Franзa, duas em Portugal, duas na China e uma em Singapura. Й uma das maiores multinacionais brasileiras e, por incrнvel que possa parecer, muito pouco conhecida dos brasileiros. Isso tem duas explicaзхes. Uma de ordem mercadolуgica: o Brasil responde por apenas 11% do faturamento da empresa. Com o inнcio de operaзгo das companhias Azul e Trip, no ano passado, os brasileiros passaram a ter um convнvio mais de perto com os E-Jets, produzidos pela Embraer. Os maiores mercados da companhia estгo na Europa (32%), EUA (23%) e Бsia/Pacнfico (21%).

O outro motivo – e aн й uma opiniгo minha, apуs uma breve estada na fбbrica – й que a empresa nгo investe muito em comunicaзгo aqui no Brasil. Isso, talvez, porque seja uma “empresa de engenheiros”. Sгo mais de mil profissionais de engenharia e apenas meia dъzia na Comunicaзгo. Й compreensнvel, portanto, que o sentido prбtico dos engenheiros acabe freando investimentos mais fortes na comunicaзгo da empresa com o grande pъblico no Paнs, afinal, nгo somos seu principal mercado. Isso, й provбvel, que mude nos prуximos anos, porque a empresa tem muito pra mostrar, e й importante para qualquer companhia, por mais multinacional que seja, ter a torcida do seu Paнs. Os brasileiros precisam conhecer mais a Embraer. Hб quem ainda pense nela como uma empresa do governo, hб quem a confunda com outras empresas estatais, como a Infraero. Hб, ainda, aqueles, como eu, que nгo suspeitam do seu tamanho e pujanзa, o que й uma pena, porque basta conhecer um pouco mais da Embraer para passar a ter um orgulho danado dela, uma empresa genuinamente brasileira. O orgulho que sente cada um dos seus funcionбrios – o que eu pude perceber como evidente – e o orgulho que este repуrter, agora bem informado, passou a ter.

Source: http://www.revistapress.com.br/root/materia_detalhe.asp?mat=353


*****

Empresa de aviao

17/07/2013 (Quarta)

INDЪSTRIA E COMЙRCIO

Empresa Suнзa de aviхes e helicуpteros anuncia instalaзгo de fбbrica em Maringб.

O prefeito Roberto Pupin esteve nesta quarta-feira (17) com o governador do Paranб, Beto Richa, em Curitiba, para assinatura de protocolo de intenзхes com a Avio, fabricante de aviхes e helicуpteros. A empresa suнзa, lнder mundial na produзгo de componentes e sistemas de propulsгo aeroespacial, vai instalar uma indъstria em Maringб com investimentos de R$ 174 milhхes, criando mais de mil empregos diretos.

Uma recente reuniгo entre autoridades estaduais e municipais definiu Maringб como o local para a instalaзгo do polo aeronбutico e de defesa no Estado, e a Avio faz parte desse projeto. “Nossa cidade tem todas as condiзхes necessбrias para receber indъstrias e empresas de diferentes бreas que desejam investir no Brasil e no Paranб. Estamos preparados com a infraestrutura necessбria”, disse, referindo-se ao Parque Cidade Industrial.

A Prefeitura jб reservou uma бrea no Tecnoparque do novo Parque Cidade Industrial para a instalaзгo do Lactec e do Tecpar que poderгo fazer a certificaзгo e os ensaios dos materiais. Alйm disso, a Unicesumar e a UEM negociam parceria com o Instituto Tecnolуgico de Aeronбutica (ITA), a abertura de cursos da бrea jб no ano que vem.

A notнcia foi recebida com вnimo pelo governador, que comemora a conquista de outros investimentos para o Estado que tambйm prometem gerar empregos, impulsionando a economia. “O Paranб jб atraiu mais de R$ 20 bilhхes de novos investimentos que estгo gerando 136 mil empregos com carteira assinada em todas as regiхes do Estado”, disse.

O secretбrio da Indъstria, Comйrcio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, explica que a Avio faz parte do processo de implantaзгo de um polo de aeronбutica e defesa no Estado. "Possuнmos diversos atrativos para empresas do setor. A proximidade com o Sгo Paulo, maior mercado brasileiro; a disponibilidade de бreas no entorno dos aeroportos e a qualidade da mгo de obra sгo pontos que favorecem o Paranб".

Segundo Barros, o Paranб tem que aproveitar as oportunidades criadas com a decisгo do Governo Federal de investir U$S 100 bilhхes em defesa nos prуximos 20 anos. " Й um mercado aquecido e com uma demanda futura garantida", acrescenta.

AVIO

A empresa vai se instalar em uma бrea de 90 mil m2 no entorno do aeroporto internacional de Maringб onde produzirб helicуpteros de dois lugares (SK-1 Twin Power) e aviхes acrobбticos de dois lugares (F22 Pinguino), tambйm produzirб peзas e farб a manutenзгo de equipamentos.

A indъstria terб capacidade mбxima de produзгo de 600 helicуpteros e 200 aeronaves por ano. Alйm do mercado brasileiro, a empresa planeja vender para paнses da Amйrica do Sul, Estados Unidos e Canadб.

Source: http://www.maringa.com/noticias/12297/Empresa+Suica+de+avioes+e+helicopteros+anuncia+instalacao+de+fabrica+em+Maringa.+


*****

Empresa de aviao

Sugestão: Colaborado

LORENNA RODRIGUES

da Folha Online. em Brasília

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, anunciou nesta terça-feira que os Correios estudam criar uma empresa de própria de aviação para transportar encomendas.

De acordo com o ministro, a nova empresa compraria aviões da Embraer, que está desenvolvendo o modelo cargueiro C-390. Inicialmente, os Correios assumiriam o compromisso de comprar cinco aviões, mas o número pode chegar a 20 ou 30 aeronaves que começarão a ser entregues em dois anos.

“Os Correios têm necessidade de se modernizar. É preciso criar uma estrutura para os Correios fazerem comércio eletrônico, que nesse ano cresceu 75%”, disse Costa.

O ministro informou que os Correios teriam recursos para montar a empresas e começar a fazer o leasing de aviões, mas que procurará parceiros para serem sócios na nova empresa. “O controle seria dos Correios, mas poderia ter sócios, como uma empresa que tenha o know-how de logística”, adiantou.

Segundo Costa, desde que a CPI dos Correios identificou irregularidades nos contratos do órgão com empresas de transporte aéreo como SkyMaster e Beta, em 2005, a empresa procura firmar parcerias com outras transportadoras, sem sucesso. Os Correios gastam cerca de R$ 500 milhões com transporte aéreo.

Costa disse que ele manteve conversas com a VarigLog, TAM e Gol, que não tiveram interesse no 1,2 milhão de volumes que os Correios transportam por dia. “As empresas sentem que os Correios são competidores nesse processo. Elas não querem competição”, afirmou.

O ministro reclamou que hoje os Correios dependem de “duas ou três” empresas que têm limitações. Ele conta que o órgão teve que ceder ao pedido de uma transportadora que exigiu que fosse firmado um contrato de um ano, e não de seis meses, como queriam os Correios. “Houve um risco de quase causar um apagão na entrega de volumes”, afirmou. A idéia da nova empresa terá que ser aprovada ainda pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A Embraer apresentou ao ministro o projeto do C-390, que será construído baseado em um avião de passageiros da empresa (E-190). O avião custaria cerca de US$ 50 milhões e teria capacidade para transportar 16,9 toneladas –quase 5 toneladas a mais do que o seu concorrente Boeing-737. A operação da aeronave seria ainda 20% mais barata do que a do Boeing, de acordo com Costa.

Nota do Editor: em Fevereiro de 2009 haviamos divulgado

A matéria do Tecnologia&Defesa que reportava o interesse na certificação civil do EM-390, naquela altura o cargueiro ainda ostentava as configurações primárias.

C-390 PODERÁ TER CERTIFICAÇÂO CIVIL

Embraer planeja obter a certificação para uso civil do avião de transporte tático militar C-390 com a finalidade de possibilitar a venda do modelo a empresas de transporte aéreo comercial, tais como a FedEx Express e DHL, o modelo teria sido escolhido pelas autoridades Brasileiras para compor a frota da futura empresa de transporte da empresa brasileira de correios e telégrafos que encontra-se em avaliação.

A certificação civil estará de acordo com a regulamentação Parte 25 da FAA (Federal Aviation Administration).

Sabemos que teremos que nos empenhar muito para obter a certificação civil, mas acreditamos que, com base na nossa experiência com jatos comerciais, teremos sucesso ”, disse Sergio Bellato Alves, diretor de marketing e vendas da Embraer para a Ásia – Mercado de Defesa e Governo, durante uma entrevista na feira aeroespacial Aero India 2009. “A Embraer está na iminência de anunciar o lançamento do programa assim que terminar as negociações com a Força Aérea Brasileira”. “Acreditamos que agora temos, se não a última configuração, pelo menos a mais próxima dela ”, acrescentou Bellato.

Source: http://pbrasil.wordpress.com/2010/07/21/correios-querem-criar-empresa-de-aviacao-propria/

17.07.2018

New

31 2015 mar

Como trabalhar em empresas aereas

Como trabalhar em empresas aereas A Emirates Airlines . a empresa dos Emirados Árabes Unidos eleita melhor companhia aérea do mundo pelo ranking 2013...

02 2015 abr

Procedimento

Viagem para portugual A partir do dia 12 de janeiro de 2009, os passageiros isentos de visto que pretendam viajar para os Estados Unidos terão de...

21 2014 feb

Viagem bem

Viagem bem Buscar a Excelência no atendimento aos clientes. Atuar com transparência e forte interação fazendo de cada Passageiro um CLIENTE. É o departamento da...

Popular on-line

Voos baratos de madrugada

Voos baratos de madrugadaHome / Passagens Aéreas Promocionais / Viajar de Madrugada é Alternativa para Vôos BaratosQuer viajar de avião, ... Saber mais...

Qual é a diferença entre a classe turística e classe executiva?

Hoje em dia podemos encontrar bilhetes acessíveis  praticamente em qualquer companhia aérea do mundo. Por exemplo: para os estudantes ou ... Saber mais...

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas a bordo. Os ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros