Viagem milao

Viagem milao

Visitar Milão é uma experiência que todos deveriam ter, de entrada você encontrará uma cidade muito desenvolvida com edifícios grandes e muito movimentada, a capital da moda é também um dos grandes motores da economia européia.

Se você está chegando na Itália por Milão, no aeroporto Malpensa, recomendo que não gaste seu dinheiro em táxi. Você poderá comprar facilmente um bilhete de metrô que parte de dentro mesmo do aeroporto, uma forma muito mais econômica de iniciar sua viagem pela ‘bella Italia’ .

Minha experiência por Milão foi bastante interessante, por mais que tenha reservado somente dois dias para conhecer essa cidade tão grande e importante, ícone europeu.

Cheguei num 31 de dezembro, data muito peculiar pois poucos viajam na virada do ano, enfim, passei o Ano Novo (Rèveillon) em Milão. história essa que contei em outro post e recomendo muito a leitura pois o que vivi neste dia ninguém jamais se imaginará.

Quero começar a comentar sobre a forma de se locomover em Milão (e também em qualquer cidade grande da Itália). preferi não alugar um carro já no dia que cheguei, o motivo é simples: os hotéis cobram pelo estacionamento e o transporte público é bom o suficiente para que você deixe seu carro parado.

TRAM, transporte barato dentro de Milão (€1,50).

Passear de carro numa cidade destas é um grande erro, estacionamentos são escassos e você não vai aproveitar como deveria. Quebre o paradigma, o transporte público é muito bom, barato e pontual na Itália. Viajávamos de nosso hotel (Holiday Inn) para o centro da cidade (região da Duomo) por somente €1,50.

Os bilhetes devem ser comprados antecipadamente, não há cobrador no ônibus, tram ou metrô, sempre perto de cada parada você encontrará um local que vende, seja uma banca (conhecida por aqui como “Tabacchi”). em qualquer lugar assim chamado se vendem revistas, cigarros e até café de primeira qualidade.

Bom essa é uma grande pergunta, são tantos lugares, tanta história numa cidade importante como Milão que você realmente fica um pouco perdido. Seguindo conselhos de parentes e amigos, também resultado de alguma busca pela internet, decidimos focar a viagem na região da catedral (Duomo di Milano). Diga-se de passagem um lugar belíssimo.

É nesta região que está tudo o que o turista que possui pouco tempo, está fazendo um giro pela Itália ou até pela Europa precisa ver. Prepare-se para caminhar, mas tudo pode ser feito a pé com um pouco de boa vontade e com algumas pausas.

Os principais pontos para se visitar são:

  • Duomo di Milano
  • Museo del Duomo
  • Museo del Novecento
  • Palazzo Reale
  • Galleria Vittorio Emanuele II
  • Castello Sforzesco / Parco Sempione
  • I Navigli

São tantos lugares, tanta arte, você não irá conhecer a história em Milão, estará pisando sobre ela e é isso que faz da Itália um lugar tão fascinante. Você não vê história, você vive a história em cada edifício, cada construção, cada cantinho particular que somente você encontrará. Não há uma fórmula de sucesso melhor do que caminhar pelas pequenas ruas e encruzilhadas de Milão.

Vamos conhecer os lugares?

Essa é a catedral, saiba que em qualquer cidade da Itália quando ler ou ouvir falar de “Duomo” estão falando da Catedral. Cada cidade grande possui uma, a grande maioria é imperdível até para ateus, não é um lugar somente religioso. Todas essas construções são verdadeiras obras de arte, não deixe de visitar cada uma delas (entrada gratuita, são igrejas).

Duomo di Milano, beleza por fora e por dentro.

Duomo di Milano. do latim “Domus Dei” (Casa de Deus) possui um estilo gótico, com uma fachada neogótica. Essa catedral foi construída durante séculos, evidentemente tantos detalhes não poderiam levar menos tempo. Ela possui muitos mas muitos detalhezinhos que dão arrepios. Você entrará num mundo totalmente diferente ao visitá-la, vale a pena entrar com tempo e pagar a pequena taxa de €2 para poder tirar fotos no interior.

Essa igreja começou a ser construída no ano de 1387, estamos falando de quase 700 anos de história, são 157 metros de comprimento e pode suportar até 40.000 pessoas no seu interior.

O interessante da história é perceber como essa catedral era o centro da Antiga Roma, com as ruas projetadas todas ao redor ou até mesmo partindo da praça. O Duomo di Milano somente foi terminado no início de 1800, quando Napoleão, prestes a ser coroado o Rei da Itália ordenou que fosse terminada a fachada.

Em síntese, o principal ponto turístico de Milão, totalmente imperdível.

Dentro do Duomo está o Museo del Duomo. é de entrada opcional mas certamente você irá encontrar ainda mais história desse lugar fascinante. Não tive o prazer de entrar pois estava fechado para visitação no dia em que passei por ali.

O Museo del Novecento está ao lado direito se você olhar a Catedral de frente, sua proposta é um pouco mais moderna e abriga a história artística do século passado, também é imperdível e possui o ano inteiro a exposição de obras de arte de artistas importantes como Picasso, Morandi e Boccioni.

O Palazzo Reale é outros dos referentes no que se refere à arte em Milão, o edifício hospeda mostras de diferentes formas expressivas, são pinturas, esculturas, fotografias e até audiovisuais.

O Palácio em si é repleto de história, veja bem, estamos falando da sede do governo romano até o final da Idade Média, desempenhou um importantíssimo papel político e estratégico naquela época. Perto do final do século XVIII o edifício sofreu mudanças estéticas e passou por reformas adotando um estilo neoclássico, criado pelo arquiteto Giuseppe Piermarini. Depois disso se tornou um palácio de reis, inclusive de Napoleão.

Somente em 1919 ele foi passado para o Estado Italiano e aberto ao público, infelizmente em 1943 um bombardeio da segunda guerra destruiu parte do edifício que passou por um longo período de restauração antes de ser devolvido à cidade.

O que seria da Itália sem essa galeria, ela é considerada o shopping mais antigo do mundo e foi construída na primeira metade do século 19. Para se ter uma idéia participaram 176 arquitetos no projeto inicial, cada qual expondo suas idéias, no final, venceu a de Giuseppe Mengoni.

Eis a Galleria Vittorio Emanuele II. cheia de história, um lugar que hospeda lojas das grifes mais famosas do mundo, um verdadeiro espetáculo da capital da Moda, digno de visitar.

Galleria Vittorio Emanuelle em Milão, considerado o primeiro shopping do mundo.

Não se esqueça da tradição, lá no centro da galeria você com certeza verá um aglomerado de pessoas, elas estão pisando nos testículos do touro. Calma lá que eu explico, acontece que dizem que pisar com o calcanhar do pé direito sobre as bolas do touro e girar pelo brasão de armas da cidade de Turim traz sorte. Acredite esse ritual é repetido diariamente por milhares de turistas, inclusive a imagem do touro se desgasta rapidamente e é constantemente restaurada.

Este castelo é um dos principais símbolos da cidade de Milão, foi construído no século 15 por ordem de Francisco Sforza. Durante o passar de séculos e gerações o mesmo passou por diversas reformas e modificações, o que o torna ainda mais peculiar.

Ao norte do castelo você encontra o Parco Sempione. um parque verde com aproximadamente 180 metros de largura, com quatro torres angulares.

Castello Sforzesco, 500 anos de história.

O castelo é muito belo, com uma arquitetura bastante diferente, hoje em dia hospeda uma importante instituição cultural e turística, mas já foi inclusive campo militar entre os anos 1500 e 1600.

Bonito de se visitar inclusive durante a noite, super tranquilo e com a fachada iluminada. Porém, a região é um pouco deserta, principalmente no inverno e vale a pena tomar todos os cuidados para evitar qualquer inconveniente. Milão está repleta de imigrantes desocupados, e como toda cidade grande não é tão segura.

Esta é uma região muito movimentada da capital da moda, você pode passar ali durante qualquer hora do dia e encontrará centenas de pessoas tomando café, comendo e batendo papo em algum de seus intermináveis locais.

Lá existem: lojas, restaurantes, bares, pubs, pizzarias, cervejarias, discotecas, sorveterias e também locais de festas e eventos.

Basicamente são duas vias cortadas por um canal irregular e navegável, que antigamente conformava uma das principais entradas e saídas de barcos e embarcações da Itália para o mar.

Imagens do centro de Milão

Se você deseja conhecer o lado mais animado, com agito e diversão em Milão não pode deixar de dar uma passada por essa região durante a noite, as ofertas gastronômicas e discotecas jamais lhe decepcionarão.

  • Podemos pegar um trem no Aeroporto de Milão (Linate) para o centro da cidade (não pague táxi!)
  • A Catedral da Milão (Duomo di Milano) é lindíssima de noite
  • Não vale a pena mover-se de carro em Milão, use o TRAM (trem elétrico) ou o Metrô
  • Holiday Inn de Milão (Garibaldi) é um excelente hotel econômico e ao lado de uma estação de trem
  • Você só terá uma viagem “redonda” se programar com bastante antecedência

Quer passar férias inesquecíveis na Itália e conhecer as belezas únicas daquele país? Viaje bem e barato com uma empresa aérea nacional de grande qualidade! OFERTA: Passagem barata para Milão (aqui) .

* Preço válido no dia da publicação, sujeito a variação sem aviso prévio.

Bom, estas são apenas algumas dicas rápidas para você que como eu passará rapidamente por Milão, evidentemente há muito mais o que ver e conhecer, como o Teatro Alla Scala, a Igreja Santa Maria delle Grazie, Pinacoteca di Brera, Pinacoteca Ambrosiana, etc. São todos locais onde você poderá estar em sintonia com a arte e conhecer obras importantes de artistas renomados como Leonardo da Vinci, Bellini, Tiepolo, Caravaggio e Rafael.

Mas, Milão é tudo isso e muito mais, recomendo que você tenha bastante paciência para conhecer cada cantinho da região do Duomo, onde encontrará muitos pontos particulares de arquitetura e história. Se tiver um dinheiro sobrando não deixe de fazer compras na Galleria Vittorio Emanuele II, um dos maiores importantes de compras do mundo.

Não esqueça que na Itália existem muitos Outlets de grifes, portanto não se empolgue pois há como economizar levando peças interessantes. Mas isso comentarei em outro post.

Por hoje é só, espero que tenham gostado desse pedacinho de Milão que lhes mostrei e lhes convido a contar suas experiências na capital da moda se é que já visitaram essa maravilhosa cidade.

Sobre André Darugna

Fanático de tecnologia e amante de viagens, sou fundador do ViagensDicas e do iPad Dicas. onde escrevo sobre minhas maiores paixões.

Comentários

Um bom roteiro seria feito com base em sua cidade de chegada e partida, mas vamos considerar minha experiência como exemplo:

Source: http://www.viagensdicas.com/europa/destinos-imperdiveis-de-milao-na-italia/


*****

Viagem milao

Milão é um lugar sofisticado e cosmopolita, que celebra seu sentido de negócios e patrimônio cultural ao mesmo tempo. E alguns de seus lugares obrigatórios vieram dessas duas tradições

Apesar de sua reputação para adultos, há muitas coisas que fazem as crianças de todas as idades adorarem Milão. Aqui, as opções certas satisfazem toda a família.

O grande estilo de Milão não é barato. Felizmente, a cidade oferece uma grande variedade de opções com preços razoáveis ​​e de livre escolha para os viajantes economicamente responsáveis.

Uma cidade voltada para a boa aparência e ser inteligente, Milão oferece, fora do roteiro usual, tesouros que apelam a ambos.

Source: http://www.tripadvisor.com.br/Travel_Guide-g187849-Milan_Lombardy.html


*****

Viagem milao

Milão ou Milano (como se diz em italiano) pode não ser a capital da Itália, mas é sem dúvida alguma uma cidade muito importante na vida e na economia italiana.

Cidade dos mais seguidos times italianos, Milan e Inter, e por onde passaram os mais famosos craques como Kaká, Ronaldinho Gaúcho e Ibrahimovic.

Cidade da moda e da alta costura, que todos os anos tem essa reputação reforçada pela grande quantidade de disfiles de estilistas e grifes renomadas que acontecem por lá.

Cidade sede de grandes centros financeiros e escritórios de multinacionais estrangeiras e italianas que fazem girar a economia do país.

E além de tudo isso, Milão é também cidade irmã da cidade de São Paulo.

A cidade de Milão pertence a região da Lombardia no norte da Itália.

Está a 600Km de Roma, 320Km de Florença (Firenze) e 280Km de Veneza.

Como é dividida

Zona 3: Città Studi, Lambrate, Venezia.

Zona 4: Vittoria, Forlanini.

Zona 5: Vigentino, Chiaravalle, Gratosoglio.

Zona 6: Barona, Lorenteggio.

Zona 7: Baggio, De Angeli, San Siro.

Zona 8: Fiera, Gallaratese, Quarto Oggiaro.

Zona 9: Stazione Garibaldi, Niguarda.

O principal aeroporto de Milão é o Aeroporto de Malpensa (www.seamilano.eu ).

Existem vôos diretos saindo de São Paulo com a TAM, mas mesmo com escalas, quase todas as companhias aéreas tem a cidade de Milão como destino.

Dê uma olhada em nosso post detalhado sobre o aeroporto (Post sobre o aeroporto de Malpensa ).

Além de Malpensa, existe o aeroporto de Linate (www.milanolinate.eu ) que encontra-se a 7Km do centro de Milão, é o segundo aeroporto da cidade, e recebe mais vôos nacionais.

Outra opção é o Aeroporto de Bergamo ou Aeroporto Internacional Caravaggio ou ainda Aeroporto Orio al Serio que encontra-se a 45Km do centro de Milão e a 5Km de Bergamo e recebe vôos de companhias como a Ryanair, Wizz Air, Blue Air, Wind Jer e outras low costs (www.orioaeroporto.it ).

Se você estiver dentro da Itláia, o trem pode ser uma boa opção para você chegar até a cidade à partir de qualquer outra cidade italiana.

Existem aqueles que demoram mais e são mais baratos e aqueles mais rápidos e mais caros como o Freccia Rossa.

Acesse o site da Trenitalia e planeje seu itinerário (www.trenitalia.com ).

Partindo de Roma por exemplo você leva de 3h à 3:30h com o Freccia Rossa e gasta cerca de 90€. Com o Intercity você leva quase 7h e gasta 50€.

A cidade de Milão possui um clima temperado subcontinental.

No inverno pode atingir -5ºC em Dezembro e Janeiro e em Julho pode chegar até os 35ºC ou 37ºC.

A maior ocorrência de chuvas acontece entre os meses de Abril e Maio.

Como se locomover

O metrô é uma excelente opção para rodar a cidade. Visite o site www.atm-mi.it e calcule seu itinerário.

O bilhete para uma viagem custa 1€, mas você tem opções de bilhetes como o giornaliero (3€ válido por 24h após a data de convalidação) e o bigiornaliero (5,50€ válido por 48h após a data de convalidação).

Consulte o site oficial para valores atualizados.

E para cobrir as outras áreas por onde o metrô não passa, utilize os ônibus ou os trams.

Quando visitei a cidade comprei o bilhete bigionaliero e por ter a duração de 48h, acabei usando ele por 3 dias. Ele foi válido tanto dentro do metrô como dentro dos ônibus.

Fiquei em um hotel chamado Hostel Verona (www.hostelveronamilan.com ) que encontra-se a cerca de 500m da estação central e não a 200m como diz o site, rsrs.

O lugar é limpo e fica perto de um supermercado que não lembro o nome, mas fica na esquina da Via San Gregorio com a Via San Giovanni alla Paglia. Lá você pode comprar umas frutas frescas ou frios para fazer lanches no hotel caso não queira sair para comer.

O hotel oferecia banheiro no quarto e café da manhã.

Com exceção do filho do dono que era nacionalista demais e tinha o ego tão grande quanto o seu apetite, até que a estadia não foi ruim.

A diária custou mais ou menos 60€ e apesar do hotel ter site próprio, demoraram a me responder e acabei fazendo reservas pelo www.booking.com .

Em Milão, você encontra comida de várias partes do mundo e italiana também.

O Fast Food também se faz presente. Tem um Mc Donald’s que fica dentro da Galleria Vittorio Emanuele II.

O Mama Burger (www.mamaburger.it ) que fica na Via Vittor Pisani, 14, é uma ótima opção para um happy hour com lanches maravilhosos. O hamburger deles é gigante.

Minha super amiga italiana, Daniela Paparo, me indicou o Gatto Pardo (www.ilgattopardocafe.it. reservar antecipadamente) e o Spazio Fitzcarraldo na Viale Filippetti, 41, próximo à Porta Romana.

Esse último é definido como Lounge & WineBar, mas lá acontecem também exposições e até desfiles.

Duomo de Milão (www.duomomilano.it ) O cartão postal da cidade, obra arquitetônica maravilhosa e seu telhado oferece um bela vista da praça onde se encontra.

Galleria Vittorio Emanuele II Exatamente ao lado do Duomo. Para chegar até lá, basta descer na estação de metrô Duomo. Lá você vai encontrar alguns restaurantes e lojas de marcas famosas como a Louis Vuitton e Prada. Arquitetura deslumbrante.

Teatro Alla Scala (www.teatroallascala.org ) Construído em 1778 e considerado o primeiro teatro de ópera da Europa.

É muito comum ainda hoje, ver pessoas, inclusive jovens, de trajes sociais ao cair da tarde que seguem para o teatro com entradas de uma ópera nas mãos.

Castelo Sforzesco (www.milanocastello.it ) Um dos mais importantes monumentos de Milão que sofreu demolições e reconstruções ao longo da história.

A entrada ao castelo é gratuita. Você vai pagar apenas se quiser visitar os museus internos.

Parque Sempione Atravesse o pátio do Castelo Sforzesco e chegará até ele.

O parque, além de abrigar a Fundação La Triennale Di Milano, oferece uma grande e tranquila área verde. Ideal para uma pausa em seu roteiro.

Arco della Pace Encontra-se dentro do Parque Sempione, no final dele.

Pode-se dizer que é o Arco do Triunfo de Milão.

Cenacolo de Da Vinci (www.cenacolovinciano.net ) Fica ao lado da Igreja Santa Maria delle Grazie.

No cenáculo está a famosa obra de arte de Leonardo Da Vinci, a Última Ceia. Para vê-la, você tem que agendar dia e hora.

Estádio San Siro (www.sansiro.net ) Ou Estádio Giuseppe Meazza, situa-se fora da zona central de Milão, mas não por isso, difícil de visitar.

Desça na estação de metrô Lotto Fiera e vá à pé ou pegue um ônibus até lá.

Via della Spiga Uma das principais ruas de marcas famosas da cidade: Dolce Gabbana, Prada, Dior e afins.

Paralela a ela, você encontra também a Via Monte Napoleone com mais lojas a preços nada razoáveis.

I Navigli Existem dois: o Naviglio Pavese e o Naviglio Grande.

Este último, possui uma parte com restaurantes e alguns bares bem frequentados por jovens.

A região do Navigli é uma ótima opção para um happy hour assim como o Mama Burger.

Se a idéia é prolongar a noite então dê uma passada no Fitzcarraldo.

Todos me perguntam a melhor (e quando dizem melhor, querem me dizer a mais barata) maneira de ir do Aeroporto de Malpensa até o centro de Milão.

Eu utilizei o ônibus da companhia Malpensa Shuttle (www.malpensashuttle.it ) e paguei 12€ o bilhete de ida e volta. Ele me deixou na calçada da estação Milano Centrale.

Viajei, testei e aprovei.

Links externos

Source: http://www.dicaseturismo.com.br/milao-italia/


*****

Viagem milao

Milão não tem a história de Roma, o romantismo de Veneza, a efervescência de Nápoles ou o espírito artístico de Florença. Mas, mesmo assim, e de maneira justa, continua sendo uma das cidades mais famosas e visitadas da Itália. Difícil é definir Milão com apenas um adjetivo: localizada no norte italiano, mais perto de outros países (como França e Suíça) do que da capital Roma, a cidade é um recanto cosmopolita.

Segunda maior cidade da Itália, são milhares os seus atrativos turísticos. Das passarelas de um dos eventos de moda mais famosos do mundo aos afrescos pintados por gênios dentro das igrejas, o visitante terá muito que admirar na cidade. Em Milão está a Santa Ceia de Leonardo da Vinci, o Estádio San Siro/Giuseppe Meazza, as estátuas do Duomo. os restaurantes de Navigli, o teatro Alla Scala. o Castelo Sforzesco. Um passeio por suas ruas envolve altas doses de religião, futebol, arte, gastronomia e história. Dar prioridade a um dos temas ou colocar tudo no mesmo pacote ficará a cargo do visitante.

Será também da escolha do turista fazer a jornada de maneira luxuosa ou econômica. Milão abriga alguns dos hotéis e restaurantes mais caros da Europa, mas também oferece boas opções para quem está com o orçamento apertado. O transporte público é barato, há bons hotéis de baixo custo e as pizzarias oferecem pratos em conta e bem servidos. Além disso, há ofertas de cartões de desconto: ao comprá-los, o turista pode entrar em alguns museus gratuitamente e subir no metrô e nos ônibus sem pagar nada.

Milão conta com lindos parques, sorveterias de primeira classe e baladas que rivalizam com as mais concorridas da Europa. Na cidade, desfrutar da famosa dolce vita italiana é um programa garantido.

Source: http://viagem.uol.com.br/guia/italia/milao/

28.09.2020

New

31 2015 mar

Passagens aereas para florianopolis

Passagens aereas para florianopolis Florianуpolis - SC O primeiro nome de Florianуpolis, capital do estado de Santa...

02 2015 abr

Voos online brasilia

Voos online brasilia Agência Brasil | 15h20 | 22.12.2014 Acesso ficou interrompido e passageiros caminharam a pé até o aeroporto para não perderem o voo FOTO: AGÊNCIA...

21 2014 feb

Compre preço

Compre preço Publicado em 24/02/2015 por Eneida Post Patrocinado Temos visto nos comentários do site e no facebook a preocupação dos nossos leitores com a desvalorização do...

Popular on-line

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas a bordo. Os integrantes da Forзa ... Saber mais...

As melhores ofertas de voos baratos de todas as companhias aéreas e também low cost estão aqui

Actualmente para qualquer potencial viajante, passou a existir uma possibilidade de adquirir passagens aéreas para qualquer voo com condições muito atractivas, sem sequer ... Saber mais...

Empresas de voos aereos

Empresas de voos aereosA Segurança de voo é prioridade número um na BHS. Por isso, investimentos massivos e constantes são realizados alinhados com ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros