Companhias de aviaçao

Companhias de aviaçao

As melhores

Com as altas tarifas e taxas cobradas pelas companhias aéreas, os passageiros das classes econômicas de voos de longa distância acabam por vezes irritados com os inesperados atrasos e as saudosas mordomias durante os trajetos, como a oferta de bebidas alcóolicas e um cardápio farto.

Do outro lado da moeda, as empresas estão tendo um desafio cada vez maior em lucrar em um setor difícil, onde os custos sobem e a concorrência cresce sem parar.

Foi por esse motivo que, depois de listar as 20 piores do mundo. a Business Insider decidiu compilar dados para ranquear, então, as 20 melhores companhias de aviação do setor. Usou referências como conforto dos bancos, entretenimento a bordo, pontualidade, limpeza, e atendimento, com base no site de avaliação de qualidade do segmento, o Skytrax, para fazer tal avaliação. A pontuação máxima é de 100 pontos em duas classificações principais: tempo de performance (pontualidade) e experiência de voo.

Veja o resultado a seguir ( e, não, TAM e GOL . as duas maiores do Brasil, não estão na lista).

Source: http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/as-20-melhores-companhias-aereas-do-mundo


*****

Companhias de aviaçao

O presidente da ANA - Aeroportos de Portugal afirmou esta terça-feira que o novo sistema de incentivos às companhias aéreas permite redistribuir parte da receita gerada pelo aumento das taxas aeroportuárias, que tem sido muito contestada pelas empresas.

O novo sistema de incentivos, apresentado esta terça-feira, entrará em vigor no final de Março (próxima temporada de Verão IATA) e vai abranger os aeroportos do Porto, de Faro, dos Açores (Ponta Delgada, Horta, Santa Maria e Flores) e da Madeira (Funchal e Porto Santo), não estando, para já, disponível no aeroporto de Lisboa "por questões de estratégia comercial", e beneficia as companhias que aumentem o número de passageiros transportados, a frequências das rotas e a abertura de novos destinos.

"Não se trata apenas de subir taxas, mas de fazer um bom uso dessas taxas. Redistribuir com os nossos parceiros de negócio parte do que é gerado com esse produto e investir também na melhoria das condições para responder ao amento do tráfego", adiantou Jorge Ponce de Leão, na apresentação do novo sistema de incentivos.

O presidente da ANA destacou que já existiam incentivos, mas que não funcionavam de forma generalizada, resultando de "negociações casuísticas" com a gestora aeroportuária. "Pensamos que vai ter a adesão das companhias aéreas que vão criar condições a esse desenvolvimento", acrescentou.

O sistema conta com três vertentes de apoio às companhias aéreas: aumento da eficiência operacional (atribuição um incentivo às transportadoras que, utilizando o mesmo número de movimentos, aumentem o número de passageiros transportados), incremento de frequências em rotas já servidas e abertura de novas rotas

O valor mínimo do incentivo é 2000 euros, sendo a ANA responsável pelo cálculo do montante que será atribuído à companhia aérea, usando os seus dados estatísticos de tráfego. No caso das rotas já existentes, os incentivos por passageiro vão variar entre um e três euros nos crescimentos em frequências existentes e entre dois e onze euros para as novas frequências. Para as companhias que criem novas rotas, o valor dos incentivos por passageiro vai variar entre os quatro e os 16 euros.

Segundo a ANA, o novo sistema "assenta numa diferenciação dos apoios em função da capacidade dos aeroportos (períodos diários pico de tráfego/não-pico), da sazonalidade da procura (Verão, Inverno e meia-estação) e dos mercados a incentivar" e estipula que a atribuição de verbas por aumento do número de passageiros e de frequências "está sujeita ao crescimento efetivo das companhias e das rotas operadas, evitando assim o apoio a crescimento de tráfego não sustentado".

O novo plano de incentivos é complementar ao sistema de apoio à promoção da procura, que resulta de um acordo entre a ANA e o Turismo de Portugal, anunciado em Fevereiro, no âmbito do qual as duas partes vão destinar cada uma cinco milhões de euros dos respectivos orçamentos, durante os próximos cinco anos, para promoverem a procura turística.

Source: http://www.publico.pt/economia/noticia/ana-devolve-parte-do-aumento-das-taxas-aeroportuarias-as-companhias-de-aviacao-1687915


*****

Companhias de aviaçao

Uma consultora britânica de aviação listou as companhias aéreas e os aeroportos que menos atrasos registaram em 2014.

O aeroporto onde menos se espera por um voo é o de Bristol, no Reino Unido, onde 94,4% dos voos com partida ou chegada marcada para esta infraestrutura operaram com menos de 15 minutos de atraso. Bristol lidera também, consequentemente, a lista dos mais pontuais aeroportos de pequena dimensão, seguido de Charleroi, na Bélgica (93,1%), e de Berlim-Schoenefeld, na Alemanha (92,3%).

Entre os aeroportos de média dimensão, o mais pontual é o de Osaka, no Japão (93,2%), seguido de Moscovo-Sheremetyevo, na Rússia (89,8%), e de Copenhaga (89,8%).

De acordo com a consultora OAG, O mais pontual dos grandes aeroportos é o de Munique, na Alemanha, com 89% dos voos a operarem dentro do limite de 15 minutos. Seguem-se Tóquio-Haneda, no Japão (87,9%) e Seattle Sea-Tac, nos Estados Unidos (86,2%).

Quanto às companhias de aviação, a campeã é a airBaltic, a transportadora aérea nacional da Letónia, que também opera voos low-cost. Tem uma taxa de pontualidade de 94,9%. A norte-americana Hawaiian Airlines (92,3%) e a Austrian Airlines (90,0%) completam o pódio.

Na Europa, e para além da airBaltic e da Austrian, o top10 das companhias aéreas mais pontuais é preenchido com a Ibéria, a Norwegian Air Shuttle, a KLM, a SAS, a Finnair, a easyJet, a Air Europa e a Lufthansa.

Source: http://www.sol.pt/noticia/121758


*****

Companhias de aviaçao

A comissária europeia da Concorrência, Margrethe Vestager, disse hoje que a capitalização de uma companhia aérea pelo Estado é sempre uma matéria "delicada", mas que há "possibilidades", ao ser questionada sobre a TAP.

Questionada sobre a intenção do Governo de privatizar a TAP e sobre se as regras europeias de facto proíbem uma capitalização da companhia aérea, a comissária europeia começou por referir que só se pode pronunciar em termos gerais, pois não tem informações concretas sobre o assunto. Assim, apontou que, "em geral", há possibilidades, embora reconhecendo que ajudas estatais a aeroportos ou companhias aéreas são, por regra, uma matéria "delicada".

Vestager apontou que há, designadamente, a possibilidade aberta pelo princípio de "one time, last time" (uma vez, última vez), sob condições de mercados, referindo-se à regra prevista nas directrizes sobre ajudas estatais para reestruturação de empresas em dificuldades, segundo a qual há hipótese de conceder ajuda, mas uma única vez, de forma a prevenir distorções de mercado e de forma repetida.

"Mas se isso alguma vez for relevante, estou absolutamente segura de que teremos uma cooperação com as autoridades portuguesas", disse.

No entanto, frisou, "tal como sabem as pessoas que acompanham decisões relativas a aeroportos e tráfego aéreo, esta é uma questão que é muito delicada de lidar".

"Por isso, é melhor tratar deste assunto em concreto se algo aparecer na minha secretária, do que estar a falar em termos gerais", concluiu.

O Governo aprovou em Novembro passado o relançamento do processo de privatização da TAP, pela alienação de acções representativas de até 66% do capital social da TAP SGPS, tendo a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, afirmado que se a TAP não for privatizada "está condenada a desaparecer", porque não pode ser capitalizada pelo Estado.

"A TAP é uma empresa que, pelas regras europeias, não pode ser capitalizada pelo Estado, o que significa que ou a TAP é privatizada ou está condenada a desaparecer, porque o Estado não pode colocar capital na TAP", disse na altura.

Os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP, entre os quais os pilotos, decidiram na quarta-feira avançar com uma greve de quatro dias, entre 27 e 30 de Dezembro, com o objectivo de "sensibilizar o Governo para a necessidade de travar o processo de privatização".

Source: http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/detalhe/comissao_europeia_admite_que_e_possivel_ajuda_estatal_a_companhias_aereas.html

25.09.2020

New

31 2015 mar

Viagens julho

Viagens julho Comentários ( ) Confira as nossas dicas e prepare a mala! Créditos: Reprodução Ah, as férias! Aquele mês mais esperado no ano,...

02 2015 abr

Trip linhas aéreas telefone

Trip linhas aéreas telefone Alterar Endereço Alterar Telefones Pedir Remoção de Dados Endereço: Pca. Bagatelle, 204 - Bairro Aeroporto - Belo Horizonte,MG CEP: 31270-705 O...

21 2014 feb

Voos low cost indirectos de Funchal para Liverpool

Voos baratos faro lisboa Voos low cost do Porto para Liverpool A alternativa directa é operada pela Ryanair....

Popular on-line

Aviao da gol

Aviao da golO Boeing 737-800 da empresa Gol caiu, nesta sexta-feira no Mato Grosso com 155 pessoas a bordo. Os integrantes da Forзa Aйrea Brasileira ... Saber mais...

Booking voos

Booking voosA companhia aérea low cost Ryanair e o portal de reservas de hotéis Booking.com acabam de anunciar uma grande campanha de promoções com a ... Saber mais...

Leiloes viagens

Leiloes viagensCom origem 100% portuguesa, a Ubeos chega ao mercado turístico para «proporcionar maior comodidade ao cliente na hora de planear uma viagem», garante Carlos ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros