Passagensaereas

Passagensaereas

A partir de agora, a compra de passagens aéreas nacionais pelos órgãos da Administração Pública Federal (APF)  será realizada diretamente com as companhias aéreas credenciadas, informou  o  Ministério do Planejamento (MP) nesta quinta-feira (12).

A iniciativa pode representar uma economia significativa com a compra direta de passagens aéreas pela Administração Pública de até 30% por ano se mantidos os patamares alcançados pelo projeto-piloto do MP realizado em 2014. A Instrução Normativa (IN) nº 3/2015 foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

“O objetivo desta Instrução Normativa é qualificar o gasto público e padronizar os procedimentos. Ano passado fizemos um piloto no Ministério, que comprovou uma redução de 30% no valor médio das passagens realizando a compra direta”, revelou Dyogo Oliveira, secretário-executivo do MP.

Os dados citados pelo secretário foram obtidos a partir da comparação do valor médio dos bilhetes emitidos pelo Sistema de Concessão de Diárias e Passagens (SCDP) entre os meses de agosto e outubro de 2013 e 2014.

Somente no último ano, as despesas da Administração Pública Federal com transporte aéreo registradas no SCDP movimentaram R$ 483,6 milhões.

A Advocacia Geral da União (AGU), Ministério da Defesa e o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) já implantaram o modelo no inicio deste ano.

Até 30 de abril, todos os demais órgãos passam a operar exclusivamente com o novo modelo de compra direta de passagem, com significativa melhoria da gestão, transparência e economia de recursos públicos.

O credenciamento das empresas aéreas foi realizado pela Central de Compras e Contratações do Governo Federal durante projeto-piloto no ministério.

Quatro empresas foram cadastradas: Gol, Tam, Avianca e Azul. O pagamento é feito de forma eletrônica, por intermédio de um cartão virtual utilizado especificamente para este fim. A medida visa facilitar o acompanhamento e evitar fraudes.

Em casos emergenciais, viagens para outros países e em trechos onde as companhias credenciadas não operam, o processo continuará sendo intermediado de forma complementar pelas agências de turismo. Após a publicação da IN, o governo federal realizará licitação para contratar uma empresa para atender toda a Administração Pública Federal.

Fluxo das compras

O fluxo do processo para a concessão de passagens também foi otimizado pela IN nº 3/2015 da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI).

A autorização para a emissão dos bilhetes foi simplificada para agilizar a compra e garantir um melhor preço. O procedimento administrativo prevê a autorização e solicitação de afastamento, seguida da pesquisa e reserva dos trechos e, por fim, da autorização de emissão da passagem e pagamento da diária.

A novidade é que, depois da pesquisa, os trechos escolhidos pelo servidor responsável ficam reservados por 72 horas para assegurar o menor valor.

Este benefício foi decorrente dos acordos corporativos firmados pela Central de Compras e Contratações com as companhias aéreas credenciadas em 2014.

A nova instrução também aumenta o rigor na aquisição dos bilhetes, tanto no processo de compra quanto na fiscalização dos contratos firmados.

Passagens terrestres

As regras da IN também podem ser aplicadas na aquisição de passagens terrestres, ferroviárias, marítimas e fluviais.

Fonte:

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil

Source: http://www.brasil.gov.br/governo/2015/02/compra-de-passagens-aereas-pode-ficar-30-mais-barata


*****

Passagensaereas

A prйvia da inflaзгo oficial, medida pelo Нndice de Preзos ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), ficou em 0,79% em dezembro deste ano. A taxa й superior аs observadas em novembro deste ano, 0,38% e em dezembro do ano passado, 0,75%.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatнstica, o IPCA-15 acumula taxa de 6,46% em 12 meses, portanto abaixo do teto da meta de inflaзгo do governo federal (6,5%).

A alta da inflaзгo foi puxada principalmente pelos transportes, que tiveram inflaзгo de 1,59% em dezembro. Entre os itens que contribuнram para o aumento com os gastos de transporte, estгo as passagens aйreas, com inflaзгo de 42,42% e a gasolina com 2,15%.

Outro grupo de despesas que teve peso grande na prйvia da inflaзгo de dezembro foram os alimentos e bebidas, que tiveram alta de preзos de 0,94%. Nessa categoria, as principais pressхes inflacionбrias vieram das carnes com 4,02%, batata-inglesa, 27,2%, cebola, 9,83% e refeiзхes fora de casa com 1,37%.

Apenas o grupo de despesas comunicaзгo teve deflaзгo (queda de preзos), de 0,08% na prйvia de dezembro.

Source: http://www.opovo.com.br/app/economia/2014/12/19/noticiaseconomia,3365584/passagens-aereas-contribuem-para-alta-da-previa-da-inflacao.shtml

15.07.2024

New

31 2015 mar

Destinos viagens aereas

Destinos viagens aereas Foi-se o tempo em que viajar de avião era luxo. Hoje em dia, está cada vez mais barato viajar de avião para destinos nacionais...

02 2015 abr

Americana viagem

Americana viagem Telefones, horários e morada da Embaixada dos Estados Unidos em Portugal – Lisboa e do Consulado em Ponta Delgada. Horários e telefones de contacto da Embaixada...

21 2014 feb

С нами все ясно

Viaje barato Другие направления рейсов С нами все ясно Куда бы вам хотелось отправиться? Это единственный вопрос, на который вам нужно ответить. Об...

Popular on-line

Site com passagens baratas

Site com passagens baratasAqui na Europa existem várias companhias aéreas como a Gol no Brasil, elas são chamadas de low cost (sem ... Saber mais...

Voos porto geneve

Voos porto geneveA Swiss International Air Lines oferece aos seus clientes, a ligação do Porto para Genebra todo o ano.Domingo, 1 de ... Saber mais...

Bilhete de avião tem iva

Bilhete de avião tem ivaTransfer e EstacionamentoCampanha de PublicidadeComo posso obter um recibo para o meu voo?O seu Itinerário de viagem ou ... Saber mais...

Testimonials

Bem-vindo ao nosso site! Aqui você pode encontrar os voos mais baratos e hotéis para sua viagem.”

equipa de desenvolvimento, Viagens Aviao

Os nossos parceiros